Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Visão do Peão

Tomasson

Heróis de Culto

Francisco Chaveiro Reis
24
Jun22

 

Jon Dahl Tomasson, hoje com 45 anos, acaba de ser nomeado treinador do Blackburn Rovers mas, muito mais do que como treinador, o dinamarquês é conhecido por ter sido um goleador, com destaque pela sua passagem pelo Milan.

Enquanto jovem avançado no seu país, ao serviço do modesto Koge BK, Jon Dahl fez 37 golos mudando-se para a liga holandesa, um pouco melhor. Começou pelo Heerenveen, onde passou três épocas, marcando 47 vezes, 25 das quais, na última época, já com a companhia de Van Nistelrooy. Não surpreendeu o interesse do Newcastle. Em Saint James Park, com apenas 21 anos só marcou por 4 vezes, tendo pela frente Shearer, Rush ou Asprilla.

Seguiram-se quatro belas épocas na “Banheira de Roterdão”. Pelo Feyennord, marcou 70 golos e venceu uma liga holandesa e uma supertaça, ao lado de Dudek, Kalou ou Cruz. Em maio de 2002, ajudou os holandeses a bater o Borussia Dortmund e a vencer a Taça UEFA. Na final, Tomasson marcou o golo da vitória, contra uma equipa que contava com Koller, Amoroso, Ricken, Rosicky, Reuter ou Lehmann. Seguiram-se três anos como suplente de luxo no Milan, com 35 golos e a vitória na Liga dos Campeões, Supertaça Europeia, uma liga italiana, taça italiana e supertaça da Itália.

Aos 29 anos, mudou-se para o Estugarda para 12 golos em ano e meio, seguindo-se o Villarreal com 12 golos em outra época e meia. Tomasson acabou a carreira com o regresso ao Feyennord marcando 22 vezes em dois anos.

Pela Dinamarca, fez 52 golos em 112 jogos. Esteve no Euro 2000 e no de 2004, onde marcou 3 golos em 4 jogos. Em Mundiais, este no de 2002 (4 golos em 4 jogos) e no de 2010 onde marcou um golo.