Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Os outros derrotados

Primeira liga dizimada na Taça

Francisco Chaveiro Reis
17
Out22

Design sem nome (2).png

A eliminatória não foi só má para o Sporting. Outras sete equipas da primeira divisão caíram ante de adversários supostamente mais fracos. Na verdade, apenas FCP teve a vida facilitada ao golear o Anadia por 0-6 (igual resultado no Courense-Camacha). O Benfica também sofreu para eliminar o Caldas, tendo que ir até ao desempate da marca da grande penalidade. O Braga, venceu em Felgueiras pela margem mínima e o Casa Pia, a fazer bela época, sofreu para vencer o São Martinho por 0-2. O Boavista, quinto da liga, perdeu por 1-0 com o Machico, do Campeonato de Portugal. O Estoril teve vida difícil e esteve a perder, mas lá eliminou o Amora por 2-3. O Portimonense caiu por 2-0 na casa do Vilaverdense e o Vitória conseguiu superar o Canelas por 1-3. Seguindo a tabela da primeira liga, encontramos o Chaves, derrotado por 3-2 pelo Valadares; o Arouca, vencedor por 0-2 em casa do Fontinhas e o Vizela que só eliminou o Penafiel, nos penalties. O Rio Ave perdeu 3-2 em Oliveira do Hospital; o Gil venceu 0-3 em Serpa e o Famalicão, 0-1, na Trofa. As equipas da base da tabela deram continuidade à má época, caindo: Tondela 2 Santa Clara 0; Setúbal 2 Paços de Ferreira 0 e Mafra 4 Marítimo 2. Nas equipas da segunda liga, destaque para o Farense, a fazer bao época, que bateu os vizinhos do Imortal, por 0-3.

Sporting passa Varzim

Pote resolveu, vindo do banco

Francisco Chaveiro Reis
19
Nov21

Design sem nome (4) (10).png

Para vencer o Varzim, equipa em zona de descida na segunda divisão, o Sporting teve que ir ao banco buscar Pote, Sarabia e Porro já que os que entraram de início não deram conta do recado mesmo que Esteves e Tabata tenham tido apontamentos interessantes, bem como Bragança. Já, Paulinho, avançado contratado por quase 20 milhões, nem um remate fez no jogo e apesar da garra, continua a não justificar a aposta. Teve, pois, que saltar Pote do banco (no caso para render o azarado Jovane, que também pouco fez, com a bola corrida…) para inaugurar o marcador, a passe de Sarabia. O espanhol cruzou, Paulinho tentou marcar de calcanhar e a bola sobrou para Pote fazer o golo 31 em 50 jogos de leão ao peito. Ele que é médio. O avançado, em 32 jogos, fez 7 golitos. Depois do susto do empate de Heliardo, de penalty, da mesma forma, bisou Pote, aproveitando que mais uma boa incursão de Porro acabou em falta dentro da área.

Braga vence Taça

2 a 0 ao Benfica

Francisco Chaveiro Reis
23
Mai21

Propaganda de Moda Capa para Facebook (15).png

Em ano de centenário e orientado por um treinador que nasceu em Braga e tem a vida ligada ao clube, o Sporting de Braga venceu a Taça de Portugal, batendo o Benfica por 2-0, em Coimbra. Lucas Piazón e Ricardo Horta foram os autores dos golos, num jogo em que Helton Leite foi expulso muito cedo e em que o Braga poderia ter goleado.  

A noite triste de Braga

Como um árbitro estraga um clássico

Francisco Chaveiro Reis
11
Fev21

Propaganda de Moda Capa para Facebook (2).pngO Braga-Porto, a contar para as meias-finais da Taça de Portugal, foi mais uma noite triste, que simboliza o pior do futebol português. Se o jogo não estava a ser dos piores, o que aconteceu, já na parte final, tudo mudou. Primeiro, a arrepiante lesão de David Carmo, ainda na semana passada com pé no Liverpool, que deve afastar o jovem defesa dos relvados por vários meses. Depois, uma decisão incrível do árbitro, que expulsou Luís Diaz, envolvido do lance que lesionou Carmo, mas sem qualquer culpa. Seguiram-se momentos caricatos (os jogadores de ambas as equipas a empurrarem a ambulância lama fora) e sobretudo, tensos, com mais cartões para o banco portista. Até ao fim, mais uma expulsão, justa, de Uribe e após mais de quinze minutos de descontos, o empate. Depois de Taremi fazer um chapéu a Matheus, castigando a saída extemporânea do guarda-redes bracarense, Fransérgio empatou. Como consequência, Sérgio Conceição confrontou o treinador adversário; o FC Porto voltou a atacar a arbitragem e, Luís Godinho foi ameaçado.

