Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

33 anos de Viena

Francisco Chaveiro Reis
27
Mai19

5c8d165d48d60gbeTelmOwEkT0lHC.png

A noite mágica em que o calcanhar de Madjer ajudou a derrotar o Bayern de Munique e deu a Taça dos Campeões Europeus ao FC Porto foi há trinta  e três anos. A 27 de maio de 1986, o FCP, orientado pelo Rei Artur Jorge, entrou em campo com Mlynarczyk, João Pinto, Eduardo Luís, Celso e Augusto Inácio; Quim, Jaime Magalhães, António André, Madjer, Futre e Sousa. O Bayern, cheio de si nos dias anteriores, começou melhor, marcando por Kogl mas Madjer, aos 77´, empatou e dois minutos depois, Juary, vindo do banco, deu asas ao sonho. O FC Porto conseguia a sua primeira conquista europeia ante do poderoso Bayern de Pfaff, Brehme, Matthäus, Hoeness ou Rummenigge. Depois do Benfica em 1961 e 1962, o FCP conquista a principal competição de clubes.

A segunda Liga dos Campeões do FCP foi conquistada a 25 de maio de 2004, tendo-se celebrado no sábado, os 15 anos da conquista. No ano anterior, Mourinho tinha levado o FCP a vencer a Taça UEFA. Em 2003-2004, uma caminhada fabulosa, levou o FCP a vencer o Mónaco por 3-0, em Gelsenkirchen. Carlos Alberto, Deco e Alenitchev foram os heróis do dia. Mourinho, em vésperas de ser o Special One, alinhou com Baía, Ferreira, Costa, Carvalho e Valente; Costinha, Deco e Maniche; Carlos Alberto, Pedro Mendes e Derlei. Pedro Emanuel, McCarthy e Dmitri Alenichev foram também chamados a jogo.