Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Barça líder

Vai na frente para a pausa

Francisco Chaveiro Reis
09
Nov22

Design sem nome (13).png

O Barcelona entra na pausa para o Mundial, como líder da liga espanhola, após vencer ontem o Osasuna por 1-2. Num jogo atípico onde Lewandowski e Piqué, no último jogo da sua carreira, foram expulsos, o Barcelona viu-se a perder logo aos 6 minutos. O empate viria, por Pedri, no início da segunda parte e Raphinha, acabado de ser chamado para o seu primeiro Mundial, faria o 1-2 final, a cinco minutos do fim. O Barça soma agora 37 pontos, sendo que tem mais um jogo do que o Real que ainda pode chegar aos 35 (recebe amanhã o Cadiz) mas está a fazer uma boa época, com 12 vitórias em 14 jogos. A equipa de Xavi tem a melhor defesa da liga e o melhor ataque, sendo que tanto o melhor marcador (Lewandowski, com 13 golos) e o melhor assistente (Dembelé, com 5) atuam de blaugrana.

Joaquin mais um ano

Quase a fazer 41 anos

Francisco Chaveiro Reis
06
Jul22

Visão de Peão.png

Aos 40 anos (fará 41 ainda este mês), Joaquin renovou com o Bétis. O extremo internacional espanhol por 51 vezes vai assim para a sua oitava temporada consecutiva no clube de Sevilha (já lá tinha passado seis, no início da carreira). Joaquin, andaluz, estreou-se aos 19 anos pela equipa principal após ter passado pela formação e equipa B. Deixaria o Bétis em 2006 para jogar cinco épocas no Valência, duas no Málaga e outras duas na Fiorentina. O verão de 2015 marcou o seu regresso a “casa”. Aos 34 anos, não se esperava tal longevidade e Joaquin não faz parte do plantel apenas pelo seu carisma. Na época passada esteve em 36 jogos, marcando 2 golos e fazendo 4 assistências. Na final da Taça do Rei, entrou a tempo de jogar o tempo extra e de converter uma das grandes penalidades do desempate. Esta foi a terceira Taça do Rei do extremo, tendo vencido 2 pelo Bétis e uma pelo Valência.

Campeões na Europa

Real, em Espanha

Francisco Chaveiro Reis
30
Abr22

Visão de Peão (7).png

Liderado por um Super-Benzema, o Real Madrid festejou no sábado o seu 35.º campeonato espanhol. Ao Real, bastava empatar com o Espanhol, mas deu goleada. Rodrygo fez os dois primeiros golos da festa. Asensio e Benzema (42 golos em 42 jogos) fizeram a outra metade. A quatro jogos do fim, o Real Madrid soma 25 vitórias, 6 empates e 3 derrotas. O Real é quem mais marcou até agora – 73 – e a segunda melhor defesa – 29. No top 5 de vitórias na prova, o Real continua a liderar com estas 35 conquistas seguido de Barcelona (26), Atlético (11), Athletic (8) e Valência (6).

Vem aí o melhor Auba

Gabonês chega a Camp Nou

Francisco Chaveiro Reis
04
Fev22

Design sem nome (5).png

 

Vai usar e camisola com o número 25 e quer ser tratado por Auba. Aos 32 anos, Pierre-Emerick Emiliano François Aubameyang está no topo da sua carreira e vai muito a tempo de passar uns anos como um dos melhores avançados do mundo. Auba nasceu em França, mas é internacional gambiano. Teve um percurso rico na formação: Nice, Laval, Rouen, Bastia e Milan e cimentou a sua carreira em França, jogando ao serviço de Dijon, Lille e Mónaco antes de três épocas no Saint-Étienne, com destaque para as duas últimas, nas quais marcou 39 golos.

Aos 25 anos, chegou à Bundesliga, juntando-se a Lewandowski, Reus, Mkhitaryan, Hummels ou Subotic no Dortmund. Passou lá quatro anos e meio e marcou 141 golos. Sem surpresa, chamou à atenção do melhor campeonato do mundo e juntou-se ao Arsenal, onde passou quatro épocas completas. Marcou 92 golos, mas mais uma vez, tal como na Alemanha, não enriqueceu muito o seu palmarés.

