Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

Portugal empata Espanha

Horta marca na Liga das Nações

Francisco Chaveiro Reis
03
Jun22

Visão de Peão.png

No arranque do Grupo 2 da Liga das Nações A, Portugal e Espanha empataram em Sevilha, na casa do Bétis. Num jogo em que Ronaldo começou no banco e Rafael Leão e André Silva foram titulares foi outro avançado, Morata, a marcar primeiro. O empate viria do banco, mas não através de Ronaldo. Ricardo Horta seria o herói da noite, ao empatar uma das melhores equipas da Europa. A Chéquia (parece que a mudança de nome dos países está na moda) lidera o grupo, após ter vencido a Suíça por 2-1, com golos (anedóticos) de Kuchta e Sow (na própria baliza) contra um (anedótico) de Okafor. Portugal recebe a Suíça, no domingo e a Chéquia, na quinta-feira. Dia 12, há jogo na Suíça.

Grupo H

Uruguai, Coreia e Gana

Francisco Chaveiro Reis
05
Abr22

Visão de Peão (7).png

Uruguai, Gana e Coreia do Sul são os adversários de Portugal no Mundial 2022. O Uruguai das estrelas Cavani, Suarez, Godín, Valverde ou de De Arrascaeta e dos “portugueses” Darwin, Ugarte e Coates será, à partida, o adversário mais difícil e equipa que eliminou Portugal nos oitavos do último Mundial. No apuramento, o Uruguai apenas foi superado por Argentina e Brasil. Depois da saída de Oscar Tabarez, Diego Alonso, antigo avançado de Valência, Atlético Madrid ou Peñarol, é o timoneiro.

Já a Coreia do Sul, orientada por Paulo Bento, antigo selecionador, que orientou Portugal no Mundial 2014. A Coreia conta com uma estrela mundial, Son Heung-min (Tottenham) e um conjunto de jogadores muito interessantes como Hwang Ui-jo (Bordéus), Hwang Hee-chan (Wolverhampton) ou Lee Kang-in (Mallorca). É provável que Bento consiga guiar a sua equipa ao terceiro lugar do grupo.  Por fim, o Gana, que acaba de eliminar a Nigéria. Parece-me que a equipa onde atua Mumin (Vitória) é favorita a ficar no último posto do grupo. Partey (Arsenal) será a maior estrela.

Para Portugal, o Mundial começa a 24 de novembro, contra o Gana. A 28, segue-se o Uruguai e a 2 de dezembro, há jogo com a Coreia do Sul.

Portugal no Mundial!

Desde 1998 que não falha

Francisco Chaveiro Reis
30
Mar22

Visão de Peão (1).png

Felizmente, não se deram surpresas no Dragão e, Portugal, está no Mundial do Catar, a jogar no fim do ano. Bruno Fernandes vestiu a pele de herói goleador, marcando um golo em cada parte e assinando o 2-0 final. Na noite de festa do Dragão, Vitinha estreou-se como internacional A. No outro play-off igual 2-0, na receção da Polónia à Suécia. As equipas europeias no Mundial serão: Alemanha, Bélgica, Croácia, Dinamarca, Espanha, França, Inglaterra, Países Baixos, Polónia, Portugal, Sérvia e Suíça. Devido à situação da Ucrânia, falta ainda definir um lugar europeu. O País de Gales terá ainda que defrontar o vencedor do Escócia-Ucrânia.

Com a atitude certa

Portugal recebe amanhã a Macedónia

Francisco Chaveiro Reis
28
Mar22

Visão de Peão (6).png

Receber a Macedónia do Norte não é apenas uma formalidade. É preciso jogar com garra e concentração para vencer uma equipa que, sendo limitada, tem as suas armas. A Macedónia eliminou a Itália e já tinha vencido a Alemanha. Ninguém aqui quer que as conquistas macedónias continuem, mas ninguém pode achar que são favas contadas.

A Macedónia do Norte entra amanhã em campo sem nada a perder. Se tudo correr de feição, alcança um feito histórico. Se não, fica na história por ter derrubado a campeã da Europa. O esquema habitual é um 4-2-3-1 com Dimitrievski (Rayo Vallecano) na baliza. Ristovski (Dinamo Zagreb) que passou três anos no Sporting é habitual titular na direita e, na esquerda, mora Alioski (Al Ahli Jeddah), que passou quatro bons anos no Leeds. No centro, devem jogar Musliu (Ingolstadt 04) e Velkovski (Rijeka). No meio, campo, o experiente Ademi (Dinamo Zagreb) lidera as operações defensivas, ao lado de Nikolov (Sheriff). No, Bardhi, dez de grande qualidade; Milan Ristovski (Spartak Trnava); Churlinov (Shalke 04) e Trajkowski (Al-Fayha).

Já Portugal, pode ter algumas alterações. Acredito que Patrício possa fechar a fase de apuramento, mesmo que, provavelmente, a aposta em Costa tenha seguimento num futuro próximo. Cancelo, cumprido o castigo, deve regressar ao onze e acredito na chamada de Mendes à titularidade. Apesar da exibição com falhas, não creio que Santos aposte em Inácio e Djaló, mantendo a dupla Fonte-Danilo. No meio, acredito na entrada de William para o lugar de Moutinho e na manutenção de Bernardo e Bruno. O ataque é de Otávio, Ronaldo e Jota mesmo que acredite que Leão, por exemplo, possa ter mais minutos, caso o jogo corra de feição. Com a atitude certa, estaremos no Mundial.