Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Visão do Peão

Os Zidanes

18.07.19, Francisco Chaveiro Reis

Zidane-1.png

Que Zinedine Zidane foi um dos melhores de sempre, não é novidade. Sobretudo na Juventus, Real Madrid e França, marcou golos de antologia, fez N assistências e deliciou o mundo. Surpreendeu no banco do Real Madrid ao mostrar-se um igualmente extraordinário treinador, com um estilo fleumático. Vem isto a propósito da sua descendência, com vontade de seguir uma carreira no futebol.


Enzo (em homenagem a Francescoli, ídolo de Zizou), é um médio ofensivo de 24 anos que acaba de chegar ao Desportivo das Aves. Está bom de ver que não segue as pisadas do pai. E é claro que lhe será sempre comparado. Zinedine, aos 24 anos, era estrela do Bordéus, ao lado de Lizarazu ou Dugarry. Enzo tem qualidade para uma equipa como o Aves e até poderá fazer uma carreira interessante como profissional, mas nunca poderá sonhar com os patamares a que o seu pai chegou. Enzo passou pelas camadas jovens do Real Madrid, tendo depois passado por Alavés, Lausanne e Rayo Majadahonda. Já Lucas, guarda-redes de 21 anos, continua ligado ao Real Madrid, tendo chegado há pouco ao Racing de Santander, onde jogará por empréstimo. Com Courtois ou Lunin ligados ao Real, não é de crer que consiga vir a ser opção. Theo, médio de 17 anos, está a fazer o seu percurso no Real mas não é também de crer que tenha lá uma passagem longa na equipa sénior. Élyas, de 14 anos, também está no Real e ainda é cedo para perceber o que será. Zidane tem ainda o sobrinho Driss, de 24 anos, tal como Enzo, que tem feito a sua carreira nas divisões secundárias de França e Espanha.


Raros são os casos de filhos de grandes futebolistas que conseguem fugir da sombra dos pais, o que é natural, devido à pressão pública. Se Enzo e os irmãos aceitarem que não são Zidanes em termos futebolísticos e aguentaram as comparações depreciativas, então têm tudo para fazer carreiras profissionais medianas, algo legítimo e que é negado à maior parte dos amantes do jogo.