Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

Faltam dois

Sporting no mercado

Francisco Chaveiro Reis
10
Jan24

Cópia de Design sem nome (2).png

Chegou Rafael Pontelo, por um valor residual e com boa margem de progressão. Joga pela esquerda de um modelo de três defesas e é alternativa a Inácio, que pode fazer todas as posições do trio, e permite que Reis possa jogar mais avançado. A meu ver, sem Diomande mais de um mês, com St. Juste muitas vezes lesionado e com Quaresma ainda verde, até chegaria mais um central, mas é pouco provável que tal aconteça.

Ou seja, faltam dois reforços. Um médio e um extremo. No meio, Morita passará fora algumas semanas, ao serviço do Japão e sobram Hjulmand, titular absoluto; Bragança, que tem estado bem, mas que parece ter uma condição física frágil e Essugo, ainda muito verde. Pote vai descendo para fazer de 8, mas faz falta mais um homem, sem dúvida. Não há leaks em relação a essa posição.

Como não há em relação ao extremo que, idealmente, como Pote, faria as duas posições. Buchanan, aparentemente poderia fazer essas duas funções. Asprilla foi associado ao Sporting nos últimos dias, mas não parece ser hipótese. Guitane, do Estoril, também já foi apontado e desmentido. Esperam-se novidades nos próximos dias.

Era Buchanan

O jogador pretendido

Francisco Chaveiro Reis
09
Jan24

Cópia de Design sem nome (1).png

Quando Buchanan assinou pelo Inter e se referiu o montante de 7 milhões de euros como valor da transferência foi inevitável pensar que o canadiano estaria ao alcance financeiro do Sporting e que teria sido uma bela contratação. Parece que a estrutura do clube – que obviamente percebe mais do assunto do que eu – pensou da mesma forma. A Bola anuncia hoje que era justamente o canadiano o homem a quem se referia Ruben Amorim ontem, quando falou num jogador que o Sporting seguiu durante muito tempo, mas que acabou por escapar para outro clube. Tajon Buchanan, nascido no Canadá mas também com nacionalidade jamaicana, atua essencialmente como lateral direito muito ofensivo ou como extremo, sendo que A Bola também o indica como médio que pode jogar no centro.

Portas abertas

Entra Rafael

Francisco Chaveiro Reis
03
Jan24

Cópia de Design sem nome (8).png

Começou janeiro e as portas de Alvalade estão abertas. Já entrou Rafael, jovem central, já a pensar na ida de Diomande à CAN, mas sobretudo, no futuro e espera-se que possam entrar mais dois reforços: um médio centro que faça de Morita agora e no futuro e mais um extremo que não será Gelson, colocado na rota do regresso, mas supostamente barrado por Amorim.

Na porta da saída, espera-se que não cheguem propostas irrecusáveis por Diomande, Inácio ou Gyokeres mas devem dar-se vários empréstimos, sobretudo de jovens em busca de mais tempo de jogo. Rodrigo Ribeiro vai para o Rio Ave para jogar mais e regressar mais forte. O jovem avançado é um conhecido goleador nas camadas jovens e na equipa B mas ainda não conquistou o seu espaço na principal equipa. É de crer que outros, na mesma situação, como Afonso Moreira ou Dário Essugo se lhe sigam.

Diferente é o caso de Gonçalo Esteves que sai para o AZ, mas com opção de compra. O jovem lateral vindo do FCP foi logo integrado na primeira equipa assim que chegou, mas foi perdendo espaço e deixou de ser chamado por Amorim.

Fábio Silva no Rangers

Avançado português

Francisco Chaveiro Reis
28
Dez23

Visão do Peão.pngDepois de boas meias épocas por Anderlecht (11 golos) e PSV (5), Fábio Silva voltou ao Wolverhmapton e ao marasmo (1). Assim sendo, será novamente emprestado, desta vez ao Rangers, da Escócia. É natural que se torne no goleador do gigante escocês e provável que acabe mesmo a ligação, sem frutos, aos Wolves, mesmo que o empréstimo não preveja uma compra. Aos 21 anos, Silva tem muito para dar.

