Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

CR7 na Arábia Saudita

Contrato milionário

Francisco Chaveiro Reis
01
Jan23

Visão do Peão (22).png

 

Cristiano Ronaldo vai jogar nos sauditas do Al-Nassr, numa movimentação de mercado que coloca a liga local no mapa e irá enriquecer ainda mais o avançado português. Tendo em conta as notícias das últimas semanas, esta mexida não surpreende mas não deixar de ser triste ver um dos melhores de sempre fora das maiores ligas mundiais.

Ronaldo das Arábias

Pode reforçar Al-Nassr

Francisco Chaveiro Reis
30
Nov22

Visão do Peão (8).png

Corre a forte possibilidade de Cristiano Ronaldo se tornar num Cristiano das Arábias, a troco de 500 milhões de euros, por um contrato de dois anos e meio. Esta parece ser uma possibilidade apenas se CR7 não tiver oportunidade de se manter a alto nível na Europa. E, como no verão, as portas começam a fechar-se. Ronaldo poderia então mudar-se para o Al-Nassr da Arábia Saudita, treinado por Rudi Garcia, e teria como companheiros, Anderson Talisca, Vicent Aboubakar, Luiz Gustavo ou David Ospina.

Para onde vai Ronaldo?

Possíveis destinos

Francisco Chaveiro Reis
24
Nov22

Design sem nome (11).png

É uma das questões centrais do futebol de hoje. Bem, do futebol pós-Mundial, claro. Onde jogará Cristiano Ronaldo em janeiro? O jogador até poder ter brincado com a possibilidade de se reformar como campeão do mundo, mas mesmo que leve a sua seleção à vitória final, acredito que continue a jogar até ao próximo Euro.

O regresso ao Sporting parece ser um delírio. Parece-me certo que tenha que baixar o salário no próximo desafio, mas em Alvalade não há fundos para satisfazer minimamente Ronaldo e a perspetiva de jogar na Liga Europa e não estar sequer na luta pelo título, não devem apelar minimamente a Ronaldo. Acredito que até possa vir mas nunca antes de tentar um último desafio ao mais alto nível. Também não acredito que continue a jogar nas Arábias, mesmo com salários ao nível do que está habituado. Outras ligas periféricas como a MLS, também não me parecem opção.

Ronaldo ficará no centro da Europa, numa equipa que esteja na Liga dos Campeões, nem que seja por meia época, antes de rumar a Portugal ou outro destino para ter uma boa época antes do Euro 2024, que marcará, provavelmente, o fim da sua carreira.

É quase impossível acertar no alvo, mas vejo algumas boas possibilidades. O Bayern de Munique não tem um 9 desde a saída de Lewandowski. A entrada de Ronaldo seria um belo upgrade em relação a Choupo Montig, que tem estado bem, e naquela equipa, Ronaldo faria uma bela média de golos e ainda jogaria a Liga dos Campeões. Seria previsivelmente campeão alemão e experimentaria mais uma liga de topo. Nesse sentido, o PSG também seria interessante, sobretudo pela ação de marketing que seria ver Ronaldo e jogar com Messi, mas desportivamente, economicamente e na gestão de egos, poderia ser uma missão espinhosa. Um regresso a Itália também poderia ser uma via. O belo Nápoles, grande candidato a voltar a ser campeão, poderia lucrar com a presença de alguém tão experiente para atacar a segunda metade da época. Outra pista seria a ida para o Chelsea, a precisar de referências após várias saídas no início da época. No Chelsea, Ronaldo manter-se-ia na Premier League, mas numa equipa com instalações e métodos supostamente mais modernos, mesmo estando também em fase de transição.

Ronaldo em queda

Voltará a jogar pelo United?

Francisco Chaveiro Reis
21
Out22

Design sem nome.png

As posições estão extremadas. Cristiano Ronaldo foi afastado do plantel do Manchester United e treinará à parte dos companheiros. Esta situação acontece após vários episódios infelizes de CR7, que culminaram na alegada recusa em jogar contra o Tottenham, como suplente utilizado e saída não autorizada e antes do tempo do banco, em direção aos balneários. Ten Hag, que tem fama de ser duro, tinha sido mais ou menos delicado com Ronaldo, mas terá também perdido a paciência.

É difícil tomar partido sem ter acesso a toda a informação, mas após uma carreira de luxo, que faz dele um dos melhores de sempre e ainda hoje o 20.º melhor do mundo, dá ideia que Ronaldo não está a saber lidar com a finitude da sua vida de futebolista. Não que vá acabar já. É provável que faça mais 2 ou 3 anos e tenha momentos de sucesso, mas, mesmo que se cuide como ninguém, Ronaldo já não é o mesmo e está numa fase má. Ronaldo, com outra atitude poderia manter o seu estatuto de lenda mundial, aceitando jogar menos, mas ajudando os jovens do United a crescer. E, provavelmente, jogando 20 a 30 minutos por jogo, marcaria vários golos importantes. Mas, dá ideia de que CR7 acha que tem ainda capacidade de jogar 90 minutos em todos os jogos e ser ainda um dos melhores do mundo. Infelizmente para ele, United e mundo da bola, já não é e entrou na fase descente da carreira, que não tinha que ser necessariamente decadente.

