Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

Xavi sai no verão

Pelo próprio pé

Francisco Chaveiro Reis
29
Jan24

Cópia de Design sem nome (1).png

Após mais uma derrota na sua era, Xavi anunciou a saída do comando do Barcelona no próximo verão. O 3-5 ante do Villarreall (com golo de Guedes) fez com que o Barcelona ficasse a 10 pontos do Real Madrid e a 11 do líder Girona. O Barcelona está então praticamente afastado do título de campeão, tendo caído nos quartos da Taça do Rei há dias e perdido a final da Supertaça, por goleada, ante do Real. Na Liga dos Campeões vai jogar os oitavos com o Nápoles.

Xavi, médio mítico do clube, chegou ao banco do Barça em 2021-2022, tendo vencido um campeonato e uma supertaça e tendo bons momentos de futebol bonito e tendo lançado vários jovens da mesma academia de onde saiu.

Guiu estreia-se a marcar

Aos 17 anos, precisou de 23 segundos

Francisco Chaveiro Reis
23
Out23

Visão do Peão (3).png23 segundos depois de entrar em campo, o avançado Marc Guiu, 17 anos, em estreia na principal equipa do Barcelona, fez o golo da vitória ante do Athletic Bilbau. Um conto de fadas que ajudou o Barcelona a estar a apenas um ponto dos líderes Real Madrid e Girona. Quando Guiu fez a festa estavam em campo, outros produtos de La Masia, como Baldé (20 anos); Gavi (19) e Yamal (16). Guiu rendeu Fermín, de 20 anos.

Félix e Cancelo marcam

Na estreia a titulares

Francisco Chaveiro Reis
18
Set23

Visão do Peão.pngNa estreia a titulares, João Félix e João Cancelo brilharam pelo Barcelona e ambos marcaram. Félix, a usar a camisola 14, fez trio de ataque com Ferrán e Lewandowski e inaugurou o marcador aos 25 minutos, na cara de Rui Silva, guarda-redes português do Bétis. Félix estaria em destaque pouco depois, fazendo uma simulação de corpo que isolou Lewandowski para o 2-0. Saiu aos 64 minutos para dar lugar a Lamine Yamal. Já Cancelo, número 2, jogou toda a partida e fez o 5-0 final, aos 81 minutos. O Barcelona lidera com 5 vitórias em 5 jogos.

Alba deixa Barcelona

Após 11 anos

Francisco Chaveiro Reis
24
Mai23

Jordi Alba não será jogador do Barcelona em 2023-2024. O lateral esquerdo, chegado do València há 11 anos, deixa Camp Nou, seguindo o exemplo de Sergio Busquets e de Piqué, que inclusivamente se retirou. Alba é catalão e começou no Barcelona, antes de deixar o clube, para terminar a formação no Cornellà e Valência. Fez-se sénior no Nastic antes de regressar ao Valência para se afirmar como titular, durante 3 -anos. Em 2012 regressou a Barcelona para ser o lateral-esquerdo durante 11 anos, fazendo 458 jogos e marcando 21 golos. Venceu 6 campeonatos, 5 taças e 4 supertaça. É o 9.º jogador da história do clube com mais jogos, à frente de Carles Rexach, Guillermo Amor, Andoni Zubizarreta, Dani Alves ou Pep Guardiola.

Barça em crise

Nova derrota em casa

Francisco Chaveiro Reis
26
Abr22

Visão de Peão (1).png

Xavi não faz milagres. Após uma boa fase, o Barcelona parece preparar-se para terminar a época, como a começou: em crise. O título era uma miragem, mas a derrota caseira ante do modesto Rayo, colocou o rival Real a um ponto apenas de ser campeão. E o Rayo pareceu sempre estar mais perto do 0-2. Este resultado surge depois de uma vitória por 0-1 em San Sebastian que disfarçou os resultados anteriores: derrota por 0-1 em casa com o modesto Cádiz e derrota em casa com o Frankfurt por 2-3 que ditou a saída da Liga Europa, que parecia ser o único objetivo realista para esta época. Em 48 jogos, o Barcelona soma 13 empates e 12 derrotas. Ou seja, venceu menos de metade dos jogos que disputou.

