Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

A vergonha

Tymoshchuk calado

Francisco Chaveiro Reis
19
Abr22

Visão de Peão (6).png

Anatoliy Tymoshchuk era um herói ucraniano até ao início da ofensiva russa. Agora, mantendo-se em silêncio sobre o tema e mantendo o seu cargo de treinador adjunto dos russos do Zenit, não para de ser criticado. Publicamente, outros jogadores de destaque como Yarmolenko ou Rebrov, já o criticaram. Jogador mais internacional pela Ucrânia, viu a federação “apagar-lhe” a história.

Tymoshchuk iniciou a carreira no modesto Volyn, antes de se destacar no gigante Shakhtar Donetsk. Passou três anos no Zenit antes de atingir o ponto alto da carreira, ao defender o Bayern por quatro épocas. Regressou ao Zenit para mais dois anos antes de arrumar as botas no Cazaquistão. Ao longo dos anos venceu três campeonatos ucranianos, dois russos e dois alemãos, bem como uma Liga Europa, uma Supertaça Europeia e uma Liga dos Campeões. Pela Ucrânia, jogou um Mundial e dois Europeus.

É adjunto do Zenit desde 2017.

Beto chega aos 11

Estreia em Itália

Francisco Chaveiro Reis
19
Abr22

Visão de Peão (4).png

Depois de três meses de jejum, o português Beto fez um hat-trick, ante do Cagliari e chegou aos 11 golos na Série A, em 30 jogos. Beto, nascido há 24 anos, ainda começou a época em Portimão (5 jogos e 2 golos) mas mudou-se para Udine, conforme era seu desejo e a verdade é que se tem dado bem no Calcio. Depois do Tires e do Olímpico do Montijo, o avançado, alto e rápido, chegou ao Portimonense onde fez 13 jogos em 46 tentativas. FCP e Sporting ter-se-ão assutado com o preço e Itália foi o passo seguinte. Não admira que se possa juntar, já este verão, por exemplo, ao Watford, de uma liga ainda maior, detido pelo mesmo dono da Udinese. Já merece uma oportunidade na seleção.