Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Visão do Peão

Robert Waseige (1939-2019)

17.07.19, Francisco Chaveiro Reis

image.jpg

Robert Waseige, treinador belga que passou pelo Sporting, morreu aos 79 anos. A ligação de Waseige ao futebol, começou como jogador. O médio atuou sempre na liga belga, defendendo RFC de Liège, RWD Molenbeek e Genk, clube onde começou a treinar, em 1971, logo após terminar a carreira.

Depois de cinco anos no Genk, passou pelo, Standard de Liège, regressou ao Genk e manteve-se na Bélgica, ao serviço de Lokeren, RFC de Liège e Charleroi.

Em 1996, o seu caminho cruzou-se com o do Sporting. José Roquette elegeu-o como treinador e com ele chegaram De Wilde e Missé. Mustapha Hadji seria a grande contratação da época. Homens como Nelson, Dani e Naybet foram vendidos. Waseige lançou Beto, capitão e figura central nos anos seguintes, mas só comandaria o Sporting em 16 jogos (9 vitórias). Octávio Machado pegou na equipa e conduziu-a ao segundo lugar.

O belga regressaria ao seu país e ao Charleroi, antes de ser convidado a comandar a seleção. Esteve no Mundial de 2002, com uma geração que incluía Mbo Mpenza, Sonck, Strupar, Simons ou Van Buyten. Passou à segunda fase, à frente de Rússia e Tunísia e cairia nos oitavos ante do futuro campeão mundial, Brasil. Seguiu-se o Standard de Liège e o FC Brugges, com uma passagem pelo banco da Argélia, pelo meio. Seria com nova passagem pela Argélia, que terminaria a carreira, em 2006.

Venceu uma Taça da Bélgica e uma Taça da Liga Belga.