Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

26
Mar18

Portugueses na América

Francisco Chaveiro Reis

Earthquakes 77 Road Back Tony Simoes, Goeff Davies

No fim dos anos 60 nasceu a North American Soccer League, que teve alguma força até aos anos 80 e por onde passaram glórias portuguesas como Eusébio ou Simões. António Simões jogou pelos Boston Minutemen, San Jose Earthquakes, New Jersey Americans e Dallas Tornado e Eusébio atuou pelos Boston Minutemen, Las Vegas Quicksilvers e New Jersey Americans.

s3-news-tmp-136742-mls-1200x630--2x1--940.jpg

Depois de cerca de dez anos sem uma liga reconhecida pela FIFA, nasceu, em 1996 a novíssima MLS. Esta nova versão revista e melhorada tem atraído vários portugueses nos últimos anos.

image.jpg

Na mais recente encarnação da liga americana, com melhor organização, vários portugueses têm tentado a sorte. Em 2014, o defesa Rafael Ramos trocou as camadas jovens do Benfica pelo Orlando City. Hoje atua pelos Chicago Fire. Nuno André Coelho, hoje no Chaves, fez, em 2016, 24 jogos pelo Sporting Kansas City, marcando um golo. Curiosamente foi nesse clube que Collin, francês que passou pelo Setúbal, se notabilizou. A defesa leva 7 anos de futebol nos EUA. Em 2016 e 2017, João Meira, jogou pelos Chicago Fire, somando quase 60 jogos.

Joao-Moutinho.png

Atualmente, para além de Ramos, a MLS conta com o extremo Pedro Santos, que ainda ontem marcou pelo Columbus Crew. João Moutinho, lateral formado no Sporting é titular do Los Angeles FC. Gerso Fernandes, luso-guineense, vai no segundo ano na MLS, ao serviço do Sporting Kansas City, após ter representado clubes como Belenenses ou Estoril.

tt.jpg

No sentido inverso, também alguns americanos jogaram em Portugal. O Sporting contou com Garza na sua equipa de juniores. O defesa defende o Atlanta United após cinco anos no México. O Sporting teve também nas suas fileiras, Kirovski, internacional A pelos EUA e Oguchi, centralão que fez uma boa época. Pelo Estoril e Arouca, jogou o rápido avançado Tony Taylor. O central Palmer-Brown fez boa figura no FCP B mas regressou ao seu país.

maxresdefault.jpg

No próximo ano, André Horta será companheiro de Ibrahimovic nos LA Galaxy onde já mora João Pedro, médio que representou o Guimarães.

23
Mar18

Dybala e Icardi fora do Mundial?

Francisco Chaveiro Reis

nintchdbpict000350776243.jpg

Peças essenciais nas suas equipas, Dybala (Juventus) e Icardi (Inter), correm o risco de não serem chamados para o Mundial da Rússia. A razão parece risível. O seu desempenho na seleção não é o mesmo do que nos clubes. Numa equipa que tem Messi esse é um argumento que parece fazer pouco sentido. Dybala, que pode ser segundo avançado ou mesmo jogar nas alas, leva 21 golos esta época e será em breve um dos melhores jogadores do mundo. Já Icardi, leva 22 golos e a meu ver é um 9 mais completo e letal do que Higuaín, ainda para mais com Messi a ajudá-lo.

Sampaoli deve levar ao Mundial os guarda-redes Romero (United), Caballero (Chelsea) e Guzman (Tigres), mesmo que os “ingleses” sejam suplentes. Para a defesa a quatro, Sampaoli aposta em homens ofensivos. Acuna (Sporting) e Salvio (Benfica) são fortes hipóteses. Mercado (Sevilha) e Tagliafico (Ajax) devem fechar o lote. No centro, Funes Mori (Everton), Rojo (United), Otamendi (City) e Fazio (Roma) devem ser os escolhidos.

No meio, Biglia (Milan), Paredes (Zenit) e Mascherano (H. Fortune) devem ser chamados para defender e Lo Celso e Di María (PSG) e Banega (Sevilha) devem ser chamados para criar jogo.

No ataque, Messi (Barcelona), Aguero (City) e Higuaín (Juventus) têm lugar reservado. Acredito que se juntem a eles Pavón (Boca Juniors). As duas vagas finais podem ser preenchidas por Perotti (Roma) e Acosta (Racing), caso Sampaoli considere que os “italianos” não têm mesmo lugar.

20
Mar18

Portugal apresenta colecção Nike para 2018-2010

Francisco Chaveiro Reis

r3r.jpg

Depois da conquista do seu primeiro título europeu, em França, há dois anos, Portugal vai viajar para a Rússia este verão como Rei da Europa e vai fazê-lo usando uma coleção condizente com o seu novo estatuto real. O equipamento principal da Seleção Nacional, apresenta-se num design classicamente português com pormenores em dourado que simbolizam a sua conquista histórica.

