Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Visão do Peão

O legado de Lewa

Oito anos no Bayern

Francisco Chaveiro Reis
19
Jul22

 

Robert Lewandowski é, oficialmente, jogador do Barcelona. Para trás, fica uma experiência de doze anos na Bundesliga, com destaque para oito no Bayern de Munique. Apesar de saída parecer ter sido mais amarga do que a relação merecia, a história do polaco na Baviera, está bordada a ouro.

Depois de 103 golos (não ficou longe do top 10 de melhores marcadores de sempre BVB) em 183 jogos pelo Borussia Dortmund, clube pelo qual venceu dois campeonatos, uma taça e uma supertaça, mudou-se para o grande rival, Bayern. E em Munique quebrou vários recordes: primeiro jogador que saiu do banco e marcou cinco golos num jogo; póquer mais rápido da história da Liga dos Campeões; primeiro jogador estrangeiro a marcar 30 golos em uma única edição da Bundesliga;  primeiro jogador a marcar em 11 jogos  consecutivos da liga alemã; estrangeiro com mais golos na história da Bundesliga; primeiro jogador a ser o melhor marcado da Liga dos Campeões, campeonato nacional e taça na mesma época e jogador com mais golos numa única edição da Bundesliga, superando o mito, Gerd Muller. Marcou 344 golos em 375 jogos tornando-se no segundo melhor marcador da história do clube. E os seus golos foram essenciais para que o Bayern chegasse a vários títulos nos últimos oito anos: mundial de clubes, liga dos campeões, supertaça europeia, oito campeonatos, três taças e cinco supertaças.

É legítimo que Lewandowski queira experimentar jogar noutra liga e viver noutro país e o Barcelona é sempre apetecível mesmo que troque um clube estável por um clube instável. É legítimo que o Bayern tenha querido manter um jogador que tinha contrato. Mas, Lewandowski fica para a história como um dos melhores jogadores que passaram pela Baviera.