Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

Saleiro

Cromos esquecidos da nossa caderneta

Francisco Chaveiro Reis
18
Out23

Visão do Peão (5).pngCarlos Saleiro é conhecido essencialmente por ter sido, há 37 anos, o primeiro bebé proveta português e pelos imensos golos marcados nas camadas jovens do Sporting. Em 2003-2004 subiu ao Sporting B marcando 3 golos em 35 jogos, ao lado de José Fonte, João Moutinho ou Yannick Djaló. Passou depois pelo Olivais e Moscavide (3 golos), Fátima (10), Vitória de Setúbal (0) e Académica (4). Fixou-se em Alvalade entre 2009 e 2011. Aos 24 anos, usando a camisola 9 dos leões, marcou 5 vezes, a Vitória e Naval para a liga; ao Mafra para a Taça de Portugal; ao Braga para a Taça da Liga e ao Ventspils para a Liga Europa. Fez também cinco 5 assistências ante de Atlético de Madrid, Everton, Belenenses, Académica e Naval. No ano seguinte, apenas 2 golos, a Gent e Nacional.

Em busca de mais tempo de jogo e golos, juntou-se ao Servette de João Alves, ficando-se pelos 10 jogos e 0 golos. Regressou. Marcou 1 golo pela Académica e mudou-se para o Oriental onde marcou 10 vezes em dois anos. Retirou-se aos 31 anos após ter ainda viajado para Inglaterra para defender o Port Vale, onde fez apenas um jogo.

Só jogou pelas seleções jovens sendo campeão europeu de sub-17 em 2003, em Portugal. Marcou à Inglaterra de James Milner nas meias finais e com o seu golo levou o jogo para as grandes penalidades, onde Portugal venceu. Na final, foi titular no 1-2 à Espanha de António Adán, em Viseu.