O Barça está de volta

Goleada em Madrid

Francisco Chaveiro Reis
21
Mar22

Visão de Peão (2).png

O Barcelona de Xavi foi a Madrid, humilhar o Real Madrid por 0-4, como golos de Ronald, Aubameyang (2) e Ferrán Torres, comprovando o seu regresso ao topo, após um início de época terrível, em que perdeu Messi e a sua identidade.

Vem aí o melhor Auba

Gabonês chega a Camp Nou

Francisco Chaveiro Reis
04
Fev22

Design sem nome (5).png

 

Vai usar e camisola com o número 25 e quer ser tratado por Auba. Aos 32 anos, Pierre-Emerick Emiliano François Aubameyang está no topo da sua carreira e vai muito a tempo de passar uns anos como um dos melhores avançados do mundo. Auba nasceu em França, mas é internacional gambiano. Teve um percurso rico na formação: Nice, Laval, Rouen, Bastia e Milan e cimentou a sua carreira em França, jogando ao serviço de Dijon, Lille e Mónaco antes de três épocas no Saint-Étienne, com destaque para as duas últimas, nas quais marcou 39 golos.

Aos 25 anos, chegou à Bundesliga, juntando-se a Lewandowski, Reus, Mkhitaryan, Hummels ou Subotic no Dortmund. Passou lá quatro anos e meio e marcou 141 golos. Sem surpresa, chamou à atenção do melhor campeonato do mundo e juntou-se ao Arsenal, onde passou quatro épocas completas. Marcou 92 golos, mas mais uma vez, tal como na Alemanha, não enriqueceu muito o seu palmarés.

Chega agora a um dos maiores clubes do mundo, ainda maiores do que já representou e onde, apesar da concorrência do Real Madrid, terá oportunidade de vencer mais trofeus. Tem Xavi como novo treinador e uma série de jovens talentos como Nico, Gavi e Pedri prontos a servi-lo, bom como interessantes companheiros de ataque como Adama, Ferrán, Fati ou Memphis.

Xavi estreou-se

1-0 ao Espanhol

Francisco Chaveiro Reis
22
Nov21

Design sem nome (2) (27).png

Visto como salvador, Xavi, lenda do Barça dentro do campo, estreou-se a vencer o Espanhol, no derby catalão, por 1-0, golo de Depay, de penalty. Mas isso pouco quer dizer. Xavi teve poucos dias de trabalho e na verdade, fora o Espanhol mais certeiro e teria, pelo menos, levado um ponto de Camp Nou.

Não quer isto dizer que Xavi não tenha mudado nada. Desde logo, teve o público consigo e com a equipa e isso já é muito. Depois, viu-se a equipa a querer já tratar a bola com mais carinho e cuidado, usando muitos passes curtos e jogando às cegas para dois homens sempre plantados nas alas. Se bem, que olhando à equipa de Xavi, será mais certo dizer meninos, do que homens. De início, jogou o playmaker Nico, de 19 anos. Nas alas, Gavi, de 17 e em estreia, Ilias Akhomach, com igual idade. Do banco saltou, para se estrear e provavelmente ser o homem do jogo, Abdessamad Ezzalzouli, de 20 anos. Do banco saíram ainda dois mal-amados: Coutinho, que se encostou à esquerda e que vai ter minutos e Riqui Puig, catalão que usa a camisola 6 e de quem Koamen não era grande fã. Amanhã, há mais.

Dani já treina em Barcelona

Brasileiro regressou

Francisco Chaveiro Reis
16
Nov21

Design sem nome (1) (34).png

Daniel Alves já treina no Barcelona. Aos 38 anos, o defesa brasileiro regressa a uma casa onde esteve entre 2008 e 2016. Mais do que o contributo em campo (mesmo que tenha jogado com regularidade no São Paulo), Alves será um braço direito de Xavi, responsável por passar a mística do clube.