Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

Campeões na Europa

Real, em Espanha

Francisco Chaveiro Reis
30
Abr22

Visão de Peão (7).png

Liderado por um Super-Benzema, o Real Madrid festejou no sábado o seu 35.º campeonato espanhol. Ao Real, bastava empatar com o Espanhol, mas deu goleada. Rodrygo fez os dois primeiros golos da festa. Asensio e Benzema (42 golos em 42 jogos) fizeram a outra metade. A quatro jogos do fim, o Real Madrid soma 25 vitórias, 6 empates e 3 derrotas. O Real é quem mais marcou até agora – 73 – e a segunda melhor defesa – 29. No top 5 de vitórias na prova, o Real continua a liderar com estas 35 conquistas seguido de Barcelona (26), Atlético (11), Athletic (8) e Valência (6).

Zé em busca da Conference

Empate em Leicester

Francisco Chaveiro Reis
29
Abr22

 

José Mourinho, após vencer a Liga dos Campeões com FCP e Inter e Liga Europa com FCP e Manchester United, está em busca da conquista da primeira Conference League. E o empate em Inglaterra, ontem, é auspicioso. A Roma marcou primeiro, pelo capitão Pellegrini, antes de Lookman empatar para o Leicester. No Olímpico, a Roma depende de si. No outro jogo, cinco golos e vantagem para o Feyennord. Dessers, nigeriano nascido na Bélgica, bisou e chegou aos 10 golos na prova. Dessers fez o 1-0 e pouco depois, Sinisterra, fez o 2-0. O Marselha empatou, por Dieng e Gerson, antes de Dessers fazer o 3-2 final. O jogo em Marselha será renhido. A final é a 25 de maio na Arena Kombëtare em Tirana, Albânia.

Alemães na frente

Francisco Chaveiro Reis
29
Abr22

 

Ao intervalo das meias finais da Liga Europa, adivinha-se um embate alemão na final. Na primeira mão, o Leipzig bateu o Rangers por 1-0, em casa, com um grande golo de Angelino, perto do final, já com André Silva em campo (jogou cerca de 20 minutos). No outro jogo, em Inglaterra, 1-2 para o Frankfurt na casa do West Ham. Ansgar Knauff, emprestado pelo Dortmund ao Eintracht, marcou logo no primeiro minuto. Vinte minutos depois, Antonio empatou e seria Kamada a resolver a partida. Ao cair do pano, Bowen, de bicicleta, quase empatou. Para a semana decidem-se os finalistas. O último jogo é a 18 de maio, no  Estádio Ramón Sánchez-Pizjuán, casa do Sevilla.

Almani, pai de Diego

A carreira do avançado

Francisco Chaveiro Reis
28
Abr22

Visão de Peão (2).png

Almani Moreira teve uma carreira interessante no futebol profissional. Agora, é a vez do filho, Diego, brilhar, uma vez que faz parte da equipa que venceu a Youth League, pelo Benfica. Diego Moreira leva 1 jogos pela equipa B, 15 jogos e 2 golos pelos sub-23 e 24 jogos e 6 golos pelos sub-19. Nada mau, para um avançado móvel de 17 anos. Curiosamente, Diego é neto de Helmuth Graf, antigo jogador alemão que passou pelo Charleroi e Standard Liége e hoje é treinador-adjunto do Alemannia Aachen.

Já, Almani, fez a formação entre Sacavenense e Boavista, tendo-se estreado como sénior no Gondomar da III Divisão, com 13 golos. No empréstimo seguinte, ao Gil Vicente, na II, marcou 12 golos e foi campeão, ao lado de homens como Guga, Febras, Casquilha, Rui Ferreira, Dinis ou Wilson. O treinador era Álvaro Magalhães. A estreia pela equipa principal do Boavista viria na época seguinte, com Jaime Pacheco e 2 golos em 22 jogos. O Boavista ficou em quarto e no ataque havia Gilmar, Couto, Douala, Demétrios ou Martelinho.  Depois de uma época em branco, por lesão, seguiu-se uma estadia de cerca de cinco anos em Liége, onde nasceu Diego. Nas três primeiras épocas, 96 jogos e 19 golos. Conviveu com Enakarhire que jogaria depois no Sporting; com Spehar que tinha sido campeão no Sporting e Folha e Söderström, ex-Porto.

Seguiu-se o empréstimo ao Hamburgo, provavelmente o maior clube que representou, partilhando balneário com Romeo, Hleb, Emile Mpenza que já conhecia de Liége, Barbarez ou Mahdavikia. Regressou a Liége para mais 33 jogos e 2 golos antes de passagens curtas por Dinamo de Moscovo (andavam por lá, Nuno, Costinha, Cícero e Danny) e Desportivo das Aves. Daí, partiu para Belgrado, onde viveu anos de grande qualidade no Partizan. 132 jogos e 30 golos ao lado de nomes como Jovetic, Ljajic, Fejsa ou Radosav Petrovic.

Passou pelo Dalian Pro, da China antes de regressar à Sérvia para dois anos no Vojvodina. Passou por Salamanca antes de acabar a carreira no Atlético, aos 37 anos. O futuro segue-se, com Diego.

Inter perde em Bolonha

Milan continua em 1.º

Francisco Chaveiro Reis
28
Abr22

Visão de Peão (1).png

É desta estrelinha que se fazem os campeões. Líder, com um jogo a mais, o Milan torcia ontem por um tropeção do rival e atual campeão, Inter, em Bolonha. Não começou bem para o Milan nem para o Bolonha, quando Ivan Perisic, vindo da direita para o meio, fez um grande golo. O Bolonha não desistiu e empatou antes da meia hora, graças a Arnautovic, de cabeça, que já passou pelo Inter. Na segunda parte, festa brava para Bolonha e…Milan. Em estreia, esta época, o guarda-redes Radu cometeu um erro enorme e Sansone fez o 2-1 final.

A quatro jogos do fim da liga, o Milan lidera com mais 2 pontos do que o Inter. O Milan recebe a Fiorentina e a Atalanta e visita o Hellas Verona e o Sassuolo, num calendário difícil. Já o Inter, visita a Udinese e o Cagliari e recebe Empoli e Sampdória.

Já o Bolonha, garantiu a manutenção e o plantel foi ao hospital visitar Sinisa Mihajlovic, antigo jogador do Inter, a lutar contra uma leucemia.

Pág. 1/11