Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

Joselu não chega

Derrota Real no derby

Francisco Chaveiro Reis
25
Set23

Visão do Peão (1).pngHabituado a nomes como Sanchez, Suker, Mijatovic, Morientes, Ronaldo, Cristiano, Raul ou Benzema, o Real Madrid ataca esta época, com...Joselu, um nome sólido para ser opção mas não para ser figura do ataque. Não admira a falta de qualidade, ontem, contra o Atlético de Madrid, que deu em derrota por 3-1. Bellingham não pode disfarçar tudo.

Lamine bate recordes

Mais jovem de sempre a jogar e marcar por Espanha

Francisco Chaveiro Reis
08
Set23

Visão do Peão (4).png

Lamine Yamal é o mais jovem internacional de Espanha (já tinha sido o mais jovem de sempre a jogar pela principal equipa do Barcelona), tendo entrando no jogo de hoje na Geórgia, aos 16 anos e 57 dias. No mesmo jogo, a nova estrela do Barcelona também se estreou a marcar, tornando-se, igualmente, no mais novo de sempre a marcar por La Roja. Espanha venceu por 1-7.

Yamal, que tem dupla nacionalidade (Guiné Equatorial) e soma 5 jogos pelo Barcelona. Na época passada jogou uma vez, podendo ser campeão espanhol e nesta leva já 4 presenças, assumindo-se como titular. Yamal destrona duplamente o colega de equipa, Gavi, que se estreara com 17 anos e dois meses e marcara alguns meses depois.

Golos espanhóis

Na liga portuguesa

Francisco Chaveiro Reis
19
Abr23

Os ares portugueses têm feito bem aos avançados espanhóis. Num passado recente, Tony Martinez, com passagens por Valência e West Ham chegou a Famalicão para marcar 14 golos numa época e ser contratado pelo FCP onde leva 26 golos em quase três épocas, alguns deles, decisivos. Fran Navarro, provavelmente o mais goleador dos que vamos falar, deve também juntar-se ao FCP após 33 golos (até agora) pelo Gil Vicente. Em 2020-2021, Mario Gonzalez brilhou pelo Tondela, fazendo 15 golos numa época, saltando para o Braga, onde acabou por não vingar.

Na liga atual, além de Navarro, estão homens como Mujica ou Butzke. Rafa Mujica, das escolas do Barcelona, estreou-se este ano em Portugal e leva 14 golos pelo Arouca. Em Chaves mora Héctor Hernández, que conta 6 golos. Em Braga, está Abel Ruiz, vindo das escolas do Barcelona e que já festejou 10 vezes esta época. Alvaro Djaló também para por Braga. O seu trabalho é mais de assistir, mas soma 4 golos. Na zona de descida, está Adrián Butzke, que já marcou 6 vezes pelo Paços.

Pela proximidade geográfica e linguista, esta deve ser tendência a manter-se nos próximos anos já que futebolistas e cubes de origem conseguem valorizações. Longe vão os tempos de Tote, Angulo, Adrian Lopez, Jeffren ou RDT.

Barça líder

Vai na frente para a pausa

Francisco Chaveiro Reis
09
Nov22

Design sem nome (13).png

O Barcelona entra na pausa para o Mundial, como líder da liga espanhola, após vencer ontem o Osasuna por 1-2. Num jogo atípico onde Lewandowski e Piqué, no último jogo da sua carreira, foram expulsos, o Barcelona viu-se a perder logo aos 6 minutos. O empate viria, por Pedri, no início da segunda parte e Raphinha, acabado de ser chamado para o seu primeiro Mundial, faria o 1-2 final, a cinco minutos do fim. O Barça soma agora 37 pontos, sendo que tem mais um jogo do que o Real que ainda pode chegar aos 35 (recebe amanhã o Cadiz) mas está a fazer uma boa época, com 12 vitórias em 14 jogos. A equipa de Xavi tem a melhor defesa da liga e o melhor ataque, sendo que tanto o melhor marcador (Lewandowski, com 13 golos) e o melhor assistente (Dembelé, com 5) atuam de blaugrana.

