Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

Ainda não há campeão

Porto perde

Francisco Chaveiro Reis
26
Abr22

Visão de Peão.png

Ainda não há campeão. Numa jornada a que o Porto foi a Braga perder a invencibilidade e o Sporting foi golear ao Bessa, os de Sérgio Conceição não festejaram nem no sofá nem no campo. Ricardo Horta, provavelmente o melhor jogador deste campeonato, voltou a marcar e derrotou o provável campeão. Já o Sporting, sem Paulinho e Slimani, venceu 0-3 no Bessa, com golos de Nunes, autogolo de Abascal e penalty de Tabata.

Páscoa estragada

Derrota em casa

Francisco Chaveiro Reis
17
Abr22

Visão de Peão (2).png

Noite negra em Alvalade. O Benfica foi a casa do rival vencer por 0-2 e o Sporting perdeu quase todas as esperanças de ser bicampeão. A quatro jogos do fim, o Sporting tem menos nove pontos do que o Porto. Deu sempre a ideia de que o Sporting foi melhor, no sentido em que teve mais bola e esteve mais perto da baliza encarnada, mas, na verdade, nunca criou grande perigo e sofreu dois golos em contra-ataque. Parece que resta ao Sporting manter a concentração para garantir o segundo lugar. E, quinta-feira, há a segunda mão das meias finais da Taça de Portugal, que o Sporting, claro, ambiciona vencer.

Sarabia decide

1-3 em Tondela

Francisco Chaveiro Reis
10
Abr22

Visão de Peão (1).png

Sem Slimani (castigo internamente) ou Paulinho (ter-se-há magoado no aquecimento), o Sporting cacçou com Saravia, internacional espanhol que bisou no dificil terreno do Tondela. O marcador foi inaugurado aos 29 minutos, por Inácio. Três minutos depois, Sarabia faria o 0-2. O jogo ficaria definitivamente resolvido aos 69 minutos, altura em que Sarabia, de grande penalidade, faria o golo número 17 da época. Um grande golo de Manu, pouco depois, daria o 1-3 final. 

Sem mudanças

Porto e Sporting vencem

Francisco Chaveiro Reis
05
Abr22

Visão de Peão (6).png

O Porto venceu o Santa Clara por 3-0 e continua firme na liderança na liga. Fábio Vieira (2) e Zaidu resolveram um jogo que se adivinhava difícil. No seu encalço, continua o Sporting, que na véspera venceu o Paços de Ferreira por 2-0. O primeiro, surgiu de grande penalidade, por Sarabia (leva 15 golos na época), a castigar falta do guarda-redes sobre Paulinho, num lance muito polémico. Um fabuloso passe de Ugarte, isolou Nuno Santos (décimo golo da época), que fez o 2-0 final. Na sexta-feira, derrota benfiquista em Braga. Iuri Medeiros e André Horta fizeram o Braga chegar aos 2-0 mas, Darwin e João Mário empataram. Aos 79´minutos, Vitinha (13 golos na época), deu a vitória. Primeiros cinco: Porto, 76 pontos; Sporting, 70; Benfica, 60; Braga, 52 e Gil Vicente, 46.

Bi Sli

Mas Porto não desarma

Francisco Chaveiro Reis
07
Mar22

Visão de Peão.png

O Sporting venceu o Arouca por 2-0, num resultado que só peca por escasso e continua na luta pelo bicampeonato, mesmo que continue a seis pontos do líder. Ruben Amorim apostou numa pequena revolução, dando a titularidade a Esgaio, Vinagre e Essugo. Destes, acabou por ser o médio de 16 anos aquele que esteve em melhor plano. Já, Slimani, repetiu a titularidade na liga e bisou, fazendo o terceiro golo em dois jogos consecutivos no campeonato. Slimani teve ainda nos pés o 3-0 mas atirou ligeiramente ao lado.

No entanto, o Porto continua isolado na liderança após um 2-4 em Paços de Ferreira. Pepê, Evanilson (2) e Taremi marcaram contraa Delgado e Gaitán. Já o Benfic, mantem-se a quatro pontos do Sporting, após vencer em Portimão por 1-2, com golos de Grimaldo e Ramos contra Welinton. 

Tudo na mesma

Duo da frente deixa-se empatar

Francisco Chaveiro Reis
28
Fev22

Visão de Peão.png

Tudo na mesma na frente da liga portuguesa. Só o Benfica venceu e aproximou-se do segundo, Sporting. Um Sporting desfalcado apresentou-se na Madeira com Paulinho e Slimani a fazerem dupla mas foi o Marítimo a marcar primeiro, por Xadas. Slimani, após falhar à boca da baliza, empataria pouco depois. O Sporting teve várias boas oportunidades mas Paulinho, Coates ou Porro não conseguiram desfazer o empate ante de um Marítimo ofensivo e bom de bola. 

Já ontem, nem uma expulsão de um adversário aos três minutos nem oito minutos de compensação chegaram para que o Porto vencesse o Gil, em casa. Fran Navarro, jogador mais goleador da história do Gil Vicente numa só época, inaugurou o marcador. Evanilson, quatro minutos depois, fez o 1-1 final.