Chega agora a um dos maiores clubes do mundo, ainda maiores do que já representou e onde, apesar da concorrência do Real Madrid, terá oportunidade de vencer mais trofeus. Tem Xavi como novo treinador e uma série de jovens talentos como Nico, Gavi e Pedri prontos a servi-lo, bom como interessantes companheiros de ataque como Adama, Ferrán, Fati ou Memphis.

Koeman não soma, nem segue

Francisco Chaveiro Reis
17
Jan21

1610909366_916448_1610921283_noticia_normal_recort

Ronald Koeman, filho adotivo do Barcelona, continuará na história do gigante mundial, como jogador mas dificilmente será sequer uma nota de rodapé, como treinador. Ontem, guiou o Barcelona à derrota na final da Supertaça. Numa edição que contou com meias finais, o Barcelona deixou para trás a Real Sociedad mas no jogo de ontem, deixou-se empatar em cima dos 90´, para ser derrotado no tempo extra. Griezmann até colocou o Barça em vantagem, por duas vezes, mas De Marcos, Villalibre e Williams deram a terceira Supertaça da história do Athletic.

Silva na Sociedad

Francisco Chaveiro Reis
18
Ago20

4LTA2BEI2U6APRCGPGW5GLKPLM.jpg

Depois de dez anos no Manchester City, David Silva vai jogar na Real Sociedad. O problema é que tinha tudo certo com a Lázio e era esperado em Roma a qualquer altura. Acabou por escolher o País Basco e o regresso ao seu país, esquecendo-se de avisar o clube com o qual estava em negociações avançadas. Igle Tare, diretor desportivo da Lázio, comentou bem ao seu estilo...atacante.

O que será de Bale?

Francisco Chaveiro Reis
24
Jul19

gareth_bale_real_madrid_render_by_bardocksonic_d6k

Aos 30 anos, o extremo galês Gareth Bale vive numa encruzilhada. Pretendido pelos largos milhões da China, parece estar decidido a manter-se por Madrid, onde ganha bem e vive melhor, mas não há quem o queira por lá. Zidane já lhe deu guia público de marcha e pelo menos no Real, não jogará. Seria natural que fosse procurado pela Premier League onde “nasceu” e cresceu, mas a par dos orientais, “apenas” lhe são apontados PSG e Inter como destinos. O que será do galês, com tanto ainda por dar?

Vítima da presença de Ronaldo e depois da sombra do português, do seu feitio tímido e da pressão constante que rodeia um clube galáctico, Bale falhou em Madrid. E quando escrevo que falhou, escrevo-o mesmo sabendo que conquistou 4 Ligas dos Campeões, 2 Supertaças Europeias, 3 Campeonatos do Mundo de Clubes e ainda, 3 competições internacionais. Em 6 épocas, marcou 102 golos em 231 jogos. Não são números de desprezar. Mas, Bale falhou. Essencialmente porque não conquistou o balneário nem as bancadas. Nunca foi grande ajuda para Ronaldo, nem foi estrela substituta quando o português saiu. Bale (na figura do seu agente) conseguiu irritar o imperturbável Zidane e condenou a sua continuidade.

Bale deu nas vistas ainda miúdo (16 anos) com a camisola (número 37) do Southampton, conhecido pela sua escola (aliás, essa equipa tinha ainda Walcott de 17 anos ou Lallana de 19). Passou pelo Tottenham, onde a camisola número 3 parecia anunciar um defesa-esquerdo. Como o Inter descobriu, Bale sabia fazer muito mais do que defender e acabou mesmo por se fixar como extremos goleador. Foi nessa qualidade que se mudou para Madrid. Qual será o novo capítulo?

Ronaldo chega aos 400 golos

Francisco Chaveiro Reis
06
Nov18

cristiano-ronaldo-juventus-cagliari-serie-a_15eo49

Cristiano Ronaldo é o primeiro jogador de sempre a alcançar a marca dos 400 golos nas principais 5 ligas europeias. Ronaldo, que só atuou em três delas (Inglaterra, Espanha e Itália), alcançou esta marca com o bis no campo do Empoli, chegando aos 7 golos na prova. Ronaldo passou três anos em Manchester; tornou-se o melhor marcador da história do colosso Real Madrid ao longo de nove épocas e chegou esta época ao Calcio.