Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

Bas Dost

Rápidas melhoras!

Francisco Chaveiro Reis
30
Out23

Visão do Peão.pngBas Dost desmaiou ontem em campo, provocando a interrupção do jogo entre AZ e NEC (Dost já marcara). Felizmente, tudo não terá passado de um susto para o goleador que marcou 93 golos pelo Sporting.

Dost é reforço do Frankfurt

Francisco Chaveiro Reis
26
Ago19

ec5px6cw4aaqrnn_770x433_acf_cropped.jpg

Agora é oficial. Bas Dost já é jogador do Eintracht Frankfurt onde irá ser concorrente de Gonçalo Paciência. O clube alemão paga 7 milhões (a este valor, podem somar-se mais 500 mil euros) e o Sporting garante ainda 15% de uma futura venda. Mesmo sabendo da vontade do jogador e do alto salário que auferia, este é um momento amargo para o Sporting que vê sair um homem com uma média de 31 golos por época por um valor que é quase metade do que o holandês custou. Aguarda-se o nome do seu substituto, urgentemente.

Ponto de situação

Francisco Chaveiro Reis
20
Ago19

Bas-Dost 2.png

Segundo um comunicado de hoje do Sporting, à vontade do clube reduzir a massa salarial, juntou-se (desde maio), a vontade de Bas Dost deixar Alvalade, com a razão legítima de considerar que o seu ciclo como leão, tinha chegado ao fim. Até aqui, tudo normal. Assim aparecesse um clube que cumprisse os requisitos financeiros que o Sporting considerasse justos.

Ficamos hoje a saber que vários clubes os cumpriram (mais do que o Frankfurt que deve ser, mais tarde ou mais cedo, o destino de Dost) mas que o holandês não aceitou nenhuma mudança. Mais uma vez, por muito frustrante que seja para o clube, Dost tem opção de escolha e de ignorar os benefícios do negócio para o clube.

Depois de anunciar na véspera do jogo contra o Braga (péssimo timing, sem qualquer resultado positivo) a existência de um entendimento com o Frankfurt para a transferência, o Sporting acabou publicamente fintado, até pelo seu treinador, que deu ares de que não sabia da mudança iminente. 

Ontem, nas televisões, falou-se nas lágrimas de Dost, supostamente empurrado para fora do clube que tanto gosta. Hoje nas capas dos desportivos, Dost faz papel de teimoso e diz-se que está inclinado a ficar. Acredito que tudo dependa de valores e que, como sempre nestes casos, os mais próximos do jogador é que possam dificultar o negócio e não o próprio. Mas é o nome de Bas que fica manchado.

O Sporting, encurralado, viu-se na obrigação de retaliar no espaço público e fazer a cronologia dos acontecimentos. Dost já não tem condições para continuar e sabendo disso mesmo, é de crer que o Frankfurt queira um desconto. Dost perdeu o espaço que tinha e terá mesmo que sair, como afinal deseja ou desejou. E isso é triste. O fim de uma relação com memórias tão boas é sempre triste, mas por entre tantas críticas à administração, é preciso dizer que o Sporting nunca é mais pequeno do que qualquer jogador e que jogadas de bastidores para encher bolsos nunca podem ser toleradas.

Bas Dost terá mais jeito para marcar golos do que para escolher companhias. Será sempre celebrado pelos 93 golos e será sempre a imagem máxima do pior dia da história do clube. Mas fica também marcado pelo dia de hoje. Espero que não fique ainda mais pelos dias que se seguem.

Dois bons nomes

Francisco Chaveiro Reis
20
Ago19

giovanni_pablo_simeone_by_fabrizioleone_dbzr022-pr

Na altura em que se põe em causa a ida de Bas Dost para Frankfurt, são apontados ao Sporting, dois nomes bastante interessantes: Idrissi e Simeone. Oussama Idrissi é um extremo esquerdo marroquino (nascido na Holanda) de 23 anos que atua no AZ Alkmaar. Leva 3 golos em 3 jornadas e seria uma bela solução para as alas ofensivas, numa altura em que Diaby deixa muito a desejar. Segundo o Transfermarkt, vale 5 milhões de euros. Já Giovanni Simeone, filho do treinador do Atlético de Madrid, Diego, viria por empréstimo da Fiorentina. Simeone, de 24 anos, deu nas vistas no River Plate antes de convencer o Génova a apostar em si. Na época passada marcou 8 golos em 40 partidas e diz-se que este ano poderá perder espaço com a chegada de Boateng.