Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Oliveirense e Setúbal discutem hoje a primeira vaga na final da Taça da Liga

23.01.18, Francisco Chaveiro Reis

LMN_2793.jpg

Oliveirense e Vitória de Setúbal discutem hoje a passagem à final da Taça da Liga. A União Desportiva Oliveirense, atual 16.º classificado da II Liga, que tem em Diogo Valente (Académica, Braga ou FCP) a sua principal figura tem missão difícil ante do primodivisionário Setúbal que vem de um empate a uma bola com o Sporting. O Setúbal tenta a segunda vitória na competição após a ter conquistado há dez anos, numa final contra o Sporting. Na altura, o banco era de Carlos Carvalhal e em campo jogavam homens como Eduardo, Bruno Ribeiro, Bruno Gama, Edinho, Matheus ou Cláudio Pitbull.

Alexis Sanchez é reforço do United

22.01.18, Francisco Chaveiro Reis

img_770x433$2018_01_22_18_56_45_1356803.jpg

Alexis Sanchez, extremo chileno, é o novo camisola 7 do gigante Manchester United. Alexis troca o Arsenal pelo rival United, numa altura em que já podia assinar por outro clube a custo zero. Para não esperar até ao verão, Mourinho irá pagar cerca de 30 milhões de euros e ainda ceder o passe do médio ofensivo arménio Henrikh Mkhitaryan que, vindo do Borussia de Dortmund em 2016, custou cerca de 42 milhões de euros. Alexis joga em qualquer equipa e aumentará o poder de fogo do United em troca de 700 mil euros, por semana. Já o Arsenal, continua à deriva perdendo consecutivamente os seus melhores jogadores e recebe um jogador que nada provou em Inglaterra. Aos 29 anos, o que dará ao Arsenal? 

Lass em Paris

22.01.18, Francisco Chaveiro Reis

pourquoi-le-psg-a-recale-lassana-diarra-649.jpg

Lass Diarra vai ser jogador do PSG. O médio francês de 32 anos estava sem clube, depois de fazer apenas 5 jogos pelo Al Jazira. Promessa do futebol francês, nunca se cumpriu, como herdeiro de Deschamps ou Makelele mas construiu uma carreira interessante ao serviço de clubes de grande dimensão.  Começou no Le Havre, fazendo apenas uma época antes de, com 21 anos, se mudar para o Chelsea. Foi campeão com José Mourinho mas sem se impor, acabaria no Arsenal, que o emprestaria ao Portsmouth. Com alguma surpresa chegou ao gigante Real Madrid em janeiro de 2009 e por lá ficou até ao verão de 2012, fazendo 117 jogos e vencendo 6 títulos nacionais. Rumou à Rússia para dois anos, um no Anzhi e outro no Lokomotiv antes de regressar a França para jogar pelo Marselha, com a camisola dez. Jogou 33 vezes por França. Lass nunca explodiu como grande jogador, talvez preso pela indefinição na posição – entre 6 e 10 – e pelas expetativas enormes em seu torno. Mas a verdade é que ruma ao PSG.

Iuri no Génova. Mallmann no Setúbal.

22.01.18, Francisco Chaveiro Reis

Wallyson2.jpg

O Sporting continua  a arrumar a casa. Iuri Medeiros, a maior desilusão da época, está a caminho de Itália para jogar pelo Génova. O Sporting deve receber um milhão de euros pelo empréstimo, podendo receber mais 9 no fim da época. Apesar da inegável qualidade e do sucesso nos empréstimos, Iuri não conseguiu mostrar-se mesmo numa época em que Gelson dá claros sinais de cansaço. A caminho dos 24 anos, dificilmente Iuri voltará ao Sporting. Também Wallyson Mallmann será emprestado. O médio brasileiro muda-se para o Vitória de Setúbal até fim da época. O negócio marca o fim da "birra" do Sporting com o Setúbal depois da eliminação da Taça de Portugal do ano passado e que levou a que Geraldes e Gauld, destaques do Vitória até dezembro, fossem repescados e acabassem na equipa B. Mallmann, visto durante muito tempo, como o substituto ideal de Adrien, tem tido vida difícil como sénior. Oxalá possa ainda dar em grande jogador. 

Ronaldo e a política merengue

17.01.18, João Ferreira Dias

Cristiano Ronaldo estará, ao que parece, de saída do Real Madrid. Um jogador que dispensa apresentações não conseguiu escapar à política merengue de dispensa dos jogadores a partir dos 33 anos. Não interessa se é um símbolo do clube, a política é para todos. Nesse capítulos são democráticos, há que reconhecer. Fernando Hierro, Raul, Morientes, Cambiasso, Zidane, Figo, Suker, Roberto Carlos, tantos outros cuja barreira dos 30 os tornou excedentários. É verdade que foram profissionais muito bem pagos, mas a honra ainda é um ativo importante, mesmo no desporto. Agora argumenta-se que CR7 está, apenas, centrado no fosso salarial face a Messi e Neymar. Não é tanto por aí como o tratamento recebido. Florentino prepara-se para despachar Ronaldo, Bale e Benzema, para ter Neymar, Hazard e Lewandowski. É difícil respeitar e apreciar um clube com esta política, mesmo que esse clube seja a mais antiga paixão desportiva que temos. Há divórcio na costa.

