Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

Kaká pendura as botas

19
Dez17

inicio.jpeg

Aos 35 anos, Ricardo Izecson dos Santos Leite, conhecido como Kaká, anunciou que pendura as botas. Kaká, médio ofensivo, começou a dar nas vistas no São Paulo, onde atuou entre 2001 e 2003. Numa altura em que o Milan ainda era uma das maiores equipas do planeta aterrou em San Siro. 

kaka1.jpg

Encontrou um plantel recheado de estrelas incluindo Rui Costa, a quem "roubaria" o lugar mas com quem construiria uma bela amizade. Por lá moravam também Inzaghi, Shevchenko, Serginho, Pirlo ou Seedorf. Viveu os anos mais felizes da carreira em Milão, sendo essencial na conquista de uma Liga ds Campeões, um Mundial de clubes, uma Supertaça da Europa, uma Supertaça de Itália ou de uma liga italiana. 

bola de ouro.jpg

Com a camisola 22 do Milan marcou 95 golos a jogar atrás dos avançados. Adorado pelas bancadas, foi um dos maiores ídolos da história do clube, jogando com uma classe que transportava para fora dos relvados, como um verdadeiro gentleman. 

real.jpg

Seguiu-se uma aventura em Madrid. No pico da carreira, depois de já ter sido considerado o melhor jogador do mundo, não resistiu ao apelo do Real Madrid. Encontrou igualmente uma equipa recheada de estrelas como Ronaldo, Raul, Benzema, Guti ou Xabi Alonso e ajudou a equipa a vencer um campeonato, uma taça e uma supertaça. Em Madrid, a sua qualidade e importância diluiram-se e nunca conseguiu ter o mesmo nível do que em Milão. Ainda assim, fez 120 jogos e marcou 29 vezes pelos merengues. 

milan 2014.jpg

Numa fase de menor fulgor ainda fez uma época pelo Milan, tendo marcado 9 vezes em 37 partidas. O Milan faria uma campanha horrível (oitavo lugar) e Kaká terminaria a sua carreira europeia. 

kaka_saopaulo8_get_95.jpg

Mudou-se para Orlando e jogaria na MLS até ao fim da carreira. Em 2014, ainda seria emprestado ao São Paulo, na pausa da liga americana mas não regressaria em definitivo.

orlando.jpg

Pelo Orlando City fez 75 jogos e marcou 25 vezes, não conquistando qualquer título. 

brasil.jpg

Mesmo sendo da geração de craques como Ronaldinho, teve o seu espaço no Escrete, sendo campeão do Mundo em 2002. Jogou 95 vezes pelo Brasil e venceu ainda duas Taças das Confederações.