Rafael Silva

Primeiro reforço a caminho

Francisco Chaveiro Reis
28
Dez23

Visão do Peão (18).png

Ainda não é oficial, mas ao que tudo indica Rafael Silva Pontelo é o primeiro reforço de inverno do Sporting. O defesa central brasileiro fez a primeira metade da época no Leixões, após ter jogado por Ponte Preta, Valhadolid e Cruzeiro. Defesa de 20 anos, tem 191 cm e pesa 78 quilos.

Janeiro

Reforços

Francisco Chaveiro Reis
11
Dez23

Visão do Peão (7).pngO Sporting tem capacidade de lutar pelo campeonato. Tem boa equipa, joga bem a espaços e tem um goleador temível, algo que lhe faltava desde os melhores dias de Bas Dost. Mas o plantel atual não chega e menos chegará com as ausências de Diomande, Geny e Morita em janeiro, uma vez que estarão a representar os seus países em competições continentais.

Na baliza Adán alterna entre grandes defesas e más intervenções e Israel não parece ser melhor do que ele. É preciso pensar numa dupla substituição, mas diria que mais para o verão. Este mercado deve ser de retoques.

Na defesa, Saint Juste passa metade da época no estaleiro; Neto está na fase final da carreira; Quaresma parece contar pouco e Reis é necessário amiúde na esquerda. Sobram Coates e Inácio, com Diomande a ser o terceiro titular, mas a desfalcar a equipa por várias semanas. Tem que chegar um homem. Diao (Mafra) e Otávio (Famalicão) são homens interessantes para integrar e para irem ganhando espaço, mas faz falta alguém com mais tarimba. Eric Dier, várias vezes falado seria uma opção perfeita. Conhece a casa e o nosso futebol, pode jogar na defesa e ajudar no meio campo, como Amorim gosta e em fim de contrato e à beira dos 30 anos poderia regressar a casa. Seria a opção A, ele que pode ainda ser professor de gente como Muniz.

Nas alas, Fresneda não tem rendido, mas é aposta de futuro. Esgaio é o titular na direita e Geny a sua alternativa. Não estando em janeiro, Esgaio jogará mais e Fresneda terá que subir de nível. Pesno que o fará. Na esquerda, Santos e Reis dão garantias. Obviamente que seria bem-vinda uma outra opção, que pudesse jogar nas duas alas, mas acredito que só chegará caso seja um negócio de ocasião.

No centro, parece-me fazer falta reforços. Hjulmand tem dado conta da posição 6, mas Essugo não tem sido aposta. Gostaria de ver o jovem a rodar e a jogar mais, sendo necessário quem o rendesse. Escolheria Guga, raçudo médio do Rio Ave. Não será caro, é jovem, mas com experiência e poderia ser muito útil, sobretudo nas semanas de mau tempo e campos pesados. Para 8, fala-se na vontade de Amorim ter um 8 mais parecido com Pote. Morita e Bragança cumprem, mas também me parece que é preciso mais. Fujimoto, do Gil Vicente, já foi falado e penso que seria interessante. É jovem, tem golo e não será caro.

No ataque, Ribeiro deveria ser emprestado, tal como Afonso, para regressarem mais fortes. No centro, Gyokeres e Paulinho têm sido muito competentes e nas alas, Edwards e Pote, mesmo que inconstantes são craques. Trincão, a espaços, mostra o seu valor. Acrescentaria mais um extremo, com golo. Aqui, voltando à possibilidade de ir buscar reforços locais, gostaria de ver Jota Silva mais de perto. O jogador do Vitória pode ser extremo ou cair para o centro. Oferece e marca golos e enriqueceria o banco.

Neves na Arábia

Na flor da idade

Francisco Chaveiro Reis
19
Jun23

Ruben Neves tem tido uma carreira estranha. Mesmo tendo óbvia qualidade, o médio defensivo trocou o FCP pelo Wolverhampton, quando este estava na segunda divisão inglesa. Foi sempre associado a clubes de maior dimensão como Manchester United ou Liverpool, mas a mudança nunca se concretizou. Agora, com 247 jogos e 28 golos (a maior parte, “bombas” de fora da área) era apontado como reforço do Barcelona, como substituto de Sergio Busquets. Farto de esperar pela concretização do negócio, Neves não resistiu ao raide do Al Hilal e vai jogar no campeonato da Arábia Saudita, a troco de um ordenado principesco. Não se pode criticar uma escolha que permita um ganho milionário, mas é pena ver um médio de topo a ter uma carreira tão longe do tradicional para a sua carreira. Ainda assim, Ruben tem 26 anos e mesmo que passe 4 anos na Arábia, ainda vai a tempo de jogar num grande clube europeu. Veremos.

