Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Visão do Peão

Minhotos na UEFA

Francisco Chaveiro Reis
25
Ago17

mw-860.jpg

Braga (Grupo C) e Guimarães (Grupo I) já conhecem os seus grupos na Liga Europa. O Braga, apurado com grande dificuldade ante de uma modestíssima equipa islandesa de nome impronunciável não tem tarefa fácil. O Hoffenheim, eliminado no play-off de acesso à Liga dos Campeões, pelo Liverpool é o inimigo número. O clube tem crescido muito e ficado sempre nos lugares cimeiros da Bundesliga, nos últimos anos. Conta com Kramaric, Uth, Gnabry, Wagner ou Demirbay e é favorito a passar à fase seguinte, em primeiro. Seguem-se os turcos do Basaksehir, clube fundado em 1990 e que no ano passado quase conseguiu ser campeão. A equipa fez a vida negra ao Sevilha no play-off e por pouco não seguiu para a Champions. Conta com Mossoró, ex-Braga e com estrelas internacionais como Adebayor e Clichy. Manuel da Costa também por lá anda. Por fim, o Ludogorets. O campeão búlgaro também será osso duro de roer. Já não tem Cafú (transferido para o Bordeús mas várias vezes associado ao Sporting) mas tem Keseru (já passou também por Braga). 

transferir.jpg

Já o Guimarães mede forças com Marselha, Konyaspor e Red Bull Salzburgo. O Marselha, campeão europeu há mais de vinte anos, conta com Rolando e com estrelas como Thauvin, Germain e Luiz Gustavo e aposta forte na prova, uma vez que internamente, o PSG é rei e senhor. O Vitória, tal como o seu rival minhoto, também vai à Turquia. O Konyapor, bem classificado na época passada, é uma equipa com garra mas sem estrelas. O nome maior será Ezequiel, que despontou no Anderlecht. Por fim, o clube da Red Bull na Áustria. Não tem a mesma qualidade do que a filial de Leipzig mas pode dar dores de cabeça. O patrão da defesa, Paulo Miranda, será o nome mais mediático.