O que se segue? Para já, parece mais ou menos certo que não voltará a jogar pelo United, saindo pela porta pequena e ficando em ainda pior forma. Ronaldo arrisca-se a chegar sem ritmo ao Mundial, ele que já não fez exibições famosas por Portugal. E, na seleção, tem um estatuto de intocável, sendo uma certeza no onze, o que pode enfraquecer uma equipa que não terá Jota. Claro que, até pela sua personalidade, não é de excluir que um Ronaldo enraivecido, arranque para um Mundial memorável, mas, infelizmente, acho que não é para aí que caminhamos.

No pós-Mundial, Ronaldo terá novo clube. Não acredito que se mantenha em Inglaterra ou regresse a Espanha ou Itália. Ronaldo precisa de se sentir importante e mesmo que haja a tendência para, como no verão, de o associar aos maiores clubes, Ronaldo irá, penso, para uma liga periférica. Se quiser, como é legítimo, continuar com uma massa salarial ao nível da que tem, o Médio Oriente, onde jogará o Mundial, estará de portas abertas. Com desconto, a MLS, também é destino possível. Mas acredito mais que se mantenha pela Europa. Turquia, Grécia ou mesmo um regresso ao Sporting podem ser cenários uma vez que permitiriam a Ronaldo continuar a jogar, marcar, ter jogos europeus e o apoio do público. Veremos mas, um dos melhores de sempre não precisava disto após uma carreira brilhante.

CR700

Mais uma marca histórica

Francisco Chaveiro Reis
11
Out22

Design sem nome.png

A viver fase menos positiva, Ronaldo marcou, domingo, o 1-2 final no campo do Everton, voltando aos golos e garantido a vitória. Mas, esse golo foi especial por mais um fator: foi o golo 700 de Ronaldo, por clubes. Cristiano marcou 5 vezes pelo Sporting; 144 pelo United; 450 pelo Real Madrid e 101 pela Juventus. Isto, claro, sem falar nos 117 por Portugal.

CR96

Ronaldo é o quarto melhor marcador do United

Francisco Chaveiro Reis
14
Mar22

Visão de Peão (9).png

Cristiano Ronaldo até tinha falhado o derby com o City mas no regresso aos jogos do United, fez um hat-trick que derrotou o Tottenham. Além dos três pontos, os três golos de Ronaldo fizeram dele o quarto melhor marcador da história do United na Premier League, superando Ruud Van Nistelrooy que marcara 95 vezes. Ronaldo leva já 96 e começa a olhar para os números de Scholes (107) e de Giggs (109). Rooney é o melhor marcador de sempre do Manchester United no campeonato inglês com 183 golos.

Messi vence sexta bola

Francisco Chaveiro Reis
03
Dez19

2019-12-02t210839z_593336728_rc29nd9tpo9e_rtrmadp_

Está desempatado. Leo Messi venceu a sua sexta Bola de Ouro e passou a ter mais uma do que Cristiano Ronaldo que mais uma vez, não vencendo, não esteve presente na gala. Messi fez um discurso onde prometeu continuar a trabalhar para melhorar mas onde abriu a porta para o fim da carreira daqui a um ou dois anos. Ronaldo foi considerado o terceiro melhor do mundo, ficando também atrás de Van Dijk. Os outros portugueses nomeados, Bernardo Silva e João Félix , ficaram nas 8ª e 28ª posições. No futebol feminino, destaque para Megan Rapinoe, melhor do mundo, após capitanear os EUA, campeões mundiais.

Melhor do mundo será Ronaldo...Modric ou Salah

Francisco Chaveiro Reis
03
Set18

1508788493_582419_1508789364_noticia_normal.jpg

A gala The Best realiza-se a 28 de setembro em Londres e vai coroar o melhor jogador do mundo. Os finalistas são Ronaldo, detentor do título e favorito; Modric, que foi companheiro de Ronaldo nos sucessos do Real Madrid e chegou à final do Campeonato do Mundo e Salah, melhor marcador da melhor liga do mundo e finalista da Liga dos Campeões. Depois da surpresa da não vitória de Ronaldo como Melhor Jogador da UEFA, espera-se o sexto triunfo de Ronaldo. Já Messi, mesmo campeão, falha o pódio pelo primeira vez desde 2007.