Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Visão do Peão

A montanha pariu um rato

22.07.19, Francisco Chaveiro Reis

NUFC-crest-black-400x399.png

As notícias do Newcastle novo rico foram claramente exageradas. Se se esperavam tempos mais animados para os lados de Saint James Park, esse sonho está, pelo menos, adiado. Eu próprio, admirador do clube, escrevi aqui sobre a onda de esperança que parecia vir aí. Afinal, os novos donos parecem ser iguais ao anterior.

Começando pelo treinador. Rafa Benitez não ficou e pensou-se que chegaria um titã. Mourinho era o nome que estava subentendido. Sem clube e com experiência em transformar clubes novos-ricos em grandes clubes, pareceria ser o candidato ideal. Mas não. Quem chegou foi Steve Bruce. Antigo defesa de qualidade e treinador sólido, Bruce não entusiasma. É um foco de fé para equipas que querem a manutenção, mas o seu nome não é sinónimo de grande ambição.

Se falarmos de novos jogadores, o cenário é pior. Para já, a porta só serviu para saídas, incluindo a de Ayoze para o Leicester. Tendo em conta que, este ano, o mercado em Inglaterra fecha no início de agosto, o clube corre contra o tempo. Hoje fala-se no extremo francês Allan Saint-Maximin (Nice). É um bom jogador e custará cerca de 25 milhões de euros, mas por si só, não será a mudança que era esperada.