Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Visão do Peão

Para onde vai Ronaldo?

Possíveis destinos

Francisco Chaveiro Reis
24
Nov22

Design sem nome (11).png

É uma das questões centrais do futebol de hoje. Bem, do futebol pós-Mundial, claro. Onde jogará Cristiano Ronaldo em janeiro? O jogador até poder ter brincado com a possibilidade de se reformar como campeão do mundo, mas mesmo que leve a sua seleção à vitória final, acredito que continue a jogar até ao próximo Euro.

O regresso ao Sporting parece ser um delírio. Parece-me certo que tenha que baixar o salário no próximo desafio, mas em Alvalade não há fundos para satisfazer minimamente Ronaldo e a perspetiva de jogar na Liga Europa e não estar sequer na luta pelo título, não devem apelar minimamente a Ronaldo. Acredito que até possa vir mas nunca antes de tentar um último desafio ao mais alto nível. Também não acredito que continue a jogar nas Arábias, mesmo com salários ao nível do que está habituado. Outras ligas periféricas como a MLS, também não me parecem opção.

Ronaldo ficará no centro da Europa, numa equipa que esteja na Liga dos Campeões, nem que seja por meia época, antes de rumar a Portugal ou outro destino para ter uma boa época antes do Euro 2024, que marcará, provavelmente, o fim da sua carreira.

É quase impossível acertar no alvo, mas vejo algumas boas possibilidades. O Bayern de Munique não tem um 9 desde a saída de Lewandowski. A entrada de Ronaldo seria um belo upgrade em relação a Choupo Montig, que tem estado bem, e naquela equipa, Ronaldo faria uma bela média de golos e ainda jogaria a Liga dos Campeões. Seria previsivelmente campeão alemão e experimentaria mais uma liga de topo. Nesse sentido, o PSG também seria interessante, sobretudo pela ação de marketing que seria ver Ronaldo e jogar com Messi, mas desportivamente, economicamente e na gestão de egos, poderia ser uma missão espinhosa. Um regresso a Itália também poderia ser uma via. O belo Nápoles, grande candidato a voltar a ser campeão, poderia lucrar com a presença de alguém tão experiente para atacar a segunda metade da época. Outra pista seria a ida para o Chelsea, a precisar de referências após várias saídas no início da época. No Chelsea, Ronaldo manter-se-ia na Premier League, mas numa equipa com instalações e métodos supostamente mais modernos, mesmo estando também em fase de transição.