3-0 ao Estoril

Continua a luta

Francisco Chaveiro Reis
21
Fev22

Visão de Peão.pngCom o estádio bem composto (mais de 35 mil), o Sporting respondeu ao apoio dos seus adeptos com uma goleada frente de umas das melhores equipas da liga. Depois de um período de seca, Pote fez o 1-0, aos 40 minutos, dando justiça à partida. Sempre com o Sporting a tentar o segundo, Raul Silva fez falta disparatada e viu vermelho direto. Na sua estreia pela equipa da Linha, o central brasileiro jogou 4 minutos antes de agredir Porro. Caminho aberto e dois belos golos. Reis, melhor em campo, fez o golo da tranquilidade e Sarabia, fez o melhor golo da noite. Slimani e Edwards somaram minutos, com o argelino a estar sempre em jogo, a participar nos dois últimos golos, mas a não conseguir marcar, até agora. Segue-se a ida à Madeira, sem Sarabia mas já com Coates.

O Sporting continua a seis pontos da equipa que ontem voltou a ter uma vitória enevoada.

Sporting empata batalha do Porto

Triste espetáculo mantém leões a distância segura

Francisco Chaveiro Reis
14
Fev22

Visão de Peão (3).png

O Sporting empatou no Dragão e está agora mais longe do bicampeonato. É certo que passa a ter vantagem no confronto direto, com mais golos marcados na casa do rival, mas continua a ter que esperar que o Porto escorregue mais do que uma vez e não pode, ele próprio não ganhar, a começar pela recção ao Estoril, com uma série de castigados.

As equipas entraram com a vontade de vencer e após um período onde parecia ser o Porto a dominar, o Sporting marcou por Paulinho e começou a dominar, até que Santos fez o 0-2. Parecia ter via verde para a vitória, mesmo com o golo de Vieira antes do intervalo. O 2-2 final surgiria por Taremi, numa altura em que o Sporting, reduzido a dez, tentava defender a preciosa vitória.

Em destaque esteve o árbitro, manifestamente incapaz, desde logo pela expulsão de Coates, momento-chave do jogo. O primeiro amarelo resulta de um lance em que o uruguaio é ele próprio pisado. Este foi o lance que estragou o jogo e inclinou o campo. Seguiram-se outros cartões sem sentido, como o de Palhinha.

Depois do apito, começou uma confusão que envergonha o futebol português. De lado a lado, jogadores e outros elementos envolveram-se em confusões que espero que sejam rapidamente investigadas e castigadas, sem dó. É hoje notícia que até uma bala foi atirada para o relvado…Matheus Reis e Matheus Nunes até foram agredidos ao soco e ao banco por alguém, com colete azul que estava ali perto do relvado a fazer, não se sabe bem o quê…

Após tudo isto, tudo piorou. O presidente do Sporting disse de sua justiça, em pleno Dragão e depois, sofreu uma “espera” de altas patentes do clube da casa. Mais uma cena triste que culminou com o furto do telemóvel de Varandas. Uma noite triste que mesmo que tenha consequências minimamente sérias, não devolverá os três pontos ao campeão que fica assim impedido de o voltar a ser.

Tudo na mesma

A 6 pontos na véspera do Dragão

Francisco Chaveiro Reis
07
Fev22

Design sem nome (1).png

Tudo na mesma. O Sporting venceu o Famalicão por 2-0 e continua a seis pontos do líder Porto, que visita na sexta-feira. Num jogo em que um fator extra de atenção eram os vários jogadores em risco de falhar o Dragão, por acumulação de cartões amarelos, o Sporting quis resolver cedo a partida, para rodar um pouco. O primeiro golo surgiu logo aos seis minutos, com Sarabia, de grande penalidade, a fazer o primeiro. No entanto, o golo da tranquilidade, numa bomba de Matheus Reis, só aconteceu aos 63 minutos, já com Porro amarelado e fora da próxima jornada. Salvaram-se os outros. Ugarte voltou a estar bem quando chamado a render Palhinha e Slimani voltou a jogar de verde e branco, deixando boas indicações. Venha o Porto!

Sporting goleia

Com bis de Paulinho

Francisco Chaveiro Reis
03
Fev22

Design sem nome.png

O Sporting voltou a encurtar a distância para o FCP, vencendo a BSAD por 1-4 no Jamor. Paulinho, quem sabe já espicaçado por uma concorrência mais feroz, bisou, num jogo em que Porro e Sarabia, que também marcaram, estiveram em grande, até serem poupados. A goleada só pecou por escassa e ainda assim, Amorim conseguiu rodar a equipa, já que há jogo contra o Famalicão, domingo.

Sporting volta a perder

Fosso maior para o primeiro lugar

Francisco Chaveiro Reis
24
Jan22

Design sem nome.png

O Sporting perdeu pela segunda vez em janeiro, para a liga, e está já a seis pontos do líder, Porto. Na receção ao Braga, o Sporting até começou melhor e marcou primeiro por Pote mas, uma sucessão de erros defensivos, com claro destaque para Gonçalo Inácio, acabou por permitir ao Braga virar. Galeno, de grande penalidade, empatou e nos descontos (oito minutos), viria o desempate. Pote falhou, isolado, o 2-1 e o adolescente francês, Corby, bateria Adán aos 97 minutos.

O Sporting atravessa uma má fase, com falta de confiança e de garra. Para além de um reagrupar interno, fariam falta reforços, já que o plantel é claramente curto.

Segue-se a Taça da Liga, em Leiria. O Sporting defronta quarta-feira o Santa Clara, na meia final, uma equipa que já o derrotou este mês.