Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

Gilmar

Cromos esquecidos da nossa caderneta

Francisco Chaveiro Reis
03
Set23

Visão do Peão (15).png

Gilmar Estevam, hoje com 56 anos, fez furor no norte de Portugal, sendo goleador do Vitória, Boavista e Chaves. Estreou-se pelo Cruzeiro e passou pelo São Paulo, onde venceu a Libertadores, como suplente de Muller. Mas, onde mais jogou foi no mais modesto Democrata Governador Valadares de Minas Gerais.

Mudou-se para Trás-os-Montes em 1993, aos 27 anos. Foi terceiro na segunda divisão, marcando 10 vezes. Mudou-se para o Vitória onde fez 9 golos e ficou em quarto, jogando com Nuno, Quim Berto, Matias, Pedro Martins, Zahovic ou Pedro Barbosa. No ano seguinte, já a fazer dupla com Edinho, também vindo do Chaves, fez 7 golos. Nos três anos seguintes, não mais desceu dos dois dígitos: 14, 12 e 12 golos, com a ajuda de homens como Paneira, Edmilson, Paiva, Capucho ou Riva. No ano seguinte, mudança para o Bessa, fazendo 7 golos. Estreou-se na Liga dos Campeões, estando em 4 dos 6 jogos que o Boavista fez. Aos 34 anos, terminou no Chaves, fazendo mais 2 golos.