Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

A incomparável capacidade goleadora de Cristiano Ronaldo inspira as suas novas botas

20
Set17

 

HO17_FB_CR7_Chptr5_Product_SuperFly_DF_FG_Portrait

No Verão de 2009, Cristiano Ronaldo assinou pelo seu atual clube depois de uma transferência de 94 milhões de euros, um valor recorde para aquela época. Mais de 80 mil adeptos juntaram-se para celebrar a sua transferência de Manchester para Madrid.

“Quando cheguei havia muita gente não só dentro do estádio, como fora”, recorda Ronaldo. “Foi um dia incrível e pude sentir toda a energia de Madrid”.

Ronaldo marcou no seu primeiro jogo pelo clube e não parou de o fazer desde então, convertendo-se no goleador mais rápido da La Liga. Para além disso, Cristiano foi o primeiro jogador a marcar contra todas as equipas da La Liga na mesma temporada.

A sua genialidade em campo brilha como um diamante, e foi isso que serviu de inspiração para as suas botas Chapter 5: Cut to Brilliance.

As botas apresentam um estampado inspirado nos diamantes, sobre uma base de cor branca que brilha quando exposta à luz. A parte superior inclui detalhes que imitam a multiplicidade de cores que os diamantes refratam. Na parte central das botas, o logótipo CR7 em relevo serve como representação táctil do padrão de diamante, enquanto na parte inferior do calcanhar é possível observar-se, de cima para baixo, um diamante cortado acompanhado pela data de estreia de Cristiano em Madrid. Na parte superior do calcanhar pode ler-se a frase “El Sueño Del Niño”, as palavras que Ronaldo partilhou com a equipa de design da Nike para descrever como se sentiu quando chegou à nova equipa.

“Os detalhes das botas – a cor branca, os diamantes – são geniais, muito atrativos”, disse Ronaldo. “Estou 100% seguro que as pessoas vão gostar”.

As botas Chapter 5: Cut to Brilliance vão estar disponíveis em Nike.com  a partir do dia 29 de setembro.

 

 

ENTREVISTA CR7:

https://www.youtube.com/watch?time_continue=8&v=CX2ZGtS5Zzg

 

IMAGENS EM ALTA RESOLUÇÃO:

https://news.nike.com/news/cr7-chapter-5-cut-to-brilliance-mercurial

Nulo

20
Set17

img_770x433$2017_09_19_21_06_27_1314019.jpg

O Sporting estreou-se na Taça da Liga com um empate a zero. Até foi a melhor equipa em campo mas não conseguiu traduzir a superioridade em golos. Doumbia foi o mais ativo na hora de rematar não conseguiu ser o herói. Jesus apostou em Salin (seguro), Ristovski (dos melhores, uma bela surpresa e uma exibição de garra), Tobias (alguns tremeliques a que já nos habituou), Pinto (acusou a falta de ritmo mas não comprometeu) e Jonathan (jogo mediano); Iuri (segunda titularidade e segunda desilusão), Petrovic (cumpriu), Matheus (tem boa tecnica mas falta intensidade e velocidade) e César (cumpriu na esquerda e depois no centro); Alan (lento mas tecnicamente bem) e Doumbia (bem tentou...). Acuna (deu mais qualidade à esquerda), Podence (regresso de lesão a agitar o jogo) e Battaglia (ajudou a controlar o meio-campo). Do lado do Marítimo, exibições interessantes do guarda-redes iraniano Abedzadeh, do lateral esquerdo Bebeto e do extremo guineense Piqueti. Um jogo sem grande história que chamou mais de 22 mil a Alvalade.