Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

Kane para sempre?

Francisco Chaveiro Reis
11
Mai22

Visão de Peão.png

O Manchester City vai fechar com Haaland e o Real Madrid com Mbappé. O Barcelona pensa em Lewandowski. Talvez Bayern e PSG precisem em breve de reforços ofensivos. Depois de ter falhado o salto no verão passado, Harry Kane estará condenado a passar o resto da carreira no Tottenham? Aos 28 anos, Kane, que na verdade nunca venceu nada ao mais alto nível começa a tornar-se velho para que alguém pague por ele mais de 100 milhões de euros. Além disso, com Conte, parece ter descido um pouco mais no terreno e ganho mais liberdade para criar ao invés de pensar apenas na baliza.

Caso aconteça, fazer toda a carreira nos Spurs, Kane terá uma carreira longa e individualmente frutuosa no melhor campeonato do mundo e subirá na tabela de homens com mais jogos pelo clube e na tabela de melhores marcadores, onde só tem um jogador - Jimmy Greaves - à frente. Dificilmente vencerá títulos, mas não terá uma carreira nada má, sobretudo se continuar a ser figura central na seleção e consiga eventualmente um Mundial ou Euro.

Mas, Kane merece mais título e mesmo com um valor alto, pode ser bom negócio, afinal, hoje em dia os jogadores têm carreira mais longas. Numa altura em que o Barcelona precisa de figuras de primeira, veria Kane como excelente opção. É mais caro, mas também mais novo do que o polaco. Além disso tem um estilo de futebol apoiado que agradaria a Xavi. Mas, vejo como mais possível a troca de clube na Premier League. Tirando da equação um clube da mesma cidade, tiro o Chelsea da corrida mesmo achando que Lukaku não ficará muito mais tempo na PL. Vejo Kane como reforço de Liverpool ou United. No caso do Liverpool, seria bem-vindo a uma nova frente de ataque, numa altura em que Mané e Salah são colocados como opções para o Barcelona, quando os seus contratos estão a terminar. Kane, com Jota e Diaz, poderiam ser o novo trio, mantendo o Liverpool como equipa relevante. Como uma luva assentaria no novo United: garantia liderança, golos, assistências e seria um sinal pungente do regresso do United aos melhores dias.