Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Visão do Peão

Deco

27.08.13, Francisco Chaveiro Reis

Deco, um dos melhores dez do Mundo nos últimos 30 anos, terminou a carreira. Ao serviço do FCP e Barcelona construiu uma carreira de grande qualidade, recheada de títulos. Passou, ainda, por Chelsea e Fluminense, com sucesso.

 

A carreira de Deco iniciou-se no Corinthians. No Timão, jogavam Edmundo, Marcelinho Carioca, Zé Elias, Cris ou Sylvinho. Deco é que jogava pouco e mudou-se para o Corinthians Alagoano. Ao lado de Cajú, que voltaria a encontrar no Alverca, fez boa época e chamou à atenção do Benfica. Chegou a Portugal mas nunca jogou pelo clube da Luz. Em 1997/1998 fez parte de uma equipa do Alverca que contava com Juba, Diogo, Ramires, Maniche, Hugo Leal ou Veríssimo. A época em cheio, levo-o ao Salgueiros.

 

Em Paranhos, mostrou-se como um dos mais promissores médios a jogar em Portugal. Ao seu lado, no mítico clube do Porto tinha Filipe Cândido, Gama, Vitinha, Semedo, Cao ou Jorge Silva. No ano seguinte mudou-se para as Antas, onde venceu tudo. Foram seis anos de intensa glória nos quais venceu a Liga dos Campeões e a Taça UEFA. Pelo FCP, venceu, ainda, 3 ligas, 3 Taças de Portugal e 3 Supertaças.

 

Após o Euro 2004, mudou-se para Barcelona onde teve mais quatro anos recheados de títulos: 2 ligas, duas Supertaças e uma Liga dos Campeões. Era uma das estrelas de uma equipa que tinha Eto´o ou Ronaldinho.

 

Ainda jogou no Chelsea e Fluminense voltando a vencer títulos, mas não com o mesmo brilho que teve na Peninsula Ibérica.

 

Pela seleção, estrou-se em 2003, marcando, de livre, ao Brasil e despediu-se em 2010. Jogou 75 vezes e marcou 5 golos. Esteve nos Euro 2004 e 2008 e nosMundial 2006 e 2010.

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.