Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

Rumor do dia: Nélson Oliveira

Francisco Chaveiro Reis
30
Jan20

NelsonOliveiraAEKDR.jpg

Numa altura em que o mercado está prestes a fechar, parece claro que Bruno Fernandes não terá substituto direto para já e que o plantel terá apenas mais um reforço (se conseguir). Um avançado para o lugar de Phellype estará a caminho. Depois de Taremi (hoje associado ao Benfica), fala-se em Nélson Oliveira, goleador do AEK. Depois de uma carreira tumultuosa, Oliveira leva 9 golos em 20 jogos. Esperança do Benfica, andou emprestado a Rio Ave, Paços de Ferreira, Deportivo, Rennes, Swansea e Nottingham Forest antes de se juntar ao Norwich, onde brilhou espaços. Emprestado ao Reading na época passada, acabou por rumar à Grécia no verão passado. A mudar-se para o Sporting, os leões seriam o 11.º clube de Oliveira em 10 anos, numa altura em que o internacional português tem 28 anos. O ponta de lança foi ainda falado para o Wolverhampton.

Bruno

Francisco Chaveiro Reis
29
Jan20

1q9a5700.jpg

Depois de brilhar na Udinese, ao lado de Di Natale, Bruno Fernandes, naqueles negócios que eu não entendo em Itália, acabou emprestado à Sampdória. Deu-se bem com a camisa 10 do histórico clube de Génova e chamou à atenção do Sporting. Bruno de Carvalho pagou 9 milhões pelo seu passe e Jorge Jesus tirou o melhor do médio. Fez 56 jogos e marcou 16 golos, na estreia. Jogava a 8 e mostrava ser mais eficiente no golo do que Adrien, que se pensava ser muito dificil de substituir. Venceu uma Taça da Liga mas no fim da época, aconteceu Alcochete e Bruno bateu com a porta. Terá sido tentado pelo Benfica mas recusou tudo e acabou por regressar a Alvalade. Muitos nunca lhe perdoaram ter rescindido e passaram a vê-lo como alguém que só regressou por ainda mais dinheiro do que já recebia. Mas dentro de campo, tornou-se capitão e o melhor jogador do plantel. No segundo ano de Sporting, venceu uma Taça da Liga e uma Taça de Portugal. Melhor, quebrou o recorde e tonrou-se no médio mais goleador de sempre do futebol europeu, numa só época. Em 53 partidas, 32 golos. Esta, a equipa estava muito pior e o Bruno foi tentando ser o seu farol. Ainda marcou 15 golos em 28 partidas. Deixa o Sporting, com um lucro considerável que será uma tábua de salvação financeira e em dois anos e meio foi o melhor jogador do clube e da liga portuguesa, tendo ganho três títulos, marcado 63 golos e oferencendo outros 50 em 137 jogos.

Rumor do dia: Derik Lacerda

Francisco Chaveiro Reis
29
Jan20

deriklacerda1.jpg

O jovem brasileiro Derik Lacerda, em destaque na Académica, estará a ser seguido pelo Sporting. À beira de acabar contrato com a Briosa, Lacerda, poderia chegar por menos dos 2 milhões da cláusula. Lacerda leva apenas dois golos mas é visto como tendo muito potencial. Aos 20 anos, deveria passar algum tempo nos sub-23. 

Rumor do dia: Taremi para render Luiz Phellype

Francisco Chaveiro Reis
29
Jan20

image.jpg

O iraniano Taremi, que leva 9 golos em 21 jogos pelo Rio Ave, é desejado em Alvalade para fazer face à lesão de Luiz Phellype. Ídolo do futebol iraniano, o avanado vive os primeiros meses na Europa e tem impressionado. Adaptado à nossa liga poderia ser uma mais valia e opção imediata. O Rio Ave não venderá o seu goleador por menos de 5 milhões mas o Sporting é obrigado a investir numa altura em que ficou sem os seus dois melhores marcadores.

