Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

Arranca amanhã

Francisco Chaveiro Reis
14
Jun13

 

Começa já amanhã a Taça das Confederações, o ensaio-geral para o Mundial de Clubes. Pedro Proença será o árbitro do Brasil-Japão, partida inaugural. A competição pretende testar a capacidade de organização do Brasil, enquanto país, mas quererá dar, claro, um cheiro de bom futebol. Para isso, oito equipas vão jogar, divididas por dois grupos. No A, Brasil, Japão, Itália e México. No B, Espanha, Nigéria, Taiti e Uruguai. Duas equipas de cada grupo seguem para as meias.

 

O Brasil, a jogar em casa, com elenco que inclui Neymar, Lucas, Óscar, Bernar ou Hulk, é favorito mas, a Espanha, campeã mundial e europeia conta com Silva, Fabregas, Xavi ou Iniesta para fazer uma desfeita. No grupo A, penso que passa o Brasil, a segunda vaga sairá de um lote de três belas equipas. A Itália, pela história mais do que pela atualidade, é favorita. Mais fraca do que o habitual, a equipa de Prandelli, conta, ainda assim, com El Shaarawy ou Balotelli para além do veterano Pirlo. O Japão, já apurado para o Mundial, é uma equipa bem organizada, treinada por Zaccheroni e que conta com individualidades como Honda, Hasebe ou Kagawa. Por fim, o México, campeão olímpico, que tem Chicharito e Dos Santos como estrelas.

 

No grupo B, aposto no apuramento de Espanha e Uruguai. A Espanha continua a ser uma das equipas mais fortes do mundo e o Uruguai, após um bom Mundial 2010, continua a evoluir graças a Cavani, Suarez ou Forlán. Na Nigéria, destaque para Elderson e Ogu, que jogam em Portugal; para as estrelas Musa e Mikel e para Oboabona, que apesar da qualidade, ainda joga na Nigéria. No Taiti, o destaque é para Marama Vahirua, de 33 anos, o único que joga fora do Taiti. Vahirua, hoje na Grécia, fez carreira em França, no Nantes, Nice, Lorient, Nancy e Mónaco.

 

Espera-se, claro, uma final Brasil-Espanha.