Montero regressa para fechar o ataque do Sporting

17.01.18, Francisco Chaveiro Reis

img_770x433$2018_01_17_10_40_00_1354915.jpg

O avançado colombiano Fredy Montero está de regresso ao Sporting. O jogador deve ser hoje apresentado e será a peça que faltava no ataque do Sporting. Em duas épocas pelo Sporting, Montero marcou 37 vezes. Montero chegou ao Sporting em 2013-2014 e sob o comando de Leonardo Jardim assumiu-se como titular, indo depois alternando com Slimani. Estreou-se com um hat-trick ao Arouca e foi o líder dos marcadores, perdendo depois gás. Na época seguinte, continuou a dar nas vistas, sob o comando de Marco Silva, marcando 15 golos, menos um do que na primeira época. Em 2015-2016, a titularidade de segundo avançado pertenceu a Téo Gutierrez e mesmo marcando 6 golos como suplente de luxo, foi vendido para a liga chinesa, num bom negócio que incluiu ainda a vinda de Barcos para Alvalade, onde se pensava que poderia ter algum sucesso. Montero marcou 9 golos na China e regressou à liga norte-americana para marcar 15 vezes em 39 jogos pelos Vancouver Whitecaps. Montero, de 30 anos, começou a carreira no seu país, jogando pelo Deportivo Cali e Atletico Huila. Seguiram-se 4 fabulosos anos nos Seatle Sounders (60 golos). Fez ainda alguns jogos pelo Milionarios, antes de ingressar no Sporting. Conhecedor da nossa liga e do Sporting, Montero voltará a trabalhar com Jesus podendo ser a chave para abrir defesas mais fechadas. Pelo Sporting, venceu uma Taça de Portugal e uma Supertaça.

Silas substitui Domingos

16.01.18, Francisco Chaveiro Reis

01021351.jpg

Silas, antigo futebolista e comentador de TV, é o novo treinador do Belenenses, sucedendo a Domingos. Silas, de 41 anos, passou pelas camadas jovens do Domingos Salvio, Sporting e Atlético antes de se estrear pelo clube da Tapadinha como sénior. Andou pelo Ceuta e Elche antes de regressar a Portugal para uma grande temporada no Leiria. Tornou-se reforço do Wolverhampton, jogando na Premier League antes de regressar a Portugal para jogar pelo Marítimo, Belenenses e União de Leiria. Seguiu-se a aventura no Chipre - AEL, AEP e Ethnikos Achnas - e novo regresso a Portugal para um ano no seu Atlético. Antes de terminar a carreira no Cova da Piedade, passou ainda pela Índia. Jogou 3 vezes por Portugal. Sem qualquer experiência, junta-se agora à equipa do Restelo onde jogou quatro anos e terá no antigo companheiro, José Pedro, um dos seus adjuntos. O Belém está no 11.º lugar. 

image.jpg

Muito estranha tem sido a carreira de Domingos Paciência, jogador de primeira linha, sobretudo ao serviço do "seu" FCP. Depois de boas épocas no FCP B (6.º posto na 2.ª B); no Leiria (7.º lugar) e na Académica (12.º e 7.º lugares), foi "promovido" e mudou-se para o Braga. Na primeira época, ficou em segundo na liga, a apenas 5 pontos do campeão Benfica. Na segunda, foi à final da Liga Europa, sendo derrotado pelo FCP. Seguiu-se o Sporting. Apurou a equipa para o Jamor mas foi despedido. O Sporting não teve paciência para esperar pela sua evolução e o treinador nunca mais encontrou o seu rumo, tendo experiências sofríveis no Deportivo de la Coruña, Kayserispor e APOEL onde orientou estas equipas menos de 10 vezes, cada uma. Pelo Setúbal e Belenenses também não fez muito melhor. O que se segue?

Falta de segurança interrompe jogão no Estoril

16.01.18, Francisco Chaveiro Reis

transferir.jpg

Problemas estruturais na bancada norte do Estádio Coimbra da Mota adiaram a segunda parte do Estoril-FCP. O Estoril, mesmo com 7 lesionados (subiu para 8 já no decorrer do jogo) estava a fazer um grande jogo e estava inclusivamente a vencer o líder do campeonato, graças a golão de Eduardo, de livre. O FCP estava a pressionar mas não conseguira empatar a partida. Sem data para se terminar o jogo, o Sporting continua a ser líder à condição.