Bruno no Manchester

Francisco Chaveiro Reis
28
Jan20

img_817x460$2020_01_28_18_13_50_368810.jpg

Ainda não é oficial mas quase. Bruno Fernandes vai mesmo ser reforço do Manchester United, voando hoje para o Reino Unido. O Sporting prepara-se para encaixar 55 milhões (já seria a maior venda de sempre do clube, superando a  ida de João Mário para o Inter) e mais 25, por objetivos. 10 deles, prendem-se com 20 presenças de Bruno no United e com a ida do United 3 vezes em 5 anos à Liga dos Campeões, pelo que é muito provável que o negócio chegue aos 65 milhões. Os outros 15 prevem a eleição de Fernandes como Bola de Ouro. Depois de Boavista, Novara, Udinese, Sampdória e Sporting, Bruno conhecerá sexto clube da sua carreira e cumpre o sonho de jogar na Premier League. 

Bruno hoje é uma novela espanhola

Francisco Chaveiro Reis
28
Jan20

ponto-de-interrogacao-como-usar-dicas-e-exemplos.j

A novela Bruno Fernandes tem um novo capítulo. Depois de ter sido associado a Tottenham e Manchester United, agora é associado ao Valência, por empréstimo do Barcelona. Num negócio que parece rebuscado, Rodrigo Moreno iria para Camp Nou fazer de Luis Suarez, lesionado, e Fernandes ficaria seis meses no Mestalla a aprender o que é La Liga, por empréstimo do Barcelona. Ignoro o interesse do negócio para o Valência que tem Parejo, o seu capitão, para a posição e o que ganharia o Barcelona, que pagaria 60 milhões para emprestar um jogador e ter outro que de outra forma, custaria 40. 

O novo Maestro de Milão

Francisco Chaveiro Reis
28
Jan20

drerikseninter1.jpg

Várias vezes apontado ao Real Madrid por largos milhões, acaba de se mudar para o Inter por...20 milhões de euros (estava quase a acabar contrato com os Spurs). Christian Eriksen, playmaker dinamarquês e um dos melhores médios do mundo deixa a melhor liga do mundo e junta-se ao Inter de Milão, que busca voltar a ser vencedor de uma liga nostálgica dos anos 90, quando era a prioridade das estrelas mundiais. Se por um lado é uma surpresa que não se mantenha em Inglaterra ou vá para Espanha (ou mesmo Alemanha ou França), por outro, é um reforço luxo para o Calcio e um grande passo para que este volte a ser referência. Depois da chegada de Ronaldo, o futebol italiano ganhou um novo fôlego e é de crer que Milan ou Nápoles, em busca de glória, também tentem contratar grandes estrelas. Com um grande mercado de inverno - Eriksen, Young ou Moses - o Inter vai vender caro, o campeonato à Juventus. 

Sem

Francisco Chaveiro Reis
28
Jan20

1024.jpg

Sem brilho, sem público (menos de 13 mil) e sem Mathieu, Acuña, Bolasie, Vietto e Phellype (desde os 15 minutos), o Sporting bateu o Marítimo por 1-0 e subiu à terceira posição do campeonato português. O primeiro golo do lateral Borja pelo Sporting - de ângulo difícil - deu os três pontos aos comandados de Silas. O treinador cortou Mendes dos convocados e perante a lesão de Phellype, apostou na estreia de Sporar, que até esteve perto de marcar. Num jogo em que Jesé, titular, voltou a mostrar a sua inutilidade, regressou Jovane, após longa lesão e mostrou que o futuro das alas é dele e de Camacho. 

Última semana de mercado

Francisco Chaveiro Reis
27
Jan20

1397365.jpg

Daqui a uma semana já será possível olhar para o mercado e perceber o que fez o Sporting durante janeiro. Até agora, que já passaram três semanas, contratou o avançado Androz Sporar, por seis milhões de euros, numa operação financeiramente ambiciosa e inscreveu Pedro Mendes, goleador dos sub-23 que Keizer ignorara em agosto. De resto, pouco aconteceu e pelas exibições desde o início da época, a necessidade de reforçar a equipa é evidente, em posições como o centro da defesa, as laterais da defesa ou o meio-campo defensivo.

