Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Campeões na Europa

Milan, Itália

Francisco Chaveiro Reis
22
Mai22

Visão de Peão (6).png

O Milan só precisava de um ponto no campo do Sassuolo mas Rafael Leão tinha uma ideia diferente. O avançado português tratou de inventar três golos, oferecendo dois a Giroud e um a Kessie, ajudando o Milan a ser campeão, 11 anos depois. O Milan chegou ao seu 19.º campeonato italiano, conquistando 26 vitórias, 8 empates e 6 derrotas, sofrendo apenas 31 golos (tantos como o Nápoles) e marcando apenas 69 vezes (menos do que Inter, Nápoles e Lázio). Além de Leão, destacaram-se na campanha, Tomori, Theo, Tonali ou Kessie.

Campeões na Europa

City, Inglaterra

Francisco Chaveiro Reis
22
Mai22

Visão de Peão (5).png

O Manchester City é bicampeão inglês após vencer, como se esperava, o Aston Villa.  Surpresa, foi a forma como a tarde decorreu. Os de Liverpool tinham fé que os seus – Gerrard e Coutinho – ajudassem a que um pequeno milagre acontecesse e, quase que a sua fé teve razão de ser. O City algo nervoso, não conseguiu concretizar as oportunidades que teve e ao intervalo, perdia por 0-1, graças ao golo do polaco, Cash. O desespero chegou a Manchester, quando Coutinho fez o 0-2. Faltavam apenas 21 minutos para os 90. Seria determinante a entrada de Gundagan, para o lugar de Bernardo. O alemão faria o 1-2, de cabeça, aos 76. Aos 78, golaço de Rodri. Aos 81, Gundogan encostou para o golo e para o título. O City deu a volta ao jogo em 5 minutos e tornou-se campeão. Gundogan é o novo Agueroooooooo. Épico.

O City acaba a época com 29 vitórias, 6 empates e 3 derrotas, tendo marcado 99 (!!!) golos e sofrido apenas 26. Termina com mais 1 pontos do que o Liverpool, mais 5 golos e tantos golos sofridos como a equipa de Klopp, num campeonato decidido à última e onde qualquer uma das equipas merecia a felicidade final. Sem uma referência – terá Haaland daqui a semanas – o City não tem ninguém no top de goleadores, tendo sido Son (Tottenham) e Salah (Liverpool), os melhores, com 23 golos cada um, seguidos de Ronaldo (18).

O City chegou ao seu oitavo campeonato, quatro com Pep Guardiola.

Campeões da Europa

Atlético, sete anos depois

Francisco Chaveiro Reis
24
Mai21

Propaganda de Moda Capa para Facebook (5) (3).png

Pela terceira vez na sua vida, Diego Simeone esteve envolvido na conquista de um campeonato, pelo Atlético de Madrid. Em 1995-1996, ao lado de homens como Molina, Santi, Geli, Pantic, Caminero, Penev ou Biagini, conquistou a dobradinha. Como treinador, levou o Atléti ao segundo título de campeão espanhol, em sete anos. Simeone, já se sabe, ainda venceu duas Ligas Europa, duas Supertaças da Europa, uma Taça do Rei e uma Supertaça de Espanha. No campo, Suarez, dispensando do Barcelona, marcou o golo da vitória no campeonato e foi uma das grandes figuras da época, com 21 golos. Oblak, Llorente ou Koke, foram outras das figuras.

Campeões da Europa

Lille ganha corrida a PSG

Francisco Chaveiro Reis
24
Mai21

Propaganda de Moda Capa para Facebook (1) (11).png

Depois do Mónaco de Leonardo Jardim, ontem foi a vez do Lille conseguir o feito de ser campeão em plena era do PSG multimilionário. O Lille, campeão pela oitava vez na sua história, venceu o Angers por 1 a 2 e garantiu a vitória final com mais um ponto do que o PSG. O Lille, com José Fonte, Tiago Djaló, Renato Sanches, Xeca e José Bica no plantel, contou com temporadas fabulosas de David, Yazuci, Bamba ou Maignan e sobretudo com o contributo do veterano turco Burak Yalmaz, de 35 anos, autor de 16 golos na Ligue 1.

Campeões da Europa

Sporting, 19 anos depois

Francisco Chaveiro Reis
12
Mai21

Propaganda de Moda Capa para Facebook (9).png

Dezanove anos depois, o Sporting é campeão nacional, após ter vencido o Boavista por 1-0, com golo de Paulinho, novo herói leonino. Sem derrotas em 32 jornadas, o Sporting foi a melhor equipa de um campeonato atípico e onde, no início, parecia partir em quarto na corrida. Ruben Amorim é, sem dúvida, o maior obreiro do título, mas, em campo, os destaques foram Adán, Palhinha, Gonçalves, Santos e, sobretudo, o grande capitão Coates.

Campeões da Europa

Ajax é bicampeão

Francisco Chaveiro Reis
03
Mai21

Propaganda de Moda Capa para Facebook.png

O Ajax é bicampeão dos Países Baixos. Os comandados de Erik tem Hag superaram o PSV e o AZ e voltaram a contar com o avançado móvel sérvio, Dusan Tadic como figura central (14 golos), além dos jovens Timber, Gravenberch, Ekkelenkamp e Antony e dos mais experientes Blind, Tagliafico, Haller ou Klaassen. Este foi o 35.º título do Ajax.

Campeões da Europa

Zenit goleia e festeja

Francisco Chaveiro Reis
03
Mai21

Propaganda de Moda Capa para Facebook (2).png

O Zenit de São Petersburgo bateu o segundo classificado, Lokomotiv de Moscovo, e celebrou a conquista da liga russa, pela terceira vez consecutiva. O iraniano Sardar Azmoun (26 golos) e Artyom Dzyuba (16 golos) foram os destaques da época, numa equipa na qual Driussi, Malcom, Ozdoev, Mostovoy ou Lovren também estiveram em grande. Sergei Semak, jovem técnico, venceu o título pela terceira vez.

Campeões da Europa

Inter vence onze anos depois

Francisco Chaveiro Reis
03
Mai21

Propaganda de Moda Capa para Facebook (3).jpg

Onze anos depois, o Inter é campeão de Itália, acabando com o reinado da Juventus. António Conte montou uma máquina vencedora e goleadora liderado pela dupla Lautaro Martinez (15 golos) e Romelu Lukaku (21 golos) e aproveitou o mau momento da Juventus, onde a opção Andrea Pirlo não está a resultar, nem deve durar além desta época. O Inter é o segundo melhor ataque e a melhor defesa e para além da dupla de ataque, contou com Handanovic, Bastoni, De Vrij ou Barella, como grandes figuras. Este é o 19.º título do Inter, ultrapassando o palmarés do Milan, rival da cidade.