Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

08
Out18

Calma

Francisco Chaveiro Reis

peseiro-josé.jpg

O Sporting perdeu com o último, domingo à noite, depois de ter jogado na Ucrânia na quinta e de ter feito duas viagens gigantes. Está a 4 pontos do primeiro e lidera os seus grupos da LIga Europa e Taça da Liga. Com este plantel, Peseiro não pode fazer muito mais. 

08
Out18

Sporting escorrega em Portimão (4-2) e é quinto. Benfica (venceu Porto poe 1-0) e Braga lideram

Francisco Chaveiro Reis

portimonense-sporting-11.jpg

Um grande jogo do extremo japonês Nakajima destruiu o Sporting, ontem em Portimão. O até ontem último classificado venceu o Sporting por 4-2, com dois golos e duas assistências do camisa 10. O Sporting perdeu a oportunidade de saltar para o terceiro posto, ficando apenas um ponto de Benfica e Braga e, ao invés desceu para o quinto posto, ficando a 4 pontos dos primeiros. Com a competição a voltar apenas no dia 25, Peseiro terá tempo para recuperar uma equipa que perdeu dois dos últimos quatro jogos. Em dia de Clássico, um golo de Seferovic deu os três pontos ao Benfica que aproveitou o empate do Braga e o igualou no topo. 

25
Set18

Primeira derrota na era Peseiro 2. Sporting cai em Braga.

Francisco Chaveiro Reis

doc-20180924-24859835-07044306_770x433_acf_cropped

Depois de um jogo equilibrado, Abel mexeu bem na sua equipa, colocando Carlos Eduardo em campo e mexendo no esquema de jogo. Pouco depois, o médio brasileiro ex-Estoril fez a jogada que daria o 1-0 final a Dyego Sousa. Na resposta, Peseiro manteve tudo na mesma e trocou apenas jogador por jogador. Nani deu lugar a Jovane e Montero deu lugar a Castaignos. A explicação da derrota estará aí. Na não capacidade de mudar a forma de jogar durante a partida e a fraca qualidade de um banco que levou Peseiro a lançar Castaignos primeiro do que Diaby. Já Jovane, merecia a titularidade e, sem matadores, até faria boa figura a jogar como avançado móvel. Venha o Marítimo que nada está perdido. E venha o mercado de inverno que só com Dost não vamos lá.

image.jpg

PS: Atenção a este belo Braga, sem jogos de competições europeias e com um plantel de grande qualidade e maioritariamente português (50%). 

21
Set18

Sporting entra a ganhar

Francisco Chaveiro Reis

naom_5ba3f64468ecb.jpg

Sem fazer uma grande exibição, o Sporting dominou o Qarabag e venceu o clube azeri por 2-0. Apenas Vagner (ex-Boavista e Estoril) e o desacerto leonino impediram um resultado mais volumoso. Raphinha, provavelmente o melhor em campo, fez o primeiro, já na segunda parte, respondendo a grande cruzamenti de Nani. Já ao cair do pano, Montero faz a bola passar por baixo das pernas de um adversário e na sequência, Raphinha oferece o segundo a Jovane. Peseiro apostou em Salin, Ristovski, Coates, Mathieu (Pinto) e Acuña; Battaglia e Gudelj; Nani (Jovane), Fernandes e Raphinha; Montero (Diaby) . 

17
Set18

Quem são os novos homens fortes do futebol leonino

Francisco Chaveiro Reis

mw-860.jpg

Hugo Viana é diretor para as relações internacionais mas tem estado perto da equipa. Com 35 anos, o natural de Barcelos, enfrenta o seu maior desafio na carreira pós-futebolista. Viana chegou a Lisboa depois de alguns anos nas escolas do Gil Vicente. Estreou-se pela equipa principal do Sporting com 19 anos, sendo peça-chave na conquista do Campeonato Nacional de 2001-2002. Tinha parecenças com Rui Costa mas Boloni encostou-o à esquerda, num 4-4-2 que fez história. Não tardou a chamar a atenção de clubes de ligas maiores e juntou-se ao Newcastle após apenas uma época como sénior. Fez dois anos medianos na Premier League e regressou a Alvalade. Foi determinante com Peseiro, ajudando o Sporting a chegar ao final da Taça UEFA. Em poucos dias, o clube tudo perdeu. Viana seguiu para Espanha, passando três anos no Valência e um no Osasuna. Falou-se no seu regresso a Alvalade mas acabou no seu Minho. Passou quatro anos no Sporting de Braga antes de se mudar para os EAU, onde representou Al Ahli Club e Al Wasl. Retirou-se aos 33 anos, deixando a sensação de que poderia ter chegado mais longe, tal o requinte do seu jogo. Por Portugal 29 vezes. 

beto.png

Beto Severo terá um papel mais ativo, como Team Manager. Nascido em Lisboa em 1976, Beto, várias épocas capitão do Sporting e detentor da camisola número 22, esteve uma vida no Sporting. Foi emprestado ao União de Lamas e ao Campomaiorense, antes de se fixar no Sporting em 1996, onde permaneceu por nove anos. Venceu dois campeonatos e conseguiu a interessante soma de 25 golos marcados. Nada mau para um central (foi também defesa direito). Esteve meio ano no Bordeús e passou ainda por Huelva e Belenenses, provando que, tal como Oceano, o Sporting nem sempre trata bem os seus capitães. 

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Comentários recentes

Pesquisar