Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

Mengão é campeão

Ceni levou clube a sétimo título

Francisco Chaveiro Reis
01
Mar21

Propaganda de Moda Capa para Facebook (3).jpg

Aos 48 anos, Rogério Ceni é novamente campeão brasileiro, desta vez como treinador, após três títulos como futebolista. E o jogo decisivo até envolveu o São Paulo, clube do qual Ceni é figura histórica central – é o jogador que mais vezes representou o clube e ainda marcou 131 golos, números históricos para um…guarda-redes. O Flamengo perdeu 2-1 na casa do São Paulo, mas o empate do Internacional, permitiu fazer a festa.

Se o título do ano passado, com Jesus, quase passou despercebido no meio da festa da conquista da Libertadores, este, mais sofrido, foi bem mais festejado. O Mengão acabou o Brasileirão com 21 vitórias, 8 empates e 9 derrotas contra as 28 vitórias, 6 empates e 4 derrotas do ano anterior. O Flamengo voltou a ser o melhor ataque (68 golos) mas desceu a produtividade (tinha marcado 86 no ano anterior). Gabibol, desta feita, ficou-se pelos 14 golos, menos 11 do que na campanha com Jesus. Mas, o título vale o mesmo, sobretudo num clube gigante como o Flamengo que conquistou apenas o seu sétimo campeonato nacional.

Voltemos a Ceni. Depois de jogar pelo São Paulo, entre 1990 e 2015, o antigo goleiro virou técnico. Começou, claro, no clube do coração, mas foi no Fortaleza que se destacou, vencendo várias competições regionais do Ceará. Pelo meio, passou, sem sucesso, pelo Cruzeiro. Depois do falhanço de Domènec Torrent, aterrou no Flamengo para ser campeão, mesmo tendo passado por tempos muito complicados.

Curiosa, é história de Abel Braga nos últimos dois campeonatos. No ano passado, começou no Flamengo, sendo substituído depois por Jesus, campeão. Este, orientou o Inter, que perdeu o campeonato na última jornada. Assim sendo, só orientou um campeão, uma vez: o Fluminense de 2012.