Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Visão do Peão

Mourinho regressa à Premier

20.11.19, Francisco Chaveiro Reis

EJ0DXoXX0AA0Nrk.jpg

É oficial. José Mourinho está de volta ao ativo e à sua liga de eleição. O português, desempregado desde a saída do Manchester United, foi anunciado como treinador do Tottenham pós-Pochettino. Mesmo visto como um treinador ultrapassado, Mourinho terá recusado ligas periféricas na esperança de voltar a um dos campeonatos de topo depois do trabalho fabuloso no FCP, Chelsea, Inter e Real. Mesmo no United, onde ficou a ideia de que falhou, venceu uma Liga Europa, uma Supertaça e uma Taça da Liga, logo no primeiro ano e ficou no segundo posto da Premier League, com uma equipa em reconstrução, no segundo.

O argentino, no clube desde 2014 (rendeu Villas-Boas, pupilo de Mourinho), pôs os Spurs a jogarem bom futebol e alcançou um fabuloso segundo lugar em 2016-2017 (e mais dois terceiros lugares). Será difícil a Mourinho fazer melhor, numa liga onde tem a concorrência de Liverpool, City, Chelsea ou United e onde o dinheiro está sempre a entrar e não sabe quem pode ser o próximo superclube.

Ainda assim, Mourinho irá encontrar um clube com um gigantesco estádio novo, sempre cheio de adeptos fanáticos; um grupo recheado de grandes jogadores (potenciados por Pochettino) como Kane, Dele ou Lucas e terá dinheiro nos cofres para fazer as alterações que entender. No fundo, mesmo já não tendo o fator surpresa nem a aura de Special One, Mourinho irá encontrar um clube sedento de sucesso, tal como o Chelsea de 2004.

A principal causa do afastamento do argentino é o 14.º posto onde o Tottenham se encontra atualmente na Premier League. Em 12 jogos, 3 vitórias, 5 empates e 4 derrotas com 18 golos marcados e 17 sofridos. Na Liga dos Campeões, no Grupo B, o Tottenham está bem posicionado para chegar aos oitavos, recebendo o Olympiacos na quinta e penúltima jornada, com uma vitória a valer o apuramento.

Mourinho irá agora analisar o plantel, sendo certo que pedirá reforços já em janeiro. Matic (esteve com o português no Chelsea e no United), Ibrahimovic (ajudou Mourinho no Inter e no United), Dybala, Bruno Fernandes e Aké (foi orientado por José no Chelsea) são os primeiros nomes a vir a público como potenciais reforços.