Bruno carrega Sporting para o Jamor

Francisco Chaveiro Reis
04
Abr19

Bruno-Fernandes-1.png

O médio Bruno Fernandes marcou ontem o seu 26.º golo da época e colocou o Sporting na final da Taça de Portugal. Nada que surpreende. O capitão e coração da equipa do Sporting está em todo o lado e faz tudo bem. Ontem, "bastava" vencer o Benfica por 1-0 e foi isso mesmo que o Sporting fez. Com muita trapalhice, que Gaspar, Gudelj, Raphinha ou Phellype mostram mais vontade do que talento mas com Acuña (se tivesse cabeça o que seria dele?) e principalmente Fernandes a espalharem classe. O Sporting foi sempre pressionante e mereceu a vitória, ante de um Benfica que se tem que preocupar mais com o campeonato e que parece começar a pagar a fatura de um futebol de alta rotação. Depois da página negra que foi maio de 2018, o Sporting pode em maio de 2019 passar a página. O clube não acabou, a equipa de futebol não está assim tão mal como se pensaria há um ano e vamos para a segunda final da época. Claro que nada disto substitui a conquista do campeonato mas o poder de cura do clube é, sem dúvidas, assombroso. 

Sporting volta ao Jamor três anos depois

Francisco Chaveiro Reis
19
Abr18

coates-taça.png

O Sporting vai marcar presença na final da Taça de Portugal daqui a pouco mais de um mês, no mítico Estádio do Jamor. A última conquista foi em 2015 ante do Sporting Braga. A tentativa de chegar à 17.ª Taça será ante o Desportivo das Aves, clube primodivisionário de uma pequena vila nortenha que eliminou o ainda mais modesto Caldas, equipa quase amadora que cometeu uma proeza ao obrigar a equipa de José Mota a 30 minutos extra. Sporting e FCP, visivelmente cansados, protagonizaram jogo morno com ligeiro ascendente leonino, muito por culpa da velocidade de Gelson. Apesar disso, o único golo nos 90 minutos surgiu apenas ao cair do pano, por Coates. O Sporting ganhava o direito ao prolongamento, numa altura que Conceição tinha colocado mais um defesa-central (Reyes) para defender o nulo. No tempo extra, o Sporting foi sempre melhor mas não teve competência para marcar. Nas grandes penalidades, tudo se decidiu, sem que Patrício ou Casillas fizessem uma defesa. 9 penaltys perfeito e um, o primeiro, de Marcano, a embater na base do poste.

O que mais interessa

Francisco Chaveiro Reis
07
Fev18

1024.jpg

O que mais interessa aos adeptos e sócios do Sporting é o que se passa no campo. E hoje há jogo grande. O Sporting visita o Dragão, e mesmo sem Dost e provavelmente com Gelson a não aguentar o jogo todo, e deve lutar pela vitória, na primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal. Jesus deve continuar a apostar numa defesa com Patrício, Piccini, Coates, Mathieu e Coentrão. No meio-campo, é certa a presença de Battaglia e William. Nas alas, as dúvidas. na direira, acredito que Gelson fique no banco, pelo menos uma parte. Aposto na entrada de Ribeiro para a direita mas Bruno César ou Bruno Fernandes também podem ser apostas. Na esquerda, Acuña anda cansado e Jesus pode lançar Bryan. Acredito que Fernandes começará atrás de Doumbia. O FCP, só não conta com Danilo, o que é em si uma baixa de peso. Conceição pode rodar um pouco, apostando em homens como Casillas, Maxi, Reyes ou Sares de início. Acredito num onze que não fuja muito deste: Casillas, Maxi, Felipe, Reyes e Telles; Brahimi, Herrera, Sérgio e Oliver, Soares e Aboubakar.