Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Visão do Peão

Marcas fora de contexto

Levi´s, Conversa e Armani no mundo da bola

Francisco Chaveiro Reis
25
Out22

Design sem nome (2).png

Adidas, Nike ou Puma são as marcas rainhas na hora de produzir equipamentos de futebol. Outras, conhecidas, como Reebok ou Admiral deixaram e fzer equipamentos ou perderam muito terrenas. Há ainda aquelas que se têm vindo a destacar, como a Castore mas, ao longo dos anos, temos assistido a incursões fora do comum, de marcas que aparentemente nada têm a ver com o jogo.

Design sem nome (3).png

O caso mais paradigmtico terá sido as camisolas feitas pela Levi´s para o México, no fim dos anos 70. A celebre marca norte-americana, conhecida sobretudo pelas suas gangas tentou a sorte em 1978, fazendo duas belas camisolas para o México usar no Mundial desse ano. O México não passou da primeira fase e a Levi´s não mais se dedicou ao futebol. No entanto, essas camisolas hoje, têm muito valor para os colecionadores. Num caso semelhante, a Converse, conhecida pelas suas sapatilhas, experimentou o futebol pela mão do Atlético Nacional da Colômbia. Durou apenas um ano.

Design sem nome (1).png

No México, temos o caso do Santos Laguna, cerca de 20 anos depois. De 1996 a 2002, a marca de bebidas, Corona, foi patrocinadora e ao mesmo tempo manufaturadora dos equipamentos do clube. Equipamentos feitos “em casa” não são caso único. Em 2013-2014, entre Kappa e Nike, a Roma usou equipamentos feitos em casa. De 2001 a 2009, o Athletic Bilbao, entre a Adidas e a Umbro, também optou por edições “caseiras”. Em 2014-2015, o Southampton, fez o mesmo.

Design sem nome.png

Em Itália, na casa da moda, a Palace juntou-se à Adidas para fazer uma edição limitada de um equipamento em 2019 e na época passada a Nemen juntou-se à Puma e fez a quarta camisola do campeão Milan, esta muito menos celebrada do que a da Juve. Numa parceria inédita, a poderosa marca Emporio Armani começou a fazer os equipamentos do Nápoles, gigante do Sul sedeado numa zona mais pobre e talvez menos associada ao luxo da EA. As camisolas da marca têm sido relativamente chatas, tirando as edições especiais, como as de Halloween.