Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Visão do Peão

Visão do Peão

Bruno no centro

03
Jun15

261338_galeria_treino_do_sporting_no_jamor.jpg.jpg

 

A festa

No Jamor, Bruno de Carvalho terá dado bitaites técnico-táticos a um adjunto de Marco Silva; correu a festejar com a claque; deu meia volta olímpica, arrastando a sua proeminente barriga pela pista de tartan, por entre vénias; desceu as escadas como se de um jogador se tratasse e andou com João Mário ao colo. Mais tarde, em Alvalade, foi apresentado pelo speaker como se fosse a estrela da equipa. Na CML, esteve no centro da festa, enquanto que o treinador, verdadeiro herói, estava na sombra. Nestes momentos, a cara dos jogadores e equipa técnica, mostrava mais vergonha alheia do que outra coisa. Um presidente não tem que ser chato mas há uma certa postura institucional que dele se espera e, sobretudo, a justiça de dar louros a quem os merece. Foi a raça dos jogadores e a liderança de Marco que deram a Taça ao Sporting. Eram eles os heróis que deviam estra no centro. Bruno não quis saber disso. Bruno acha-se o centro de tudo, parecendo um adepto deslumbrando a viver um sonho de criança.

 

Marco Silva

Bruno quer livrar-se de Marco Siva sem ficar mal na fotografia. As claques e adeptos estão ao lado de Marco que fez muito com pouco e mostrou-se sempre superior perante o bullying do presidente. Despedir Marco Silva será um tiro no pé de Bruno mas esta situação está a prejudicar e muito Sporting. Bruno está a adiar uma decisão. Dele espera-se que se resolva com o treinador ou que tenha coragem, de uma vez por todas, e o despeça. Mas terá que explicar porquê e terá que trazer alguém ainda mais competente. A cartada Jesus pode resultar mas, se virmos Marco a ir para a Luz e a ter o sucesso que a sua competência merece, Bruno fica em risco. Bruno deveria manter Marco e afastar-se do futebol. Bruno e Marco são muito competentes. Bruno na gestão e Marco no futebol.

 

Lembrar o ano passado

Bruno quer um treinador marioneta. Alguém que diga sim a tudo e que ponha a jogar os seus jogadores. Um homem assim não motiva o grupo e não ganhará nada. O que seria do Sporting do ano passado se Sacko, Gauld, Rabia ou Slavchev jogassem? Tantos milhões para jogadores que nem na equipa B se afirmaram. Marco mostrou ter razão ao não apostar neles e ao reclamar um plantel menos curto e de mais qualidade.

 

Timings

O caso arrasta-se. Esta semana já deveriam estar a fechar-se vendas e compras. Para as férias, o plantel do Sporting já deveria partir quase formado. Nada disso. Muitas dúvidas. Poucas renovações, nenhuma transação. Ou o Sporting começa a desenhar o plantel ignorando Marco e lhe dá novamente uma equipa que não escolheu ou espera e perde alguns negócios. Ou pior, contrata-se e vende-se sem um treinador e, quem vier, pode achar que não tem condições.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.