Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Visão do Peão

Marítimo e Espinho

27.10.14, Francisco Chaveiro Reis

1024.gif

 

O Sporting venceu o Marítimo e está no quarto posto da liga a um ponto do Guimarães, dois do FCP e três do Benfica. Com mais de 37 mil nas bancadas (o Sporting custumava ter entre 25 e 30 mil pessoas nas bancadas e agora atinge com frequência a marca dos 37 mil), o Sporting fez uma primeira parte quase perfeita, com exibição de luxo de Nani. Aos 8 minutos, Carrillo cruza e Bauer faz autogolo. Pouco depois, João Mário fez o 2-0 e, antes do intervalo, Oliveira, de cabeça, fe zo 3-0.

 

O problema foi o início da segunda parte. O Sporting entrou em campo como se a vitória tivesse garantida e contando com a passividade da esquerda da defesa (Maurício/Jonathan) sofreu dois golos. Mazoou, de cabeça e, depois com um remate pronto, fez os dois golos insulares. O Sporting acordou e chegou ao 4-2 através de um golão de Montero. Já antes, poderia ter feito o quarto e, depois, poderia ter feito o quinto. O Sporting foi muito superior, pese embora a qualidade de alguns marítimismas como Maazou ou Ruben Ferreira, e não devia ter dado azo a sofrimentos. Tanaka estrou-se em jogos oficiais e Lopes regressou à equipa, já com um salário de acordo com a atual situação do clube.

 

Na próxima ronda da Taça de Portugal,o Sporting vai a Espinho, defrontar o Sporting local. Após vários jogos a alta rotação, Marco Silva poderá dar minutos a homens como Boeck, Lopes, Rosell, Martins ou Tanaka.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.