Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Visão do Peão

Visão do Peão

O mercado

18
Ago17

William-Carvalho.png

O plantel do Sporting não está fechado. Penso que as maiores decisões serão feitas apenas após a decisão da entrada na Liga dos Campões. Se o Sporting, como acredito, carimbar a passagem à fase de grupos, Jesus ainda deve exigir um central mais experiente do que Tobias e mais um avançado (Gabriel Barbosa?). Se cairmos em Bucareste, sentido contrário. Não há mais entradas e acredito que mais facilmente saia Adrien, Iuri (10 a 12 milhões por um suplente não é assim tão má ideia) e até Bruno César. Certa, parece a saída de William, por muito que se estique a corda. 35 milhões é um excelente encaixe e por menos de um terço disso pode encontrar-se um bom substituto (o jovem Wendel? Badelj, experiente e supostamente em rota de colisão com a Fiorentina?). Essa venda também pode ajudar a pagar o ordenado de Gabigol, que creio ser uma peça perfeita para o ataque. Com Dost, Doumbia e Gabriel, o Sporting ficaria com três goleadores, podendo ter sempre uma arma carregada no banco. 

bryanruiz6.jpg

Mas há mais por resolver. Schelotto, Douglas, Marvin e Bryan, proscritos, são casos bicudos. O Sporting colocou-os a treinar à parte - e não é certo que Schelotto ou Bryan não façam falta  - e as equipas interessadas parecem jogar com isso para baixar os preços pedidos. Schelotto terá interessados em Espanha, Inglaterra e Itália mas nada aconteceu, Bryan interessa às Arábias e à Bélgica e Marvin esteve quase no Sevilha mas afinal não segue para a Andaluzia. O mais certo é que a situação se arraste até ao fim do mercado e que os quatro sejam emprestados ou vendidos por preços baixos. Mal gridos. Um jogador do plantel do Sporting vale sempre mais do que um jogador que treina à parte...

600.14086356.jpg

Existem ainda outros casos de jogadores dos quais os sportinguistas já nem se lembram. O que fazer com Rosell, Heldon (associado a empréstimo ao Portimonense), Slavchev (já recusado neste defeso pelo Birmingham), Sambinha ou Fokobo? Vêm aí rescisões com custos para o Sporting. 

 

 

André Silva brilha pelo Milan. Marítimo empata e Braga vence.

18
Ago17

andre-silva-hakan-calhanoglu-cropped_tciiftxo4wna1

André Silva, novo camisa 9 do Milan, brilhou ontem em San Siro, no 6-0 aos macedónios do Shkendija 79 Tetovo. O Milan, que está com pé e meio na Liga Europa, adiantou-se logo aos 13 minutos, por André Silva, aproveitando a atrapalhação da defesa contrária. Montolivo, na recarga de um livre e André Silva, numa jogada de insistência (caiu, levantou-se e fez o golo) fez o 3-0 antes da meia-hora. Num minuto, Borini e Antonelli (aos 67 e 68) fizeram o 5-0. Montolivo, numa segunda vida no Milan deste ano, bisou e carimbou o resultado final. André Silva, mesmo com a possível chegada de Kalinic e de outro avançado de ainda maior nome, não facilita e encontou a imprensa italina. Montella apostou em Donnarumma, Conti, Bonucci, Zapata e Antonelli; Kessie, Montolivo e Hakan; Borini, Silva e Suso. Jogaram ainda Abate, Bonaventura e Cutrone. 

1154685.jpg

As equipas portuguesas tiveram sortes diferentes. O Braga foi à Islândia bater o modesto FH Hafnarfjordur. O Braga viu-se a perder aos 39´ mas Paulinho e Stoiljkovic deram a volta. Já o Marítimo recebeu o histórico Dinamo de Kiev (vencedor de duas Taças das Taças e uma Supertaça Europeia para além de 13 ligas ucranianas e 15 da União Soviética) e empatou a zero. O marítimo até mostrou ser mais equipa mas ter-se-há assustado com o nome do adversário.

gettyimages-833945212.jpg

Nas outras partidas, destaque para mais um bom jogo de Rooney (uma assistência) pelo Everton, no 2-0 ao Hajduk Split; para o Panathinaikos 2 Bilbau 3, com os bascos a darem a volta depois de estarem a perder por 2-0 ou para os maus resultados dos históricos Marselha (empate na casa do desconhecido Domzale) e Ajax (derrotado em casa pelo Rosenborg).