Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

Lage nos Wolves

Continua a era portuguesa

09
Jun21

Propaganda de Moda Capa para Facebook (4) (8).png

Nuno Lage é o novo treinador do Wolverhampton, voltando ao ativo e a Inglaterra, onde tinha sido adjunto de Carlos Carvalhal. Com esta escolha, os Wolves mantêm a ligação estreita a Portugal e mesmo com Patrício e Podence (Roma), Moutinho (FCP) e Neves (Arsenal) associados a outros clubes, a armada portuguesa continuará forte com Semedo, Vitinha, Neto e Silva com outros, a serem associados, como Sá (Oympiacos), Palhinha (Sporting) ou Samuel Costa (Almeria).

Já Nuno, deve juntar-se ao Crystal Palace, não dando o salto esperado depois de ter sido associado a Arsenal, Everton e Tottenham. A única vantagem na mudança parece ser a possibilidade de viver em Londres, já que o Palace não parece ter mais a oferecer a Nuno do que o Wolves.

Cabazada United

03
Fev21

1300032159.0.jpg

O Manchester United goleou o Southampton por...9 a 0. Números de outros tempos, que o United até aplicou há bem pouco tempo. Na épcoa passada, foi o Leicester, supostamente bem mais forte do que estes Saints, a sofrer uma goleada à antiga. Ontem, uma expulsão logo aos 2 minutos muito ajudou a equipa de Bruno Fernandes. Ao intervalo, a conta já ia em 4 a 0, com golos de Bissaka, Rashford, Cavani e um autogolo de Bednarek (haveria de fazer penalty e ser expulso a poucos minutos do fim). Martial (2), McTominay, Fernandes (já vão 17 golos esta época) e James fizeram os outros. O United é primeiro, com os mesmos pontos do que o rival City mas, tem mais dois jogos disputados. O Southampton é 12.º.

O novo novo rico

04
Mai20

1170125943.jpg.0.jpg

O Newcastle United, clube do cinzento nordeste inglês, prepara-se para ser o mais recente novo rico da Premier League, piscando o olho às histórias de sucesso de Chelsea e City, que passaram de equipas de meio da tabela a equipas de topo.

Estará quase terminada a operação de compra do clube pelo saudita Mohamed Bil Salman, avaliada em cerca de 300 milhões de euros. O primeiro passo, que parece já estar alinhavado é o de contratar Mauricio Pochettino que deu nas vistas nos bancos de Sothampton e Tottenham. O argentino já terá, inclusive, manifestado o seu primeiro desejo ao novo “patrão”: Coutinho. Apagado no Inter, Barcelona e Bayern, Coutinho teve os melhores dias da carreia em Inglaterra e poderá vir a liderar um plantel de grande qualidade. O goleador francês, Dembelé, que atua no Lyon e tem sido ligado ao Manchester United, é outro nome falado, bem como Koulibay (Nápoles), Vidal (Barcelona), Van de Beek (Ajax), Fekir (Bétis), Borini (Hellas) ou Cavani (PSG).

Os fieis adeptos do Magpies, que viram o clube descer e subir nos últimos anos, mantiveram-se sempre fieis e estiveram sempre presente, em massa, no lindíssimo Saint James Park e terão certamente dias mais felizes a partir da próxima época. Fundado há 127 anos, venceu 4 campeonatos ingleses, o último dos quais em 1927. O último título conquistado, foi um campeonato da segunda divisão, há três anos. Numa história algo semelhante à do Chelsea, o Newcastle é um gigante adormecido onde não devem caber, no próximo plantel, a maior parte dos seus ativos.

Este verão, o suposto novo colosso, teve uma falsa partida. Agora, atacará o mercado, na esperança de lutar com Liverpool, City, Chelsea, Arsenal, Tottenham e United pelo título que quase quase conseguiu a meios dos anos 90.

O trabalho inglês

23
Jan20

MosesInterDR.jpg

Antonio Conte só passou dois anos em Inglaterra, mas a experiência deu frutos.  Logo no primeiro ano, recuperou uma série de jogadores que eram figuras secundárias no Chelsea e fez dos blues, campeões. No segundo ano, venceria a FA Cup e deixaria o Reino Unido. Esta época foi de regresso ao comando de um clube italiano, cinco anos depois de ter deixado a Juventus. E logo, Conte se lembrou de Inglaterra. Perdeu Icardi, com quem teve má relação e viu em Lukaku, antigo goleador (não consensual) do Manchester United, homem ideal para fazer par com Lautaro Martinez. O belga leva 18 golos e o argentino, 15. Agora, chegaram Moses e Young. Moses, nigeriano, ganhou nova vida com Conte, no seu 3-4-3 e voltou a perder gás, sem ele. Vem do campeonato turco e deve render Valentino Lazaro, que não se tem afirmado. Young deve também ser utilizado na esquerda do meio campo, numa liga onde a sua proveta idade, não é um problema. Conte ainda deve receber, durante janeiro, Giroud, suplente do Chelsea e Eriksen, em fim de contrato com o Tottenham.