11.jpg

“A coleção é inspirada pela conquista de há dois anos”, refere Pete Hoppins, diretor de design da Nike Football. “A realeza moderna é o que se destaca no equipamento. Desde Luís Figo a Cristiano Ronaldo, Portugal tem um número considerável de jogadores icónicos que lideraram e uniram a equipa ao longo do tempo”.

casaco ver.jpg

Mas se há jogador que encaixa no tema desta coleção da realeza moderna, é o capitão português, cujos recordes, resiliência em campo e capacidade de liderança inspiram a admiração dos seus colegas e compatriotas.

casacbranc.jpg

“Ronaldo é o herói português”, explica Hoppins. “Nós queremos contar a história do rei moderno do futebol que lidera a sua equipa”.

prematch.jpg

Ronaldo pode permanecer como rei, mas a emergência de novos jogadores como João Mário, André Silva e Gelson Martins mantém o futuro do futebol português brilhante.

portugal-2018-collection-02_native_600.jpg

“Com o equipamento principal, celebramos o presente de Portugal, com o alternativo, o futuro”, afirma Hoppins. “Portugal é um país de descobertas e isso estende-se à sua paixão e atitude em relação ao futebol”.

Nike_News_2018_Portuguese_Football_Federation_Coll

O equipamento alternativo aponta a esta busca constante por novos talentos, através de símbolos da sua história marítima.O equipamento de treino (pré-match) dá sequência às temáticas poderosas, apresentando uma grande cruz portuguesa, retirada da bandeira nacional, que domina a parte da frente da camisola. O conjunto do equipamento envia a mensagem de que o país está desejoso de mais sucesso.

Nike_News_2018_Portuguese_Football_Federation_Coll

A coleção da Seleção Portuguesa de Futebol, que inclui uma grande variedade de produtos de treino e lifestyle, vai estar disponível a partir do dia 23 de março em Nike.com e em lojas selecionadas. O equipamento alternativo vai estar disponível a partir do dia 26 de abril.

 

19
Mar18

37 golos em época de crise

Francisco Chaveiro Reis

LaLiga-Ronaldo-scores-four-as-Real-Madrid-beat-Gir

O Ronaldo pós-30 anos é assim. Começa a época a meio gás e vai crescendo até acabar em grande. No ano passado foi assim e neste também está a ser. Ontem, fez 4 golos ao Girona no 6-3 do Real e soma já 23 golos em 22 jogos. Na Liga dos Campeões tem 12 golos em 8 jogos. No total, contando ainda com Mundial de Clubes e Taça de Espanha, leva 37 golos em 35 jogos. Nada mau para uma época de crise. O seu rival de sempre, por exemplo, leva 35 golos em 44 jogos. 

19
Mar18

Mário Rui e Luís Neto na selecção

Francisco Chaveiro Reis

DepoPhotos_15808500-Neto.jpg

Mário Rui (Nápoles) e Luís Neto (Fenerbahce) foram chamados por Fernando Santos para o lugar dos lesionados Fábio Coentrão (Sporting) e Ruben Dias (Benfica). Se por um lado acho que Ruben Dias deve marcar presença na Rússia e pode até ser titular ao lado de Pepe, creio que Coentrão não deve ir ao Mundial. Apesar de ser sportinguista e de admirar o lateral e a recuperação que tem feito esta época, a verdade é que a sua condição física tem que ser muitissimo bem gerida e não é a mais adequada para um torneio curto e intenso onde se joga de dois em dois dias. Nesse sentido escolheroa sempre Mário Rui e Raphael Guerreiro. 

19
Mar18

Gelson e Dost vencem o Rio Ave

Francisco Chaveiro Reis

 

 

sportrioave2.jpg

O Sporting venceu o Rio Ave ontem à noite, diante de mais de 42 mil espetadores que resistiram à chuva, e mantem-se no terceiro posto, a 3 pontos do Benfica e a 5 do FCP, que também venceram. Jesus contou com um onze forte, sem baixas, algo que já não acontecia há algumas semanas. O Sporting entrou muito bem e dominou o jogo, mesmo tendo pela frente uma grande equipa, recheada de bons jogodores. O defesa Nadjack, que fez toda a faixa direita, terá sido o forasteiro em maior destaque. Em noite de muitos golos falhados apenas Gelson e Dost, uma vez cada um, acertaram com a baliza de Cássio.

Pág. 1/4

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Comentários recentes

Pesquisar