Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

Brehme

Heróis de Culto

Francisco Chaveiro Reis
09
Fev23

Visão do Peão (16).pngAndreas Brehme, hoje com 62 anos, foi o herói alemão no Mundial de 1990, além de ter passado por Bayern de Munique, Inter e de ser figura do Kaiserslautern. A carreira do defesa começou no Saarbrücken, aos 20 anos. No ano seguinte, saltou para o Kaiserslautern, clube da sua terra natal, e na primeira época, ficou em quarto na Bundesliga e foi às meias finais da Taça UEFA, como titular. Ficaria até 1986, somando 169 jogos e somando 39 golos. Sem títulos, aceitou mudar-se para Munique onde à primeira, foi campeão e foi à final da Taça dos Campeões, perdida para o FCP. No ano seguinte, venceu “apenas” a Supertaça da Alemanha, deixando Munique com 8 golos marcados em 80 jogos, ao lado de Rummenigge, Wohlfahrt, Flick e Augenthaler. Seguiram-se quatro épocas no Inter.

 

Na primeira época em Milão, com Matthaus, foi campeão italiano, com mais 11 pontos do que o vice, Nápoles. Fez 3 golos em 38 jogos. No segundo ano, já com Klinsmann, fez 6 golos em 35 jogos e venceu a Supertaça Italiana. No terceiro ano de Calcio, 2 golos e vitória na Taça UEFA. No último ano em Milão, apenas 1 golo e zero títulos. Seguiu-se a experimentação do futebol espanhol, com um ano em Saragoça. Fez 29 jogos, marcou 3 vezes e chegou à final da Taça do Rei, perdida para o Real Madrid de Milla, Michel ou Lasa.

Aos 33 anos, regressou ao seu Kaiserslautern. No primeiro ano, foi vice-campeão. Em 1996, venceu a Taça da Alemanha, mas desceu. No ano seguinte, foi campeão da segunda divisão e no ano seguinte, aos 37 anos, já jogando pouco, foi campeão alemão, terminando a carreira em grande.

Pela Alemanha, 8 golos em 86 jogos. Esteve nos Euros 1984, 1988 e 1992; nos JO de 1984 e nos Mundiais de 1986, 1990 e 1994. Em 1990 foi decisivo, com três golos. Fez o golo da vitória ante da Holanda, nos oitavos; fez o golo num 1-1 com a Inglaterra no tempo regulamentar nas meias e na final, fez o único golo.