Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

Campeões da Europa

Inter vence onze anos depois

03
Mai21

Propaganda de Moda Capa para Facebook (3).jpg

Onze anos depois, o Inter é campeão de Itália, acabando com o reinado da Juventus. António Conte montou uma máquina vencedora e goleadora liderado pela dupla Lautaro Martinez (15 golos) e Romelu Lukaku (21 golos) e aproveitou o mau momento da Juventus, onde a opção Andrea Pirlo não está a resultar, nem deve durar além desta época. O Inter é o segundo melhor ataque e a melhor defesa e para além da dupla de ataque, contou com Handanovic, Bastoni, De Vrij ou Barella, como grandes figuras. Este é o 19.º título do Inter, ultrapassando o palmarés do Milan, rival da cidade.

Madonnina!

10
Fev20

inter-4-2-ac-milan-derby-live-serie-a-commentary-s

Pareciam dois jogos diferentes. No primeiro, leia-se primeira parte, o Milan dominou o Inter, não parecendo ser uma equipa que se tem vindo a arrastar. Com naturalidade, chegou ao 0-1, por Rebic, a passe de Ibrahimovic. Depois, foi o próprio sueco a voltar a fazer valer a sua corpulência, para fazer o 0-2. Para além dos dois ic da frente, destacavam-se Hakan, Bennacer e Theo. Já no segundo jogo, leia-se segunda parte, mandou o Inter. Em dois minutos, o empate. Primeiro foi Brozovic, capitão, a rematar colocado de primeira. Depois foi Godín a encontrar Alexis que assistiu Vecino. Que jogada. Já cheirava a remontada e foi o improvável De Vrij, com uma bela cabeçada, a dar o 2-3. Com Leão, Paquetá e Bonaventura em campo, o Milan quis o empate e aos 90´, Zlatan mandou uma bola ao ferro. Numa fase em que o Inter segurava a bola no meio-campo do Inter, Moses cruzou para Lukaku fazer o 4-2 que empata o Inter com a Juve, no topo do Calcio, com a Lázio a um ponto.

O novo Maestro de Milão

28
Jan20

drerikseninter1.jpg

Várias vezes apontado ao Real Madrid por largos milhões, acaba de se mudar para o Inter por...20 milhões de euros (estava quase a acabar contrato com os Spurs). Christian Eriksen, playmaker dinamarquês e um dos melhores médios do mundo deixa a melhor liga do mundo e junta-se ao Inter de Milão, que busca voltar a ser vencedor de uma liga nostálgica dos anos 90, quando era a prioridade das estrelas mundiais. Se por um lado é uma surpresa que não se mantenha em Inglaterra ou vá para Espanha (ou mesmo Alemanha ou França), por outro, é um reforço luxo para o Calcio e um grande passo para que este volte a ser referência. Depois da chegada de Ronaldo, o futebol italiano ganhou um novo fôlego e é de crer que Milan ou Nápoles, em busca de glória, também tentem contratar grandes estrelas. Com um grande mercado de inverno - Eriksen, Young ou Moses - o Inter vai vender caro, o campeonato à Juventus. 

Britânicos em Milão

09
Jan20

why-did-robbie-keane-39-s-inter-milan-spell-not-wo

Ashley Young, internacional inglês que não estará muito longe do fim da carreira, vai juntar-se ao Inter de Milão no verão, quando o seu contrato com o Manchester United, terminar. Young, que já foi extremo e nos últimos anos tem sido defesa lateral ou médio, está prestes a terminar uma relação que já vem de 2011. Depois de Watford, Aston Villa e United, o Inter será o quarto clube da sua carreira. O interesse do Inter num jogador de 34 anos, do futebol inglês, só se explica pelo conhecimento que Conte tem da Premier League.

Bom mote para pensar nos outros britânicos que passaram pelo Inter. Na história do Inter não há uma superestrela britânica e Paul Ince será o britânico mais conhecido, a jogar pelo Inter.  O box to box chegou a Milão, deixando o United para trás e fazendo 73 jogos e 13 golos, entre 1995 e 1997. Nesses dois anos, foi treinado por Roy Hodgson, que chegou à final da Taça UEFA e ao terceiro lugar do Calcio. Hodgson regressaria em 1998, para mais 4 jogos. Pouco depois, em 2000, chegou Robbie Keane, de 20 anos. Vindo do Coventry, não vingou e logo regressou a Inglaterra.

Mas o único britânico que venceu um campeonato pelo Inter, foi o avançado Gerry Hitchens, em 1962-1963. O inglês jogou ainda por Torino, Atalanta e Cagliari. Por fim, Liam Brady, irlandês, que jogando a médio, esteve no Inter entre 1984 e 1986.