Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

ADN de leão para a direita

Esgaio e Mané na mira

Francisco Chaveiro Reis
10
Mai21

Propaganda de Moda Capa para Facebook (1) (2).jpg

A reforma previsível de João Pereira e o aumento de número de jogos na próxima época, faz com que o Sporting procure uma alternativa a Pedro Porro, uma das figuras da equipa que tem vindo a perder fulgor, justamente por sobrecarga física. Segundo o Record de hoje, Ricardo Esgaio e Carlos Mané são as duas hipóteses mais fortes uma vez que têm qualidade para fazer todo o lado direito e, por terem feito a formação no Sporting, têm maior facilidade de adaptação.

Esgaio é o homem que mais habituado está a fazer esta posição, mas será mais caro e um negócio mais difícil de concretizar, mesmo que haja um histórico de transações com o Braga. Esgaio, de 27 anos, juntou-se ao Sporting em 2005, com 13 anos (era colega de João Mário) e lá esteve até 2017, com vários empréstimos pelo meio. Está a terminar a sua quarta época em Braga. Já Carlos Mané, extremo, esteve no Sporting desde os 8 anos e esteve ligado ao clube até 2018, tendo tido empréstimos e lesões pelo meio. Tem renascido no Rio Ave e poderia ser uma adaptação feliz. Seria bem mais barato.

Marega deserta

Anunciado pelo Al Hilal

Francisco Chaveiro Reis
09
Mai21

Propaganda de Moda Capa para Facebook (2).jpg

Moussa Marega vai jogar no Al Hilal, num negócio que nada rende do FCP, juntando-se a um lote de titulares que tem saído a custo zero, como Felipe ou Herrera. O anúncio foi ontem feito pelo clube saudita, treinado por José Morais, numa altura em que o FCP, matematicamente pode ficar em primeiro, segundo ou terceiro. Apear do maliano não estar a fazer uma época à altura do que já nos habituou (ainda assim, leva 12 golos), não deixa de ser um rude golpe para o Porto, que deve esforçar-se por apresentar uma boa alternativa (Beto?) nas próximas semanas. Marega esteve quatro anos e meio no Porto, depois de se destacar pelo Marítimo e pelo meio passou meio ano em Guimarães. Fez 191 jogos, marcou 72 golos e ajudou na conquista de dois campeonatos, uma taça e uma supertaça. Marega vai encontrar nomes conhecidos do futebol português como Vietto e Carrillo e nomes conhecidos do futebol europeu como Giovinco ou Gomis.

Rumor do dia

Akieme para o lugar de Mendes

Francisco Chaveiro Reis
09
Abr21

Propaganda de Moda Capa para Facebook (2).jpg

Com os rumores em torno da saída de Nuno Mendes para um gigante europeu, começam a sair nomes para a sua substituição. Hoje, é a vez de Akieme, jogador do Almería. Sergio Akieme tem 23 anos e é natural da Guiné Equatorial. Leva 30 jogos (e 2 golos) pelo Almería, após ter estado um ano na equipa B do Barcelona e ter feito a formação no Rayo Vallecano. Segundo o Transfermarkt, vale 3,5 milhões.

O mercado interno

Cardoso, Eustáquio ou Edwards entre as opções

Francisco Chaveiro Reis
22
Fev21

Propaganda de Moda Capa para Facebook.png

O Sporting virou-se com sucesso para o mercado interno. Pedro Gonçalves e Nuno Santos são duas das estrelas da equipa e outros, como Matheus Reis e Bruno Tabata são suplentes bastante úteis. No dia em que surge a notícia do possível interesse em Stephen Eustáquio (boa ideia), pensemos nos homens que podem integrar o plantel do Sporting, a partir do verão.

Guarda-redes: Adán é para ficar e dificilmente ficará sem o posto de titular. Mas é de prever e desejável que Maximiano saia para jogar com regularidade. Prevejo que o Sporting precise de um guarda-redes suplente, experiente. Assim, vejo três possíveis candidatos, de baixo custo: Mateus Pasinato, brasileiro de 28 anos, a defender o Moreirense; Amir Abedzadeh, iraniano de 27 anos, guardião do Marítimo e Denis Matos, brasileiro de 33 anos, com cartel no futebol brasileiro de topo.

