Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

Apuramento para o Mundial: Alemanha rolo compressor e o goleador polaco

11
Out17

image.jpg

Terminada a fase de grupos do apuramento para o Mundial 2018, é hora de fazer as contas. A Alemanha, uma das melhores equipas do mundo, alcançou dez vitórias em dez jogos, marcando 43 golos e sofrendo apenas 4, tal como Portugal e Croácia. Foi a melhor seleção na hora de fazer o golo, a par da Bélgica, que marcou os mesmos 43 golos nas suas 9 vitórias e um empate. Melhor ainda a defender, esteve a Inglaterra, que só sofreu 3 golos. Ataques de respeito foram ainda os de Espanha (36), Portugal (30), Polónia (28), Bósnia (24), Suíça (23) ou Sérvia (20). Boas a defender foram também as equipas de Suíça (5) e França, República da Irlanda, País de Gales, Bélgica e Grécia que se ficaram pelos 6 golos sofridos. O pior ataque foi o do Liechtenstein, que só festejou uma vez. Perto, ficaram Malta, Gibraltar, Letónia, Kosovo, com apenas 3. San Marino só marcou 2, tal como Andorra.

Se a Alemanha alcançou 10 vitórias, Portugal, Suíça, Bélgica e Espanha não ficaram muito atrás, somando 9. Inglaterra e Polónia venceram 8 vezes. No que toca a empates, a vitória vai para País de Gales e Geórgia, do Grupo D, que empataram cinco vezes, cada uma. Em termos de derrotas, destaque para Gibraltar, San Marino e Liechtenstein que só souberam perder. Malta e Kosovo ficaram-se pelas 9 derrotas.

O melhor marcador foi Lewandowski que marcou 16 dos 28 golos da Polónia. O avançado do Bayern de Munique marcou um golo no 4-2 ao Montenegro. Cristiano Ronaldo (15) e Lukaku (11) foram os senhores que se seguiram. Joshua Kimmich destacou-se a oferecer golos, fazendo 9 assistências. Curiosamente, os mesmos números foram verificados no apuramento na zona asiátia. Ahmed Khalil (EAU) marcou 16 vezes, Mohammad Al Sahlawi (Arábia Saudita), 15 e Tim Cahill (Austrália), 11.

O apuramento rendeu 2.94 golos por jogo; 48% de vitórias das equipas da casa e 18% de empates.

Holanda e Chile fora do Mundial. Messi marca três e oferece passagem à Argentina (Acuña jogou os 90 minutos)

11
Out17

lionel-messi-comemora-apos-marcar-para-a-argentina

Quando foi preciso, Messi apareceu e a Argentina venceu. Depois de três empates, Messi marcou três vezes ao Equador e a Argentina, com o apuramento tremido, vai para a Rússia com o terceiro posto na sua zona de qualificação. Brasil, Uruguai e Colômbia completam os apurados. O Perú jogará o play-off ante da Nova Zelândia. A grande surpresa é a não ida do Chile, bi-campeão da Copa América e que conta com craques como Alexis, Vidal ou Vargas. A par da Holanda, a ausência do Chile é uma das grandes desilusões do apuramento.

 

Outras equipas, com alguma tradição, que não vão à Rússia: Hungria, República Checa, Roménia, Ucrânia, Turquia, Paraguai, Estados Unidos, Camarões, Argélia, Costa do Marfim, África do Sul e Gana.