O dossier Bruno Fernandes, que se arrasta desde o fim da época passada, parece ser a chave para o Sporting garantir liquidez para atacar o mercado (terá partido para Sporar já a pensar em ganhos com o capitão). Parece que as negociações com o United se arrastam e o clube inglês, riquíssimo, estará a tentar pagar menos do que o Sporting pede. À semelhança do que aconteceu no verão, quando o Sporting, não vendendo o seu número 8, vendeu Thierry e Raphinha, são avançados os nomes de Acuña e Wendel como outros vendáveis. Mas em qualquer dos cenários, será necessária rapidez de atuação para fechar alvos, negociar e ter os jogadores em Lisboa a tempo de exames médicos. O tempo corre e contratações à pressa como as de Fernando, Jesé e Bolasie são de evitar.

Em relação ao início da época, Fernando já foi devolvido à liga ucraniana, após ter sido um flop caro. Igual situação, terá sido tentada com Jesé mas tendo jogado já por dois clubes esta época, o clube parisiense terá negado. Miguel Luís está na lista para ser emprestado e acredito que Renan e Ilori também podem mudar de ares. Como mudaram de ares, alguns dos emprestados que não estavam a ter sucesso nos clubes onde estavam. Dala deixou a Turquia para regressar ao Rio Ave e Ivanildo manteve-se na liga turca, mas mudando de clube. Geraldes não vingou no AEK e deve ser emprestado a um clube da liga portuguesa.  

Sem grandes objetivos, que não o de ficar no terceiro lugar (mais simbólico do que outra coisa) no campeonato e o de não ser eliminada da Liga Europa por uma equipa sem cartel, o resto do ano deve ser de pré-temporada para a próxima época, com o lançamento de jovens e consolidação de outros já lançados, bem como de reforços que cheguem entretanto (sobretudo se vierem de outro continente).

Penso que Max e Camacho serão titulares o resto da época e que na próxima estarão melhores. Gostava de ver Jovane, Plata e Mendes a terem minutos e de ver as estreias e apostas consolidadas em Echedy (melhor do que Borja), Quaresma (melhor do que Ilori) ou Rodrigo (melhor do que Doumbia). Outros, como Mitrovski, Bernardo Sousa, Bruno Paz ou Bruno Tavares, para além de Joelson. Mas claro que seria perfeito temperar os jovens com contratações de jogadores que entrassem de imediato na equipa, com valor acrescentado.

Pensar desde já naqueles que vão integrar o plantel na próxima época é também vital. À semelhança do que se fez com Neto, seria de desejar fechar já dossiers. Em fim de contrato, apostaria em negociar já com homens como Cláudio Ramos (Tondela), que pode ser um suplente mais barato e igualmente de valor, bem como Jemerson (Mónaco), Cédric (Southampton) e Carriço (Sevilha). Aranguiz (Leverkusen), Ilicic (Atalanta), Pereiro (PSV), Mensah (Manchester United), Elabdellaoui (Olympiacos) ou Zuber (Hoffenheim) são outros nomes interessantes. Outro, é do de Rony Lopes, ignorado em Sevilha mas com grande qualidade.

Mercado: Pablo Marí no Arsenal

Francisco Chaveiro Reis
27
Jan20

1_Mari.jpg

O central espanhol Pablo Marí é reforço do Arsebal após seis meses no Flamengo, onde venceu a Libertadores e o campeonato. Aos 26 anos, o espanhol abraça o maior desafio da carreira. Formado no Mallorca, passou pelo Nastic antes de chamar a atenção do Manchester City, onde nunca chegou a jogar. Foi emprestado a Girona, NAC Breda e Deportivo, antes de rumar em definitivo ao Brasil. Titular absoluto, ao lado de Rodrigo Caio, chamou à atenção dos Gunners que pagam cerca de 9 milhões por ele.