Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

Senegal é rei de África

Mané bate Salah

Francisco Chaveiro Reis
07
Fev22

Design sem nome (2).png

O Senegal de Sadio Mané é o novo detentor da CAN, prova que venceu ontem pela primeira vez, nos Camarões. Mané, que até falhou um penalty, logo no início do jogo, converteria a grande penalidade decisiva, no desempate final, deixando por terra o Egipto de Carlos Queirós e do colega de equipa, Mo Salah.

O Senegal passou pela fase de grupo com 1 golo marcado e zero sofridos, resultado do 1-0 ao Zimbabué (Sadio Mané, de penalty, aos 97 minutos) e de dois nulos, ante de Guiné Conacri e Maláui. Nos oitavos, 2-0 a Cabo Verde, com Mané a voltar a marcar e Dieng (avançado do Marselha) a fazer o segundo. Nos quartos, 3-1 à Guiné Equatorial, com golos de Sarr (Watford), Kouyaté (Crystal Palace) e Diédhiou (Alanyaspor) e nas meias, novo 3-1, desta vez ao Burkina Faso, com golos de Mané, Diallo e Gana (PSG).

Já o Egipto seguiu em segundo no seu grupo, atrás da Nigéria e à frente de Sudão e Guiné Bissau. Na estreia, derrota por 1-0 com a Nigéria e depois, duas vitórias. 1-0 à Guiné (Salah) e 1-0 ao Sudão (Abdel Monem, defesa do Al Ahly). Nos oitavos, vitória ante da Costa do Marfim, nas grandes penalidades e nos quartos, 2-1 a Marrocos, já no tempo extra, com golos de Salah e Trezeguet (Aston Villa). Nas meias, nulo frente aos Camarões e vitória nas grandes penalidades. Se vencesse ontem, o Egito conquistaria a sua oitava CAN.

Nota para os Camarões, onde morava António Conceição, o outro treinador português em prova e os melhores marcadores da CAN: Aboubakar (Al Nassr), com 8 golos e Toko Ekambi (Lyon), com 5 golos. Hongla (Hellas Verona), com 3 assistências, foi também o melhor da prova.