Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

Danny em Praga

Francisco Chaveiro Reis
27
Jun17

img_818x455$2016_03_13_21_50_34_520370.jpg

O internacional português Danny, dispensado do Zenit, vai jogar pelo Slavia de Praga na próxima época. Nascido na Venezuela há 33 anos, Danny começou a jogar futebol já na Madeira, com a camisola do Marítimo. Em 2001/2002 estreou-se como sénior e na época seguinte mudou-se para o Sporting de Boloni, Ronaldo, Quaresma, Jardel ou Sá Pinto. Não teve sucesso e foi emprestado ao Marítimo, tendo regressado ao Sporting. Sem ser títular, o médio ofensivo aceitou a mudança para o Dinamo de Moscovo, então cheio de portugueses, como Jorge Ribeiro, Frechaut, Maniche ou Luís Loureiro. Com mais de 100 jogos e 20 golos marcados, Danny mudou-se para São Petesburgo em 2008 e por lá ficou até agora. Foi titular, capitão e ajudou a equipa a vencer uma Supertaça Europeia, três ligas, duas taças e duas supertaças russas. O Marítimo tentou o seu regresso mas o português vai jogar na República Checa, num clube histórico, agora comprado por investidores chineses. Halil Altintop (Frankfurt, Shalke 04, Trabzonspor, Augsburgo, Frankfurt e Kaiserslautern) e Ruslan Rotan (Dinamo Kiev e Dnipro), são outros veteranos já confirmados. 

Euro 2016 - Perisic afasta Espanha da liderança

Francisco Chaveiro Reis
22
Jun16

sem nome.png

A Alemanha alcançou a sua segunda vitória no Euro 2016 e segue em frente como líder do seu grupo. Mario Gomez foi o único homem a desfeitar a defesa da brava Irlanda. No outro jogo, a Polónia bateu a Ucrânia por igual resultado (golo de Kuba) e passa em segundo. À noite, surpresa. A Croácia, numa grande exibição (sem Modric) venceu Espanha por 2-1. Morata adiantou a equipa espanhola mas Kalinic e Perisic viraram. A Croácia passa em primeiro. No outro jogo, prova de honra turca e 2-0 à Rep. Checa com golos de Burak Yilmaz e Ozan Tufan.

Euro 2016 - República da Irlanda arranca grande exibição

Francisco Chaveiro Reis
13
Jun16

los-jugadores-republica-irlanda-celebran-gol-hoola

Ao quarto dia, a campeã da Europa entrou em campo. E como a França ou a Alemanha, desiludiu mas venceu. A Espanha só venceu com um golo de Piqué a cinco minutos do fim. A República Checa deu boa réplica (Darida em destaque) e merecia pontuar. No segundo jogo do dia, bela exibição da República da Irlanda, liderada por Hoolahan, sempre a dominar a Suécia. Os verdes marcariam primeiro por Hoolahan, médio do Norwich. Long, Walters ou Hendrick bem tentaram seguir-lhe o exemplo mas não conseguiram. A Suécia, desisnpirada, empataria após boa jogada na qual Guidetti deu de calcanhar para Ibrahimovic cruzar. Clark, azarado introduziu a bola na própria baliza. Pelo que seu viu, a Suécia tem muito que fazer para não ficar no último posto. Destaque para Lindeloff, Olsson e Guidetti. Ibra não esteve bem. À noite, o futebol bonito da Bélgica esbarrou na experiência italiana. Os italianos, sem grandes estrelas e olhados de lado pela Europa do futebol, mostraram a sua classe e dominaram os segundos classificados do ranking UEFA. Giacherinni e Pellè marcaram os golos do 2-0-