Defesa-central: Partindo do princípio que Neto, Coates, Feddal e Inácio, os homens mais utilizados, faltarão dois homens, já que acredito que Quaresma seja para emprestar e jogar com mais frequência. Uma das vagas, acredito que seja para um defesa de uma liga de maior expressão, mas vejo em Portugal, pelo menos, uma opção de grande qualidade: Fábio Cardoso, 26 anos, figura do Santa Clara, com passagem pelo Rangers e escola no Benfica. Abdul Mumin, ganês de 22 anos, tem sido também um jogador interessante, ao serviço do Vitória, bem como Nélson Monte, 25 anos, do Rio Ave ou o mais experiente Aderllan, do mesmo clube.

Defesas-laterais: Nuno Mendes, que acredito que venha a ser um negócio extraordinário, deve ficar mais um ano. Antunes, creio que não fará a segunda época, mas, Matheus Reis, fecha a esquerda. Na direita, Porro é para continuar, mas acredito que João Pereira não fique mais do que estes meses. Assim, fará falta outra opção. Diogo Calila, português de 22 anos da B-SAD, que também pode jogar pela esquerda, é uma opção interessante. Falaye Sacko, maliano de 25 anos, do Vitória, parece ser um poço de força e poderia dar descanso a Porro, de quando em vez.

Médio-centro: Para seis, o Sporting deve continuar a ter João Palhinha, bem como Matheus Nunes e Bruno Paz, que ali podem jogar. Para oito, pode criar-se uma necessidade, mesmo que seja a posição favorita de Nunes. A continuidade de João Mário dependerá de um grande investimento e há três homens na nossa liga que podem ser alternativas: o já falado Eustáquio, o companheiro de equipa, Bruno Costa, formado no Porto e com ligação ao Portimonense e Guga, das escolas do Benfica, que esteve bem em Famalicão e esta época, com menos fulgor, transferiu-se para Vila do Conde. Lucas, médio do Portimonense, caso recupere normalmente da lesão que o apoquenta, também é opção a ter em conta tal como Gustavo Assunção, a opção mais cara.

Extremos: Nuno Santos e Bruno Tabata são para ficar. Plata deve ser emprestado e Pedro Gonçalves (sobretudo) terá mercado e pode ser a venda que financia todos os reforços. O próprio Jovane, suplente de luxo, pode sair. De qualquer modo, pelo menos um jogador deve ser contratado. Mesmo estando a fazer época abaixo do esperado, Marcus Edwards é um extremo puro, de grande qualidade. Aos 22 anos, defende o Vitória e seria um reforço a ter em conta. O regresso de Ryan Gauld, que não é extremo de raiz, mas pode jogar no tridente ofensivo descaído para a ala, seria também uma ideia a ter em conta.

 

O mercado dos treinadores

Francisco Chaveiro Reis
01
Fev21

img_920x519$2021_02_01_13_31_11_1809981.jpg

O fim de janeiro foi também animado no que toca a treinadores. Jorge Silas voltou ao ativo para treinar o Famalicão, depois de experiências em Belém e Alvalade. Uma das sensações da última época, o Famalicão ocupa, nesta altura um modesto 16.º lugar na tabela. Pior, está o Farense, que, após uma subida e 15 jogos na primeira divisão, dispensou Sérgio Vieira e contratou Jorge Costa. O antigo capitão do FCP, regressa ao Algarve, onde já treinou o Olhanense, entre 2008 e 2010. Costa andou ainda por Roménia, Índia, França, Gabão ou Chipre, para além da experiência na primeira liga, ao leme de equipas como Académica, Paços de Ferreira ou Braga. Já Miguel Cardoso, regressa a Vila do Conde, depois de ter brilhado no banco do Rio Ave, em 2017-2018. Depois de experiências mal sucedidas em Nantes, Celta e AEK, regressa a "casa". Sporting, Porto, Benfica, Braga, Paços, Tondela, Portimonense, Belenenses e mantem os mesmos treinadores que começaram a época, o que quer dizer que Vitória, Moreirense, Santa Clara, Marítimo, Rio Ave, Boavista, Famalicão, Gil Vicente e Farense já fizeram trocas.