Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Visão do Peão

Visão do Peão

Euro 2015 começa hoje

17
Jun15

1024.gif

Começa hoje, na República Checa, o Campeonato da Europa de sub-21. Naquele país estarão reunidos alguns dos mais promissores futebolistas do Velho Continente, sendo que alguns deles, como Harry Kane, de Inglaterra e Tottenham, são já figuras de proa nas melhores ligas do mundo.

u21_ger_rom_leitner_hofmann_628.jpg

No Grupo A, jogam Alemanha, Dinamarca, Sérvia e a anfitriã, República Checa. A equipa alemã, sempre favorita em todas as provas onde entra, tem um belo plantel com craques como Ter Stegen, que defendeu a baliza do Barcelona na Champions (Bravo jogava na liga); Geis (Mainz e hoje associado ao Atlético de Madrid); Bittencourt (figura do Hannover após passar pelas escolas do Dortmund); Can (titular do Liverpool), Meyer (estrela no Shalke 04) ou Volland (goleador do Hoffenheim). Outros, não sendo fantásticos, acumulam experiencia na Bundesliga, como Leno (Leverkusen), Knoche e Arnold (Wolfsburgo) ou Schulz (Hertha). O extremo Gnabry (Arsenal) também mora aqui.

 

Os checos, com o fator casa do seu lado, são favoritos a seguirem em frente (teremos logo as meias finais, após a fase de dois grupos). Kadlec, ponta de lança que não vingou no Frankfurt e regressou ao Sparta, é o herói da equipa. Kalas, central dos quadros do Chelsea, é outra das figuras. Na Dinamarca, moram Sorensen (Hellas Verona), com o selo de qualidade da formação da Juventus (passou lá dois anos) e Andreas Christensen, dos quadros do Chelsea. Mas, é no meio campo que mora Hojbjerb, médio ofensivo dos quadros do Bayern e a grande esperança do futebol dinamarquês. O rápido extremo Viktor Fischer, do Ajax, promete mostrar-se, também.

 

Por fim, a Sérvia. O futebol balcânico dispensa apresentações e esta equipa conta com Jojic, médio ofensivo de grande qualidade, que mora em Dortmund. Djuricic, dez que o Benfica emprestou ao Southampton e Kostic, extremo que escapou ao Sporting há um ano, são outros jogadores a ter em conta.

Será muito equilibrado mas aposto que Alemanha e Rep. Checa estarão nas meias.

 

_81964659_tomcarrollgetty4.jpg

No Grupo B, mora Portugal. A equipa de Rui Jorge foi perfeita na fase de apuramento e, mesmo com Inglaterra, Suécia e Itália pela frente, promete ser uma das grandes favoritas. Na baliza, mora , do Marítimo. Na defesa, há Esgaio, Oliveira e Tobias, ligados ao Sporting e, ainda, o promissor Raphael Guerreiro, internacional A que deve deixar, em breve, o Lorient. Ricardo, do FCP, que aqui tem sido extremo goleador pode ser usado, também na defesa. Cancelo (Valência) ou Ilori (Bordeús) são outros homens de grande qualidade, estes com maior experiencia internacional.

 

No meio, mora William (Sporting), um dos mais cotados da prova. Para o ajudar a defender, há Neves (FCP). Para desequilibrar há Tozé e Sérgio (FCP) mas, sobretudo, Bernardo (Mónaco), Rafa (Braga) e Mário (Sporting).Para as alas do ataque, qualidade em abundancia: Mané e Iuri (Sporting), Cavaleiro (Benfica) e Horta (Málaga). Para além de Ricardo. Para 9 puro, Gonçalo (FCP).

 

A Inglaterra, contra quem Portugal joga já amanhã, está recheada de qualidade e de homens com experiencia de primeira divisão. Butland (Stoke) é um bom guarda-redes; Jenkinson (West Ham), Chambers (Arsenal), Stones (Everton) e Michael Keane (Burnley) são garantia de qualidade na defesa e, no meio, moram craques como Chalobah e Loftus-Cheek dos quadros do Chelsea, Lingard (United), Carroll (Tottenham), Prowse (Saints) ou Redmond (Norwich). Na frente, um dos melhores jogadores da Premier League este ano: Kane. Ings (Burnley) e Berahino (WBA) estiveram, também, em grande destaque ao longo da temporada e podem ser letais para qualquer defesa.

 

A Itália parece não ter uma geração de ouro, mesmo tendo jogadores interessantes. A vantagem será ter homens com rodagem na Série A como Rugani e Verdi (Empoli), Romagnoli (Sampdória), Zappacosta (Atalanta), Crisetig (Cagliari) ou Berardi (Sassuolo).

 

Por fim, temos a Suécia. Nela, destaque para John Guidetti, prodígio que está sem clube após ter acabado o vínculo que o ligava ao City. Hrgota, avançado do Borussia M´gladbach e Milosevic, central do Besiktas, são nomes interessantes.

 

Aposto em Portugal e na Inglaterra.

223449_med_portugal_v_holanda_sub_21_qual_euro_201

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.