Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

Craques da bola, 10

Francisco Chaveiro Reis
30
Ago19

vassell (1).png

Harald Brattbakk, hoje com 48 anos, é um dos melhores jogadores noruegueses de sempre. Avançado goleador, destacou-se sobretudo pelo Rosenborg, tendo feito uma perninha no Celtic e na liga dinamarquesa.

 

Estreou-se pelo Rosenborg em 1990/1991, marcando 2 golos em 14 jogos. Passou então para o Bodø/Glimt onde conseguiu explodir. 24 golos em 41 jogos garantiram-lhe o regresso a Trondheim. Entre 1994 e 1997, viveu os melhores anos da carreira, pelo Rosenborg. Marcou 94 golos em 100 jogos e ganhou quatro ligas e uma taça.

 

Mudou-se para Glasgow em dezembro de 1997 e por lá se manteve até janeiro de 2000. Marcou apenas 15 golos, mas ainda teve tempo para vencer uma liga escocesa. Henrik Larsson era dono e senhor do ataque do Celtic, naqueles dias. Brattbakk regressou à Escandinávia, mas antes do regresso à Noruega ainda passou pelo Copenhaga. Marcou 14 golos e foi campeão dinamarquês. Zuma, avançado sul-africano era o homem mais conhecido do plantel.

 

Em 2001, regressou ao clube que mais representou na carreira e em 33 jogos, marcou 18 golos. No ano seguinte, 33 jogos e…20 golos e em 2003, 31 jogos e 19 golos. Marcaria mais 13 golos pelo Rosenborg antes de se retirar num regresso ao Bodø/Glimt, para 5 golos.

 

Melhor marcador da liga norueguesa em 1994, 1995, 1996, 2002 e 2003 e vencedor de 8 campeonatos e 2 taças, Brattbakk é o melhor marcador de sempre da história do Rosenborg e da liga norueguesa.

 

Pelo seu país, jogou apenas 17 vezes, tendo marcado 5 golos. Sem se destacar no Celtic, não foi chamado ao Mundial 1998, em detrimento de Tore Andre Flo, Ole Gunnar Solskajer, Havard Flo e Egil Østenstad. Estes e outros, como Iversen e Carew terão ajudado a que Brattbakk não tivesse jogado mais pela sua seleção. Ainda assim, o balanço é muito positivo.