A minha lista

Sporting 2023-204

Francisco Chaveiro Reis
14
Jun23

Gyokeres - O Sporting quer uma alternativa a Paulinho e Chermiti e Gyokeres, sueco a brilhar na segunda divisão inglesa parece ser o favorito. É um jogador de quem gosto e gosto da possibilidade do Sporting bater o seu recorde de transferências, o que passa uma mensagem de ambição. Gyokeres é novo sem ser inexperiente e apesar de ser goleador no país do futebol, tem a ambição de mostrar muito mais, numa primeira divisão e nas competições europeias.

Ivan Jaime - Famalicão tem sido fonte de alegrias para o Sporting (tirando Vinagre) e o Sporting tem sido o jackpot do Famalicão. Ivan Jaime poderia muito bem ser o próximo a mudar-se para Alvalade, ele que pode ser médio centro, médio ofensivo ou, como o vejo, descaindo para uma ala do ataque, ao género de Pote, salvaguardando as diferenças. Por mim, seria já contratado mas, a sair Arthur, suplente de Edwards na direita, o espanhol seria uma grande contratação, ficando o Sporting com Pote, Edwards, Trincão e ele nas alas, além de um jovem, como Afonso Moreira.

Ivan Lucas - Tem sido apontado ao Sporting mesmo que não se fale nele há algum tempo. Como Gyokeres, é jovem sem ser inexperiente e após ter conquistado o seu espaço no Brasil, nunca se impôs totalmente em França. Raçudo e com boa técnica, seria uma grande adição.

Varela - O médio defensivo argentino foi apontado ao FCP mas penso que seria um belo subtituto para Ugarte. Jovem e em busca da sua oportunidade na Europa, seria mais um jovem para Amorim moldar.

Lelo - Reis tem jogado bem na defesa e Santos precisa de quem o renda. Lelo, internacional nas camadas jovens, seria a minha escolha. 

Lamptey - O ganês com carreira feita em Inglaterra já tinha sido opção em janeiro e volta agora ser o nome mais falado. Em busca de relançar a carreira após não ter vingado no Chelsea e de ter perdido espaço no Brighton, Lamptey, jovem e muito rápido seria uma mais valia. 

Verão gordo

Muitos milhões na rua

Francisco Chaveiro Reis
12
Jun23

Aproxima-se um verão milionário em Portugal. O Benfica já anunciou a chegado do seu novo 10, Kocku, vindo do Feyenoord, por 25 milhões de euros, num negócio que ainda poderá chegar aos 30. Um recorde em Portugal. Um guarda-redes (fala-se hoje no brasileiro Bento) e um defesa esquerdo que renda Grimaldo estão na calha. Com as possíveis saídas de Ramos e Florentino, que devem render mais de 100 milhões, outros chegarão. Castellanos é já referenciado para o ataque, não custando menos do que 15 milhões.

Também em Lisboa, já pensando no que vai receber por Ugarte (60 milhões), Tomás (cerca de 15 milhões) e outros, o Sporting vai atacar fortemente o mercado, com muitos milhões. 20 parecem estar de lado para Gyokeres, que deve ultrapassar Paulinho no 11 e no título de reforço mais caro de sempre. O Sporting também não se deve poupar para garantir um 6, um 8 (Jean Lucas, por cerca de 8 milhões) e um ala direito (Lamptey deve custar cerca de 9 milhões).

Mesmo precisando de vender e tendo mais uma saída a custo zero de Uribe, deve abrir os cordões à bolsa para reforçar meio campo e ataque, pelo menos. O seu jackpot deve ser a saída de Diogo Costa para a liga inglesa.