Joaquin mais um ano

Quase a fazer 41 anos

Francisco Chaveiro Reis
06
Jul22

Visão de Peão.png

Aos 40 anos (fará 41 ainda este mês), Joaquin renovou com o Bétis. O extremo internacional espanhol por 51 vezes vai assim para a sua oitava temporada consecutiva no clube de Sevilha (já lá tinha passado seis, no início da carreira). Joaquin, andaluz, estreou-se aos 19 anos pela equipa principal após ter passado pela formação e equipa B. Deixaria o Bétis em 2006 para jogar cinco épocas no Valência, duas no Málaga e outras duas na Fiorentina. O verão de 2015 marcou o seu regresso a “casa”. Aos 34 anos, não se esperava tal longevidade e Joaquin não faz parte do plantel apenas pelo seu carisma. Na época passada esteve em 36 jogos, marcando 2 golos e fazendo 4 assistências. Na final da Taça do Rei, entrou a tempo de jogar o tempo extra e de converter uma das grandes penalidades do desempate. Esta foi a terceira Taça do Rei do extremo, tendo vencido 2 pelo Bétis e uma pelo Valência.

Campeões na Europa

Real, em Espanha

Francisco Chaveiro Reis
30
Abr22

Visão de Peão (7).png

Liderado por um Super-Benzema, o Real Madrid festejou no sábado o seu 35.º campeonato espanhol. Ao Real, bastava empatar com o Espanhol, mas deu goleada. Rodrygo fez os dois primeiros golos da festa. Asensio e Benzema (42 golos em 42 jogos) fizeram a outra metade. A quatro jogos do fim, o Real Madrid soma 25 vitórias, 6 empates e 3 derrotas. O Real é quem mais marcou até agora – 73 – e a segunda melhor defesa – 29. No top 5 de vitórias na prova, o Real continua a liderar com estas 35 conquistas seguido de Barcelona (26), Atlético (11), Athletic (8) e Valência (6).

Vem aí o melhor Auba

Gabonês chega a Camp Nou

Francisco Chaveiro Reis
04
Fev22

Design sem nome (5).png

 

Vai usar e camisola com o número 25 e quer ser tratado por Auba. Aos 32 anos, Pierre-Emerick Emiliano François Aubameyang está no topo da sua carreira e vai muito a tempo de passar uns anos como um dos melhores avançados do mundo. Auba nasceu em França, mas é internacional gambiano. Teve um percurso rico na formação: Nice, Laval, Rouen, Bastia e Milan e cimentou a sua carreira em França, jogando ao serviço de Dijon, Lille e Mónaco antes de três épocas no Saint-Étienne, com destaque para as duas últimas, nas quais marcou 39 golos.

Aos 25 anos, chegou à Bundesliga, juntando-se a Lewandowski, Reus, Mkhitaryan, Hummels ou Subotic no Dortmund. Passou lá quatro anos e meio e marcou 141 golos. Sem surpresa, chamou à atenção do melhor campeonato do mundo e juntou-se ao Arsenal, onde passou quatro épocas completas. Marcou 92 golos, mas mais uma vez, tal como na Alemanha, não enriqueceu muito o seu palmarés.

Chega agora a um dos maiores clubes do mundo, ainda maiores do que já representou e onde, apesar da concorrência do Real Madrid, terá oportunidade de vencer mais trofeus. Tem Xavi como novo treinador e uma série de jovens talentos como Nico, Gavi e Pedri prontos a servi-lo, bom como interessantes companheiros de ataque como Adama, Ferrán, Fati ou Memphis.

Koeman não soma, nem segue

Francisco Chaveiro Reis
17
Jan21

1610909366_916448_1610921283_noticia_normal_recort

Ronald Koeman, filho adotivo do Barcelona, continuará na história do gigante mundial, como jogador mas dificilmente será sequer uma nota de rodapé, como treinador. Ontem, guiou o Barcelona à derrota na final da Supertaça. Numa edição que contou com meias finais, o Barcelona deixou para trás a Real Sociedad mas no jogo de ontem, deixou-se empatar em cima dos 90´, para ser derrotado no tempo extra. Griezmann até colocou o Barça em vantagem, por duas vezes, mas De Marcos, Villalibre e Williams deram a terceira Supertaça da história do Athletic.

Silva na Sociedad

Francisco Chaveiro Reis
18
Ago20

4LTA2BEI2U6APRCGPGW5GLKPLM.jpg

Depois de dez anos no Manchester City, David Silva vai jogar na Real Sociedad. O problema é que tinha tudo certo com a Lázio e era esperado em Roma a qualquer altura. Acabou por escolher o País Basco e o regresso ao seu país, esquecendo-se de avisar o clube com o qual estava em negociações avançadas. Igle Tare, diretor desportivo da Lázio, comentou bem ao seu estilo...atacante.