Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Visão do Peão

Aos 43 anos, Zé Roberto deixa o futebol

28.11.17, Francisco Chaveiro Reis

622_950f6ed6-b565-382a-84d5-bd30be23289c.jpg

Foi uma carreira longa e cheia de sucesso. Aos 43 anos (!!!), Zé Roberto, médio brasileiro, deixa de ser jogador de futebol. Estreou-se em 1994 pela Portuguesa dos Desportos (por lá encontrou Zé Maria, Rodrigo Fabri ou Nélson Bertollazzi) onde ficou até 1997.

zc3a9-roberto-real-madrid1.jpg

Chamou à atenção do Real Madrid (Raul, Suker, Seedorf e Hierro)  e aterrou no Bernabéu. Custou mais de 2 milhões de euros ao clube espanhol mas não conseguiu impor-se. Fez mais meia época (total de 21 jogos) mas regressou ao Brasil para representar o Flamengo (Renato Gaúcho, Júnior Baiano ouJúlio César). Depois da participação no Mundial 1998, regressou à Europa para se impor.

622_ed4ea9ff-128a-3469-8f79-6345ddb4fd3a.jpg

Fez quatro grandes anos no Bayer Leverkusen (Ballack, Lúcio, Emerson ou Basturk) e com naturalidade, foi "promovido". Mudou-se para o Bayern (Kahn, Lizarazu, School ou Éber) onde faria mais quatro anos.

zeroberto_gol_reu_60.jpg

Regressou ao Brasil, jogando pelo Santos (Cláudio Pitbull, Rodrigo Tiuí ou  antes de regressar para mais dois anos no Bayern e dois no Hamburgo (Van Nistelrooy e Petric). Despediu-se da Europa em 2011 e foi para o Qatar (Diego Tardelli). Jogou mais seis anos.

Zé-Roberto-grêmio-640x480-fotoarena.jpg

Primeiro, três épocas pelo Grémio (Barcos, Alan Ruiz, ou Kléber "Gladiador") e por fim, três pelo Palmeiras (Arouca ou Michel Bastos) onde chegou com 40 anos.

ze-roberto-brasil1.jpg

Pelo Escrete (Ronaldo, Rivaldo, Romário ou Roberto Carlos), esteve em dois Mundiais, duas Copas América, três Taças das Confederações e uma Gold Cup. No total somou 84 jogos pelo Brasil.

0,,11243164-EX,00.jpg

Venceu um campeonato espanhol, uma supertaça espanhola, quatro ligas alemãs, três taças alemãs, um campeonato paulista, uma taça do Emir do Qatar, uma copa do Brasil, um campeonato brasileiro e ainda duas Copas América e duas Taças das Confederações. Foi lateral esquerdo, extremo, médio interior e médio centro e um dos jogadores mais regulares e interessantes do futebol brasileiro dos últimos trinta anos. 

 

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.