Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Visão do Peão

Lembrar o Salgueiros

09.05.19, Francisco Chaveiro Reis

youri djorkaeff.png

A recordação mais vívida que tenho do Salgueiros não é nada boa para o clube. Em maio de 2000, o Sporting foi ao Vidal Pinheiro golear por 0-4 e sagrou-se campeão. Para mim, enquanto amante do futebol nascido nos anos 80, o Salgueiros era uma equipa com presença garantida na primeira divisão. Nascido em dezembro de 1911, o Sport Comércio e Salgueiros, é um clube da zona de Paranhos, no Porto.

 

Em 1943/44, o Salgueiros subiu, pela primeira vez, à primeira divisão, andando nas décadas seguintes entre a primeira e a segunda divisão. Só nos anos 80 é que o clube estabilizou na primeira divisão, à exceção da época de 1989/90, quando se sagrou campeão nacional da II Divisão.

 

1990-1991 foi a melhor época da história do Salgueiros (em 24 temporadas). O Salgueiros conquistou a quinta posição, ficando apenas atrás de Benfica, Porto, Sporting e Boavista. Nesse ano, o Benfica foi campeão e teve em Rui Águas, o melhor marcador da prova, com 25 golos (seguindo de Domingos, do Porto e Fernando Gomes, do Sporting). Orientado por Zoran Filipovic, o Salgueiros venceu 12 jogos, empatou outros tantos e perdeu 14. Curiosamente, marcou apenas 32 golos em 38 jogos, sendo uma das equipas menos concretizadoras da liga. Nesse ano, o plantel contava com o guarda-redes Madureira, histórico do clube; Fernando Nélson (saltaria para o Sporting no ano seguinte); Milovac, Leão ou Vinha. Na época seguinte, já com o jovem Sá Pinto, com Abílio ou ainda com Pedrosa, o Salgueiros jogou uma ronda da Taça UEFA. O Cannes de Zidane perdeu 1-0 no Porto, com golo de Jorge Plácido (pai do rapper Jimmy P) mas venceu em França, com golo do camaronês François Omam-Biyik. O Cannes, que contava ainda com Luis Fernandez ou Asanovic, venceu nas grandes penalidades.

 

Na Taça de Portugal, o Salgueiros chegou duas vezes aos quartos de final, em 1952 e em 2002. Em 2002, Rui Correia, Nunes, Delson, Toy ou Basílio, eram figuras. 2002, no entanto, marcou o início de uma época negra para o clube de Paranhos. Desceu de divisão e com graves problemas financeiros, acabou por ser extinto em 2005, conseguindo ser refundado em 2008. Dez anos depois, recuperou o seu nome original e joga na Divisão de Elite da AF Porto, à espera de dias melhores. O mítico Vidal Pinheiro, esse, foi demolido há 13 anos, depois de ter servido o clube entre 1932 e 2015.

 

Clube simpático do Porto, o Salgueiros ficou ainda conhecido por ter ajudado Deco a lançar-se no futebol de primeira liga. O Mágico 10 fez 13 jogos em Paranhos antes de se mudar para o FCP.