Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

A Europa no México

Francisco Chaveiro Reis
24
Jul19

janssen-render-2.png

Sem sucesso na Europa, Vicent Janssen mudou-se para o México. Internacional holandês, Janssen, de 25 anos, fez formação no Feyennord mas foi no Almere que se destacou com 32 golos em duas épocas. Saltou para o mais cotado AZ e repetiu a marca dos 32 golos, mas desta vez, apenas num ano. Pareceu ao Tottenham, boa ideia apostar neste goleador, então com 23 anos. Mas a dureza da Premier League e a figura de Harry Kane não deram espaço ao holandês que marcou apenas 6 golos. Emprestado ao Fenerbahce, marcou ainda menos (5). Na época passada, ficou a zeros. Muda-se agora para uma liga onde há pouca tradição de jogadores europeus, mas onde se poderá dar bem e ser adorado pelos adeptos fanáticos do Monterrey. Curiosamente tem noutro europeu, o francês Gignac (Tigres), um rival na luta pelos melhores marcadores da prova.

Numa liga em que os estrangeiros são essencialmente sul-americanos, há 8 europeus, 5 deles, espanhóis. O América tem o francês Ménez (o estrangeiro de maior cartel com passagens por PSG, Milan ou Roma), o Cruz Azul conta com o espanhol Edgar Mendez e o Veracruz, com Abraham Gonzalez. O Atlético San Luis alberga três espanhóis:  Unai Bilbao, Mario Alvarez, Ian Gonzalez e é a equipa mexicana com mais europeus. Como curiosidade, os únicos dois africanos que jogam no México vestem a camisola do Querétaro, onde já jogou Ronaldinho. São eles o médio ofensivo, Clifford Aboagye (Gana) e o avançado Ake Loba (Costa do Marfim).