Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

Quem são os novos homens fortes do futebol leonino

mw-860.jpg

Hugo Viana é diretor para as relações internacionais mas tem estado perto da equipa. Com 35 anos, o natural de Barcelos, enfrenta o seu maior desafio na carreira pós-futebolista. Viana chegou a Lisboa depois de alguns anos nas escolas do Gil Vicente. Estreou-se pela equipa principal do Sporting com 19 anos, sendo peça-chave na conquista do Campeonato Nacional de 2001-2002. Tinha parecenças com Rui Costa mas Boloni encostou-o à esquerda, num 4-4-2 que fez história. Não tardou a chamar a atenção de clubes de ligas maiores e juntou-se ao Newcastle após apenas uma época como sénior. Fez dois anos medianos na Premier League e regressou a Alvalade. Foi determinante com Peseiro, ajudando o Sporting a chegar ao final da Taça UEFA. Em poucos dias, o clube tudo perdeu. Viana seguiu para Espanha, passando três anos no Valência e um no Osasuna. Falou-se no seu regresso a Alvalade mas acabou no seu Minho. Passou quatro anos no Sporting de Braga antes de se mudar para os EAU, onde representou Al Ahli Club e Al Wasl. Retirou-se aos 33 anos, deixando a sensação de que poderia ter chegado mais longe, tal o requinte do seu jogo. Por Portugal 29 vezes. 

beto.png

Beto Severo terá um papel mais ativo, como Team Manager. Nascido em Lisboa em 1976, Beto, várias épocas capitão do Sporting e detentor da camisola número 22, esteve uma vida no Sporting. Foi emprestado ao União de Lamas e ao Campomaiorense, antes de se fixar no Sporting em 1996, onde permaneceu por nove anos. Venceu dois campeonatos e conseguiu a interessante soma de 25 golos marcados. Nada mau para um central (foi também defesa direito). Esteve meio ano no Bordeús e passou ainda por Huelva e Belenenses, provando que, tal como Oceano, o Sporting nem sempre trata bem os seus capitães.