Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Visão do Peão

Rumores

06.07.20, Francisco Chaveiro Reis

img_920x518$2020_07_05_02_28_51_1721784.jpg

Ao que tudo indica, o Sporting está a mexer-se para reforçar o plantel, tão cedo quanto possível. Num cenário ideal, o plantel estaria fechado no início dos trabalhos. Parece certo que chegará um guarda-redes experiente para lutar com Maximiano. Olsen (emprestado pela Roma ao Cagliari) e Adán (em fim de contrato com o Atlético) parecem agora ser as opções, depois de já se ter falado em Beto (a acabar contrato com o Goztepe) ou em Ramos (a terminar ligação de nove anos ao Tondela). 

Na defesa, Feddal (Bétis) seria acessível e parece ser opção para trazer experiência e suceder a Mathieu. José Fonte (Lille) foi outro nome falado. Para a esquerda, caso saia, como se espera e se quer (pelo encaixe e não pela qualidade do argentino), Acuña, pode entrar Antunes, livre e experiente, mesmo que seja fácil imaginar Nuno Mendes como titular. No meio, já se falou em De La Cruz (River Plate) e Robertone (Velez Sarsfield) mas agora o nome, mesmo que para outra posição mais recuada, é Danilo Barbosa. Agenciado por Jorge Mendes e com passagens por Braga e Benfica, não custa a crer que o jogador do Nice, será mesmo opção. Adrien (Leicester) está sempre na ordem do dia, em especial se Wendel render 25 a 30 milhões, como se fala.

No ataque, chegará um avançado mesmo que não seja Taremi (o negócio falhou em janeiro e é de crer que o iraniano vá jogar na Luz). Aí, não há nomes. Para as alas, Wanderson, filho de Wamberto, que deu nas vistas no Ajax, pode chegar. O ala brasileiro, é, aos 25 anos, um homem experiente mas com muito para dar.